Notícias: 2016 / 2015

NOTÍCIAS

14.11.2017

AME/RJ presente em reunião geral da FENEME, em João Pessoa

João Pessoa (PB) sediou, no último dia 9, a segunda reunião das Entidades que compõe Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME). O evento foi realizado no Centro de Convenções da capital paraibana e integrou a programação da edição 2017 do Seminário Nacional de Bombeiros (SENABOM).

A reunião, conduzida pelo Presidente, Coronel PMSC Marlon Jorge Teza e sua diretoria teve como principais temas:

- Tramitação de Projetos de Leis no Congresso Nacional;

- Reforma da Previdência e os Militares (posição atual);

- Modificação da Legislação Penal Militar já aprovada e seus efeitos;

- Exposição sobre alterações do Código Penal Militar após a Lei 13.491/17;

- Ações Judiciais em tramitação no STF de interesse dos Militares Estaduais; e

- Estratégias para eleições 2018 visando aumentar número de Deputados Federais e Estaduais Militares.

Além das várias manifestações dos dirigentes das entidades federadas presentes, entre elas a AME/RJ, representada pelo seu Presidente, Coronel Fernando Belo, foi aberto espaço para o Presidente da Academia de Letras dos Militares Estaduais de Santa Catarina, Coronel Roberto Rodrigues de Menezes, o qual expôs o interesse em constituir uma academia nacional de letras dos militares estaduais e do Distrito Federal.

Paralelo a reunião, os assessores jurídicos das associações também se reuniram para padronizar e traçar estratégias de atuação frente aos temas que envolvem atuação nos tribunais estaduais e federais.

O ponto alto da reunião foi a apresentação do Juiz Corregedor-Geral da Justiça Militar Estadual do Rio Grande do Sul, Sr. Amílcar Fagundes Freitas Macedo, que realizou palestra sobre as alterações do Código Penal Militar após a Lei 13.491 de 2017.  O magistrado abordou diversas peculiaridades frente às novas situações previstas na nova legislação. 

Na ocasião, ainda foi apresentado oficialmente o vídeo institucional da FENEME, que sintetiza, em pouco mais de um minuto, o que representa e as atividades da entidade representativas.

Clique aqui e assista ao vídeo.


O Presidente da AME/RJ, Cel PMERJ Fernando Belo

 

14.11.2017

Diabetes: você precisa ter medo?

Nesta terça-feira (14) é celebrado o Dia Mundial da Diabetes, que tem como finalidade primária chamar a atenção das entidades oficiais, dos profissionais de saúde, da comunicação social e da comunidade em geral para a problemática da Diabetes Mellitus.

É fato: se lá atrás, ao abordar esse assunto, as pessoas se preocupavam apenas com o fator hereditário, hoje, o cenário pede um olhar atento às escolhas que fazemos. “Aspectos genéticos são importantes e podem aumentar a predisposição ao diabetes. No entanto, isoladamente, eles não são determinantes, pois há a importante questão da interação com o meio ambiente”, afirma a endocrinologista Alessandra Rascovski (SP).

De acordo com Joffre Nogueira Filho (SP), especialista em endocrinologia e nutrologia, o sedentarismo, o excesso de peso e os hábitos alimentares desequilibrados são também responsáveis pelo aumento da glicose no sangue. Quando a glicemia está acima do normal, mas ainda não é alta o suficiente para ser considerada como diabetes, ela é intitulada pré-diabetes — o que não deixa de ser um perigo. “Não se reverte o quadro pré, mas conseguimos fazer com que ele não evolua para o diabetes com ajustes na dieta, atividade física e a perda de peso”, diz Joffre.

Pesquisas mostraram que diminuir de 5% a 7% o peso corporal ajuda a prevenir ou retardar o aparecimento do diabetes tipo 2 em 58% dos pré-diabéticos.

Pode dentro do mal. O diabetes é uma doença crônica metabólica que faz com que o corpo tenha dificuldade em manter níveis normais de glicose no sangue por causa de uma deficiência na liberação do hormônio insulina ou uma insensibilidade das células do corpo ao hormônio. No caso do diabetes tipo 1, o sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta, fazendo com que pouca ou nenhuma insulina seja liberada para o organismo. Essa variação da doença concentra entre 5% e 10% do total de diabéticos e, geralmente, é diagnosticada na infância.

O tipo 2, que corresponde a cerca de 90% dos casos, se manifesta mais frequentemente em adultos. Ele ocorre quando o organismo não consegue utilizar a insulina que produz ou não fabrica insulina suficiente para controlar a taxa de glicemia. Esses desajustes podem ter consequências perigosas.

Por causa da inflamação gerada pelos altos níveis de glicose no sangue, as artérias vão sendo lesadas, provocando problemas de circulação que levam a doença renal e vascular periférica (podendo acarretar amputação de membros), infarto agudo do miocárdio problemas de visão, neuropatias, impotência, entre outros males. Além disso, há também riscos agudos ou emergenciais que ocorrem quando a glicemia do paciente sobe demais e atinge níveis que colocam a vida em risco, podendo causar coma”,salienta Alessandra. E o pior é que, muitas vezes, a enfermidade vai se arrastando e evoluindo sem que o paciente perceba.

Diabetes gestacional, um caso à parteO problema aparece depois do segundo trimestre da gravidez e, uma vez diagnosticado, persiste até o fim. Por quê? A placenta produz diversos hormônios que podem bloquear parcialmente a ação da insulina. Embora normalmente o pâncreas reaja, liberando mais insulina, na futura mamãe é como se a glândula não desse conta do recado — a produção é insuficiente para que o corpo processe o excedente de glicose. Daí, conforme as semanas de gravidez avançam e a placenta cresce, eleva-se o risco de o diabetes surgir.

Estão mais propensas à doença as gestantes obesas ou que engordaram muito ao longo da gravidez, as portadoras de ovário policístico e aquelas com histórico de diabetes na família. Também fazem parte desse grupo mulheres cujo primeiro bebê nasceu muito acima do peso.

A boa notícia é que a enfermidade desaparece após o parto. No entanto, quem teve diabetes gestacional corre maior risco de se tornar diabética com o passar dos anos. Cuide-se!

Cinco armas de combate. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta: os casos de diabetes praticamente quadruplicaram e a doença já mata 1,5 milhão de pessoas ao ano no mundo. Além disso, a prevalência do diabetes tipo 2 quase dobrou em algumas regiões do Brasil nos últimos 20 anos. Fique esperta! 

1. Faça boas escolhas alimentares. Dê preferência aos itens com menos açúcar, gordura e evite alimentos muito processados. “Carboidratos como massas, farinhas, arroz branco provocam elevações rápidas da glicemia e também devem ser evitados”, orienta Alessandra. 

2. Tenha uma rotina regular de exercícios. Quando uma pessoa faz atividade física, os receptores celulares do corpo aumentam a capacidade de captar a glicose no sangue, levando-a para dentro das células, em vez de deixá-la no sangue. “Todas as modalidades são benéficas, no entanto uma massa muscular maior torna o metabolismo dos açúcares mais eficiente. Por isso indico a musculação”, explica Joffre. 

3. Controle os níveis de estresse. Os hormônios ligados ao estado de tensão influenciam a glicemia. Além disso, pessoas muito estressadas não conseguem se cuidar direito, podendo se esquecer de medir sua taxa, cometer abusos na dieta... 

4. Durma bem. O sono é essencial para o equilíbrio hormonal.

5. Beba vinho. Um estudo da Universidade de Recursos Naturais e Ciências da Vida, em Viena, na Áustria, confirmou que uma taça de vinho tinto ao dia reduz o risco de diabetes tipo 2.

Fonte: http://maxima.uol.com.br

 

10.11.2017

PMs do Rio conquistam Título Mundial de Jiu Jitsu

Uma grande notícia para a família Policial Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ). Os Soldados Carlos Eduardo Enes Raymundo e José Carlos Sousa da Silva do 30º BPM (Teresópolis) e 25º BPM (Cabo Frio), respectivamente, sagraram-se Campeões Mundiais de Jiu-Jitsu no 2° World Police Games que aconteceu em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Os policiais participaram do evento representando a Corporação e voltaram para casa com medalha de ouro em suas respectivas categorias.

O Soldado Enes lutou na categoria até 69kg e, após passar por competidores da Colômbia, do Iraque e de Marrocos, chegou à final e venceu o atleta do Bahrein – país do Oriente Médio. Em 2007 ele foi Campeão Brasileiro por equipe e também já conquistou os títulos de Campeão da Copa Arnold Classic Brasil, do São Paulo International Open, do Curitiba International Open, do Belo Horizonte International Open, do Rio International Open, do BJJ Pro Rio e do 3° Campeonato Internacional Master.

O Soldado José Carlos tem 27 anos e está na PM há 5 anos. Ele conseguiu participar do evento graças ao patrocínio da Federação Nacional de Entidades Militares Estaduais (FENEME). O atleta competiu na categoria até 77 kg e, após passar por três lutas, chegou à final e venceu o árabe Hamdan Saleh.

A brilhante atuação destes Policiais honrou o nome da PMERJ nesta competição internacional, deixando orgulhosos seus respectivos Batalhões e Comandantes, servindo como fonte de inspiração para toda a tropa.

Fonte: PMERJ


SD PMERJ Carlos Eduardo Enes Raymundo


SD PMERJ José Carlos Souza da Silva

 

09.11.2017

PCC entrou no cartel mundial do pó

3,5 mil homens, zero armas. Enquanto isso, o PCC entra no “cartel mundial do pó”

Ontem, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio, realizou-se o oitavo “Show do Jungman”, com o emprego de 3.500 homens das Forças Armadas para prender oito sujeitos sem qualquer importância no tráfico e apreender nenhuma arma de fogo.

Foi a 5ª, em oito operações com milhares de homens, que resultou em nada.

O Ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirmou sem meias palavras que uma das dificuldades é que os Comandantes dos Batalhões da PM são “sócios do crime organizado”.

Certamente alguns ou vários são e, ao que parece, a PM foi quase que excluída da operação de ontem. Mas é só meia verdade que o tráfico de drogas é intenso no Rio e entorno. Cocaína está onde está o dinheiro e o dinheiro não está no Rio de Janeiro.

O Ministro deveria ler o que a agência italiana de notícias, a ANSA, publicou ontem sobre “o primeiro Comando da Capital, uma organização criminosa que surgiu nos anos 90 (em São Paulo), tornou-se um cartel de projeção internacional cuja expansão é observada com atenção por várias agências’  mundiais de combate ao tráfico de cocaína.

“Segundo as Nações Unidas, o Brasil deixou de ser um ator de apoio no conselho mundial de tráfico de drogas, uma atividade que muitas vezes está ligada a outros atos ilícitos. Isso ocorre porque o mercado brasileiro de consumo de cocaína é o segundo mais lucrativo do mundo, superado apenas pelos Estados Unidos. E, em segundo lugar, o Brasil é o país através de cujos portos o maior volume de cocaína passa para o cobiçado mercado europeu. Por exemplo, 1,5 mil toneladas de cocaína foram apreendidas esta semana, que aparentemente seriam enviadas para a Europa".

O Ministro Torquato Jardim tem toda a razão em denunciar a cumplicidade da PM do Rio com o crime organizado.

Mas o Primeiro Comando da Capital é sediado em São Paulo, não no Rio. E não é possível haver uma organização criminosa com este porte sem cumplicidades na área de segurança.

E, embora a matéria diga que a Interpol e pela US Drug Enforcement Agency, “estão trabalhando em conjunto com a Polícia Federal” em Santos, não parece provável que traficantes arrisquem cargas de R$ 30 ou 40 milhões – preço nacional da tonelada de cocaína sem algum grau de promiscuidade com as autoridades da polícia de portos, federal.

Essencialmente, uma missão da PF, que está sob o comando de Torquato Jardim.

Os cinematográficos agentes e procuradores, tão orgulhosos da “Operação Lava Jato”, não parecem muito dispostos a uma “Limpa o Pó”.

A mídia brasileira também parece se entusiasmar mais com o espalhafato.

Preferem expor nossas Forças Armadas a um papel deprimente, que resulta em muita humilhação para os pobres e nenhuma, ou quase nenhuma, eficiência para desarmar e pacificar as comunidades.

Fonte: www.tijolaço.com.br

 

08.11.2017

Supermercado gratuito reúne alimentos (bons!) que seriam jogados no lixo

Enquanto ⅓ dos alimentos produzidos no mundo inteiro é desperdiçado e acaba no lixo, muita gente está passando fome por aí. Triste! Mas o supermercado Free Store está fazendo sua parte para combater esse problema na Nova Zelândia.

A loja, localizada em Wellington, oferece de graça os produtos que estavam à venda em supermercados, cafés e padarias da região, mas que não foram comprados pelos consumidores – e, portanto, iriam para o lixo. As doações são coletadas pela artista Kim Paton, que iniciou o projeto em 2010. A ideia era que a iniciativa durasse apenas duas semanas, como forma de conscientização a respeito da quantidade de comida boa que descartamos diariamente, mas o sucesso foi tão grande que o projeto acabou se transformando em uma entidade permanente. Atualmente, 65 estabelecimentos comerciais da região doam seu desperdício para a Free Store.

Não há nenhum pré-requisito de quem pode ’comprar’ na nossa loja gratuita”, explica o Cofundador da iniciativa, Benjamim Johnson, que tem apenas 28 anos.

“Qualquer pessoa, por qualquer razão, que não nos interessa, pode pegar o que quiser”, explica em entrevista à Yes Magazine. Segundo ele, os principais clientes são moradores em situação de rua, pessoas desempregadas, refugiados, estudantes e ex-detentos que saíram recentemente da prisão.

Atualmente, 120 mil toneladas de alimentos são descartados anualmente na Nova Zelândia, o que representa um desperdício de US$ 625 milhões. Enquanto isso, dados da UNICEF mostram que 28% das crianças do país estão em situação de pobreza e passam fome. Qual o sentido? A fim de ajudar a combater o problema, a Free Store disponibiliza, por final de semana, de 800 a 1.500 itens gratuitamente para quem precisa. A loja fica aberta apenas uma hora, das 18h às 19h, mas é suficiente para garantir que a comida (boa!) que iria para o lixo seja consumida por quem precisa. Por ano, a iniciativa garante que US$ 1 milhão deixe de ser desperdiçado.

Outras cidades da Nova Zelândia já estão tentando copiar o modelo. “Tudo que você precisa é de um espaço físico, fornecedores gratuitos de alimento e voluntários para organização das doações”, afirma Benjamin. 

Quem sabe a gente não ganha uma réplica aqui no Brasil.

Fonte: Bol

 

31.10.2017

A simplicidade de um grande brasileiro

Na foto, a  vida simples do juiz Sérgio Moro em Curitiba, conversando tranquilamente com uma vizinha num domingo de manhã. Nunca me esqueço do dia em que o ‘Molusco’ (ex-presidente Lula) foi prestar o seu primeiro depoimento como réu em Curitiba e chegou num carrão preto, sendo ovacionado pelos membros da seita. Parecia muito mais a chegada de astro pop. Pois bem, neste mesmo dia, passado algum tempo,  se viu o Mouro chegando a pé no tribunal, sozinho, segurando uma sacola plástica com a marmita que tinha levado para o almoço”.

Comentário de Luiz Felipe Schittini, Tenente-Coronel da Polícia Militar do Rio de Janeiro e Sócio da AME/RJ

 

30.10.2017

Parlamentares destinam R$ 83 milhões para infraestrutura da PMERJ

Na última sexta-feira (27), a bancada federal do Rio destinou R$ 83 milhões para a infraestrutura da Polícia Militar por meio de emendas parlamentares. O dinheiro estará disponível para o exercício fiscal de 2018. A informação foi confirmada pelo Comandante-Geral da Corporação, Coronel Wolney Dias.

Cinco deputados federais destinaram emendas parlamentares de forma individual, através do dinheiro da União. Marco Antônio Cabral fez o repasse de R$ 500 mil e o deputado Celso Jacob de R$ 280 mil. O Cabo Daciolo destinou R$ 500 mil para Equoterapia (tratamento com cavalos para crianças com necessidades especiais); Celso Pansera aprovou R$ 500 mil para conserto de viaturas do município de Duque de Caxias; e Miro Teixeira, com R$ 236 mil para o Bopm Mobile — projeto para agilizar o registro de ocorrências pelo policial, que atualmente é feito em papel.

O valor destinado com as emendas para a PM supera os recursos previstos no Plano Nacional de Segurança, que foram de R$ 47 milhões para custear operações com emprego de militares das Forças Armadas.

Fonte: O Dia

 

27.10.2017

AME/RJ se solidariza com a família de Comandante assassinado

A Associação de Oficiais Militares Estaduais (AME/RJ) se solidariza com os familiares e amigos do Coronel Luiz Gustavo Teixeira, Comandante do 3º BPM (Méier), covardemente assassinado no início da tarde de ontem (26), no Méier, Zona Norte do Rio de Janeiro.

O Coronel Teixeira e o Cabo Ney Vilar voltavam de uma cerimônia de troca de comando, em uma viatura descaracterizada, quando foram abordados por quatro bandidos que desceram de um carro preto para, supostamente, fazer um arrastão na Rua Lins de Vasconcelos. O Cabo Vilar, que dirigia o veículo, saltou e trocou tiros com os criminosos. O Coronel Teixeira foi atingido no tórax antes mesmo de conseguir descer da viatura. O Cabo Ney foi baleado na perna e seu quadro de saúde é estável.

O Coronel Luiz Gustavo Teixeira é o 112º Policial Militar morto este ano no Estado.

Rogamos que todos os esforços sejam feitos para prender esses facínoras e puní-los no maior rigor, como requer a lei.

 

25.10.2017

Coronel José Vicente Silva Filho, um ferrenho crítico da PMERJ

‘PM NEGA QUE CORREGEDOR TENHA DEIXADO O CARGO APÓS MORTE DE TURISTA NA ROCINHA’ - Reportagem do Jornal O Globo do dia 24/10/2017 (terça-feira)

Clique aqui

Comentário de José Vicente Silva Filho, Coronel da Reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Ex-Secretário Nacional Segurança Pública e um FERRENHO CRÍTICO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO:

“O Comando da PM do Rio deixou de cumprir sua prerrogativa indelegável de promover a investigação do crime cometido por seu subordinado. A alteração promovida pelo Presidente Temer na legislação penal militar reforçou o óbvio: policiais militares são investidos de autoridade judiciária nos crimes cometidos por militares e os PM's são militares. É falacioso o argumento de que policiais militares não teriam isenção para investigar seus colegas; afinal quem investiga crimes cometidos por policiais civis ou federais? Não são seus colegas? Embora o crime contra a vida deve ser julgado pelo tribunal do júri, a investigação conduzida pela PM deve ser encaminhada para lá ao término do inquérito. PM's não sabem investigar? A Corregedoria da PM de São Paulo esclarece em torno de 80% de homicídios praticados por policiais militares ou contra eles (nesse caso, em cooperação com a Polícia Civil). A Polícia Civil do Rio de Janeiro há muito que adota o ciclo completo que quer negar, ainda que esporadicamente, aos seus colegas da PM. Tem um verdadeiro Batalhão de Choque, a Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), cujos efetivos estão deixando de fazer o que lhes compete, investigar crimes. Não tem a PCERJ performance minimamente eficiente das investigações que lhes permita o luxo de desviar centenas de investigadores para atividades de polícia ostensiva”.

*Texto extraído de https://www.facebook.com/josevicente.silvafilho

 

23.10.2017

Lei que dá desconto na compra de armas de fogo por Servidores da Segurança é sancionada no RJ

O Governador Luiz Fernando Pezão sancionou, nesta segunda-feira (23), o Projeto de Lei que incentiva a compra de arma para Policiais, Bombeiros e Inspetores de Segurança Penitenciária, isentando o produto do Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A proposta foi aprovada na Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ) sem nenhum voto contrário, apenas com abstenções. Instantes antes da votação o texto foi modificado e acrescentou outras categorias, já que a ideia inicial beneficiava apenas PMs. A lei vale não só para os ativos, mas também para os inativos.

"É no mínimo razoável que se crie um incentivo para uma categoria que as utilizam de maneira formal, muitas das vezes para se protegerem dos ataques ocorridos a eles propositalmente fora do horário de trabalho, momento em que estão mais vulneráveis", diz o texto idealizado por oito deputados.

Os agentes poderão comprar armas com a isenção do imposto por cinco anos. Caso percam ou a tenham roubada, poderão novamente comprá-la com o desconto.

Aprovação ´relâmpago'. Proposto em agosto, o Projeto foi aprovado em menos de um mês. A votação ocorreu em regime de urgência, tirando a necessidade de dois pleitos. Ninguém votou contra, apesar das discussões.

O Projeto de Lei é assinado por vários Deputados: Rosenverg Reis, Edson Albertassi, Martha Rocha, Dr. Gotardo, Wagner Montes, Zaqueu Teixeira, Marcos Muller, Marcos Abrahão. Na justificativa, eles reconhecem que os Governos justificam a alta incidência de impostos sobre as armas por "sua atuação direta na violência e criminalidade nas cidades".

Ainda assim, comparam a arma do policial com o carro do taxista. "Outras categorias de profissionais tem o reconhecimento por parte do Estado da isenção de impostos para o seu instrumento de trabalho, como ocorre com os taxistas, que podem adquirir veículos com impostos reduzidos".

Fonte: G1

 

23.10.2017

“A redução de índices criminais não é um problema somente da polícia”, diz pesquisadora

Para reduzir os índices criminais é preciso que todas as instituições atuem de forma conjunta, não sendo um problema somente da Polícia. Essa é a opinião da Diretora do Instituto Igarapé, Ilona Szabó, em entrevista ao jornal O Dia publicada ontem (22). A pesquisadora também falou sobre como melhorar a atuação das polícias “Maior cuidado com a saúde mental e física de nossos policiais, que vivem com um nível alto de estresse e manifestam traumas comparados aos de soldados em áreas de guerra”, disse a Diretora que é é mestre em Estudos de Conflito e Paz pela Universidade de Uppsala, na Suécia e especialista em Desenvolvimento Internacional pela Universidade de Oslo, na Noruega.

Clique aqui e leia a matéria completa

 

19.10.2017

O que está acontecendo com o Rio de Janeiro?

Um desabafo sobre o caos econômico, político e social sem precedentes que assola o Estado do Rio de Janeiro – Extraído do Blog ‘Sou Servidor'.

“NÃO PAGAMENTO, CALOTE NOS SERVIDORES, DESEMPREGO E VIOLÊNCIA SEM CONTROLE – CAOS NO RIO DE JANEIRO

É mais do que CAÓTICA a situação do Estado do Rio de Janeiro. O DESGOVERNO PEZÃO dá seguimento ao DESGOVERNO CABRAL, sob o olhar conivente e omisso do DESGOVERNO MICHEL TEMER.

CORRUPÇÃO, INCOMPETÊNCIA, INAÇÃO, CALOTE E DESRESPEITO, são marcas visíveis, desse período SOMBRIO  que o Rio de Janeiro tem dificuldade de atravessar e superar.

Dá para imaginar o que um TURISTA PENSA e decide, quando vê imagens de UNIDADE DE SAÚDE ser INVADIDA por 50 HOMENS ARMADOS, que exigem atendimento para um traficante BALEADO, roubam uma AMBULÂNCIA e sequestram um MÉDICO, percorrem QUILÔMETROS sem serem interceptados ou seguidos pela POLÍCIA, que não aparece. 

Fácil de entender, o RIO DE JANEIRO está com seu aparato de SEGURANÇA DESTRUÍDO. 

Não tem efetivo, não tem PLANEJAMENTO, não tem praticamente NADA. O GOVERNO DO ESTADO paga os salários da SEGURANÇA em dia, para evitar uma REBELIÃO que o ameace, mas, quanto à segurança pública de verdade, a população que se lixe, e os policiais que se safem de serem assassinados.

O JORNAL UOL traz matéria falando sobre o desemprego no Rio de Janeiro: Na pior crise de sua história, Rio tem mais de 1 milhão de desempregados

Quanto aos servidores públicos do Estado do Rio de Janeiro, estes seguem AMARGANDO quase DOIS ANOS SEGUIDOS DE CALOTE E SOFRIMENTO. A incompetência e descontrole, somadas a uma falta de sensibilidade e arrogância sem precedentes desse DESGOVERNO que é o de Fernando Pezão, lançaram uma MASSA de 460 MIL famílias, na miséria e no desespero. 

O SERVIDOR PÚBLICO do Rio é hoje, um profissional que não tem condições de trabalho, não tem condições de chegar ao trabalho e não tem psicologicamente condições de exercer seu trabalho. Aposentados e Pensionistas, relegados ao ABANDONO, estão morrendo a míngua, e sendo SEPULTADOS no silêncio da indiferença.

Ao jornal Extra do Rio de Janeiro, Pezão disse de forma "informal', que não sabe se vai pagar alguma coisa de salário essa semana. ELE DEVE AGOSTO PARA 15 MIL SERVIDORES, E SETEMBRO PARA 270 MIL. Inaceitável que até amanhã, não QUITE AGOSTO e não reduza o CALOTE DE SETEMBRO.

Lamentável dizer, mas, estamos entregue às BARATAS”.

 

18.10.2017

Aprovada lei que agiliza concessão de pensão a familiares de Agentes de Segurança

Os familiares de Agentes de Segurança mortos em serviço terão pensões concedidas com mais rapidez. Este é o objetivo do Projeto de Lei 2.207/16, que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) aprovou ontem (17), em segunda discussão. Uma das principais determinações do projeto é que os documentos necessários para o requerimento do benefício - como o exame cadavérico e registro de ocorrência - sejam enviados pela polícia diretamente ao órgão responsável pela pensão.

Atualmente os parentes do agente são responsáveis por obter os documentos. Os autores do projeto são os deputados Martha Rocha, Zaqueu Teixeira, Paulo Ramos, Wagner Montes e Flávio Bolsonaro.

Nossa intenção é diminuir o sofrimento das famílias que, na maioria das vezes, enfrentam uma enorme burocracia, aumentando ainda mais a dor da perda”, afirma Martha Rocha.

A proposta seguirá para o Governador Luiz Fernando Pezão, que terá até 15 dias úteis para decidir pela sanção ou veto. A norma valerá para Bombeiros Militares, Agentes Penitenciários da SEAP e Agentes do DEGASE, além de Policiais Civis e Militares.

Fonte: O Dia

PROJETO DE LEI Nº 2207/2016


EMENTA: “DISPÕE SOBRE A CELERIDADE DE TRAMITAÇÃO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO DE CONCESSÃO DE PENSÃO POR MORTE DE POLICIAL, CIVIL OU MILITAR, FALECIDO EM SERVIÇO OU EM RAZÃO DE SUAS FUNÇÕES”.

 

Autor (es): Deputados MARTHA ROCHA, ZAQUEU TEIXEIRA, PAULO RAMOS, WAGNER MONTES, FLAVIO BOLSONARO

A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLVE:

Art. 1º Esta Lei dispõe sobre a celeridade de tramitação do processo administrativo de concessão de pensão por morte de policial, civil ou militar, falecido em serviço ou em razão de suas funções. 

Art. 2º Fica assegurada ao beneficiário de pensão por morte de policial, civil ou militar, falecido em serviço ou em razão de suas funções, a razoável duração do processo administrativo que conceda o benefício e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação.

Art. 3º O processo de habilitação à pensão especial, de que trata esta Lei, é considerado de natureza urgente e tem início com o requerimento do interessado, devendo o auto de exame cadavérico (AEC), o registro de ocorrência (RO) e a decisão da sindicância ser enviados diretamente ao órgão onde tramite o pedido de pensão por morte, no menor prazo possível, em observância ao disposto no artigo anterior.

Art. 4º É assegurado ao dependente do policial morto em serviço ou em razão de suas funções o direito de que os documentos de que trata o art. 3º, desta Lei, sejam enviados pela Administração ao órgão responsável pela concessão do benefício, sem que o beneficiário tenha que obtê-los por meio próprio.

Art. 5º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Plenário Barbosa Lima Sobrinho, 27 de outubro de 2016.

DEPUTADA MARTHA ROCHA

DEPUTADO ZAQUEU TEIXEIRA

DEPUTADO PAULO RAMOS

DEPUTADO WAGNER MONTES

DEPUTADO FLÁVIO BOLSONARO

 

JUSTIFICATIVA

Trata-se de Projeto de Lei que “DISPÕE SOBRE A CELERIDADE DE TRAMITAÇÃO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO DE CONCESSÃO DE PENSÃO POR MORTE DE POLICIAL, CIVIL OU MILITAR, FALECIDO FALECIDO EM SERVIÇO OU EM RAZÃO DE SUAS FUNÇÕES”.

Esta Lei tem por objetivo assegurar ao beneficiário de pensão por morte de policial, civil ou militar, falecido em serviço ou em razão de suas funções, a razoável duração do processo administrativo, inclusive, garantindo-se os meios para a celeridade de sua tramitação.

Desta forma, pretende-se minorar a dor sofrida pelo dependente, que já acometido do sofrimento pela perda ente querido, ainda precisa peregrinar por diversos órgãos das instituições policiais, a fim de conseguir a documentação necessária ao deslinde do processo.

Prevê, ainda, que o auto de exame cadavérico (AEC), o registro de ocorrência (RO) e a decisão da sindicância, que são documentos essenciais ao andamento do processo, devem ser enviados diretamente ao órgão onde tramite o pedido de pensão por morte, impedindo, assim, a peregrinação do familiar por diversos órgãos.

Por estas razões, conclamo os nobres parlamentares a aprovarem essa justíssima proposição.

 

18.10.2017

Policiais do BPCHQ são homenageados no Palácio Guanabara

A foto a seguir trata-se de uma justa e merecida homenagem do Governo do Estado do Rio de Janeiro aos nove Policiais Militares do BPChq (Batalhão de Choque) que no dia 26 de agosto libertaram, no Santo Cristo, Região Portuária, uma família que havia sido sequestrada em Jacarepaguá.

A ação que culminou com a libertação das vítimas teve a participação dos Cabos André Luiz Ferreira Eugênio da Silva, Maxwel Gimenes Barbosa, Marcos Fernandes Aranha, Diego Rodrigues Ferreira e Fábio Vicente de Souza e dos Soldados Rodrigo de Albuquerque Lins, Aelson Isaías dos Santos, Glauber Barbosa de Mello Souza e Brayan Motta Novo. Acompanhados do Comandante do BPChq, Coronel Jorge Fernando de Oliveira Pimenta, os Policiais homenageados foram recebidos no gabinete do Governador Luiz Fernando Pezão, no Palácio Guanabara, na última segunda-feira (16).

O ato de bravura dos Policiais do BPChq também foi reconhecido dias depois do episódio pelo próprio empresário paulista José Alexis Begahini de Carvalho, que fez questão de vir ao Rio para abraçar pessoalmente cada um dos heróis que o salvaram. O empresário e seu filho Alexis foram resgatados de um carro onde estavam em poder de três criminosos, todos presos em flagrante.

Fonte: PMERJ

 

17.10.2017

Projetos que atingem servidores chegam em breve ao Congresso 

O Governo Federal tenta enviar ao Congresso Nacional em breve — após a votação da segunda denúncia contra o Presidente Michel Temer pela Câmara, no fim deste mês — as propostas que afetam 'em cheio' os Servidores Públicos. Entre elas, a que aumenta a alíquota previdenciária de 11% para 14%. O Funcionalismo classifica as medidas como "desmonte do serviço público" e promete forte reação ao governo.

Clique aqui e leia a matéria completa

 

16.10.2017

Mais um HERÓI tombado no cumprimento do dever

O Policial Militar Jorge da Silva Brandão é a 108º vítima da violência que assola o Estado do Rio de Janeiro. Lotado na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Mangueira, o Sargento foi morto após reagir a uma tentativa de assalto contra o dono de um parque de diversões (que também morreu), próximo ao Shopping Grande Rio, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O PM tinha 42 anos, era casado e deixou cinco filhos.

Quando morre um Policial, também morre um pedaço da sociedade. A Segurança Pública do Rio de Janeiro está entregue às traças. Lamentável, injustificável o número de PMs mortos. A AME/RJ se solidariza com os familiares e amigos do Sargento Brandão.

 

11.10.2017

E a barbárie continua: Dois PMs são assassinados no Rio de Janeiro em menos de 24h

Na noite de terça-feira (10),  o Sargento da Polícia Militar Marcelo Galvão foi assassinado durante um assalto, no bairro Jardim Alzira, em Queimados, Baixada Fluminense. Por volta das 20h15, de acordo com testemunhas, dois bandidos o abordaram e mataram com pelo menos 15 tiros. O Policial era lotado no 24º BPM (Queimados).

Na manhã desta quarta-feira (11) outro PM também foi morto durante um assalto. O Cabo Marcos dos Santos Bernardo de Lanna foi abordado por bandidos que queriam roubar seu carro na Praia da Bandeira, Ilha do Governador. Durante a ação, os assaltantes encontraram a arma do policial no interior do veículo e, logo em seguida, atiraram. O militar, lotado na 4ª Unidade de Polícia Pacificadora, do 4º BPM (São Cristóvão), morreu na hora. De acordo com informações do 17º BPM (Ilha do Governador), o Cabo de Lanna estava à paisana e de folga no momento do crime.

Com esses casos, sobe para 107 o número de Policiais Militares assassinados no Estado do Rio só em 2017.

Fonte: Extra

A redução de homicídios tem que começar pela redução da letalidade das polícias. Primeiro porque a Polícia é o Estado, e segundo porque não podemos conviver com o alto índice de letalidade das políticas num Estado Democrático de Direito. E quando isso acontecer, teremos uma diminuição da vitimização de policiais. Uma coisa está ligada à outra, ainda mais com essa política pública manchada de sangue. Se a gente não botar o dedo nessa ferida, vamos continuar produzindo esses números vergonhosos". Palavras do Coronel Ibis silva, ex Comandante-Geral da PMERJ. Segundo ele “o Estado é principal culpado por todas essas mortes”.

 

06.10.2017

Coronel José Vicente Filho critica PMERJ mais uma vez

José Vicente da Silva Filho, Coronel da Reserva da Polícia Militar de São Paulo e Especialista em Segurança, teceu novamente duras críticas a Polícia Militar do Rio de Janeiro. Ele e mais cinco autoridades foram indagados pelo Jornal O Dia a respeito de estratégias que podem ser utilizadas para a redução de crimes que afligem a população. O Especialista disse que “há muita choradeira em relação ao efetivo, já que o Rio possui “30% a mais de policiais do que São Paulo, que tem uma população maior”.

“A polícia precisa ter uma presença mais impactante. Não adianta [a polícia] ficar só rodando em viaturas”, disse o Coronel José Vicente Filho.

Clique aqui e leia a matéria completa

 

05.10.2017

Recadastramento FUSPOM -  PMs Ativos, Inativos e Dependentes (Fase 3 e 4)

 

02.10.2017

FENEME participa de Seminário Brasileiro de Segurança Pública

Como parte das atividades da 33º edição dos Jogos Acadêmicos das Polícias e Bombeiros Militares do Brasil, a Academia Policial Militar do Guatupê (APMG) promoveu em Curitiba, o Seminário Brasileiro Acadêmico de Segurança Pública. Cerca de 800 Oficiais e Praças do Paraná, São Paulo e outros Estados participaram das palestras, sendo um dos convidados, o Presidente da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), Coronel Marlon Teza.

Clique aqui e leia a matéria completa

 

29.09.2017

Atividades Legislativas da FENEME (18 - 22 SET)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ‘NOTÍCIAS DE BRASÍLIA’, com informações de interesse envolvendo a Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 18 a 22 de setembro do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento completo

 

29.09.2017

Atividades Legislativas da FENEME (11-15 SET)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ‘NOTÍCIAS DE BRASÍLIA’, com informações de interesse envolvendo a Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 11 a 15 de setembro do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento completo

 

29.09.2017

Em meio a protestos, ALERJ aprova lei que libera Estado a pegar empréstimo

Casa aprovou projeto que permitirá implementação da Recuperação Fiscal

Por 38 votos favoráveis e dois contrários, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio (ALERJ) aprovou texto substitutivo ao Projeto de Lei 3.418/17, do Executivo, que autoriza aditivos nos contratos de financiamento da dívida com a União. As alterações incluem a mudança no cálculo de juros e a extensão do prazo de pagamento, de 2029 para 2049, determinadas pelas leis complementares 148/14 e 156/16, respectivamente. Segundo o Governo do Estado, a aprovação é o último requisito para que o Regime de Recuperação Fiscal (RRF), criado pela Lei Complementar 159/17, seja implementado. O texto seguirá para o Governador Luiz Fernando Pezão, que terá até 15 dias úteis para sancioná-lo.

Com isso, a expectativa é que o edital para o empréstimo emergencial de R$ 3,5 bilhões ao estado seja publicado nos próximos dias. Os recursos serão usados para regularizar o pagamento de servidores e fornecedores do estado. A operação dará como garantia ações da CEDAE, com prazo até 2020 para que a companhia seja privatizada.

Redução na dívida. Antes da votação os líderes partidários discutiram as 32 emendas propostas ao projeto. Destas, seis foram incluídas no texto, buscando dar mais transparência às mudanças nos contratos, que deverão ser encaminhados à ALERJ em 30 dias. A reunião contou com a participação de Técnicos da Secretaria de Estado de Fazenda (SEFAZ), que explicaram que desde junho de 2016 o Rio já usufrui dos benefícios das leis 148 e 156, por força de uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF).

Além da extensão do prazo de pagamento, essas leis incluem a mudança no indexador da dívida do Rio com a União, que deixa de ser o Índice de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o que reduz essa parte da dívida estadual de R$ 63 para R$ 61 bilhões. Apesar da decisão do STF garantir esses benefícios ao Rio, o Ministério da Fazenda exige que o estado homologue formalmente as alterações para que o RRF seja de fato implementado.

Recuperação Fiscal. Assinado no início de setembro, o RRF prevê a suspensão do pagamento da dívida do Estado com a União por três anos, com a retomada gradual por igual período. Estão previstas ainda uma série de medidas de contenção de despesas e aumento de arrecadação, com impacto total de R$ 62 bilhões. A ALERJ votará nos próximos dias outros três projetos que buscam aumentar as receitas estaduais, alterando regras de ICMS, imposto sobre heranças (ITD) e pagamento de precatórios.

Fonte: ALERJ

 


28.09.2017

Corpo de Bombeiros do Rio é destaque em Congresso Internacional

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBMERJ) foi um dos destaques do Congresso Internacional de Bombeiros e Emergência (CIBE), realizado em Goiânia, nos dias 13 e 14 de setembro. O evento, organizado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Goiás, reuniu cerca de 20 mil participantes de diversos países.

O Centro de Instrução Especializada de Bombeiros (CIEB) do CBMERJ coordenou uma oficina de resgate em espaços confinados para bombeiros militares, bombeiros civis, engenheiros de segurança do trabalho e técnicos de segurança do trabalho. O treinamento, com duração total de 16 horas, trabalhou técnicas de detecção de gases e ventilação mecânica, sistemas horizontais e verticais de resgate, dispositivos de extração rápida, entre outros.

 - A troca de informações é fundamental. As estatísticas mostram que aproximadamente 66% dos acidentes em espaços confinados acontecem durante as tentativas de resgate. Logo, é preciso investir no aprimoramento das técnicas de salvamento. Nesse tipo de ocorrência, é essencial preparo físico, técnico e psicológico - afirmou o Capitão Fábio Contreiras, Coordenador do CIEB e Instrutor da Oficina.

Clique aqui e veja mais fotos do CIBE 2017

 

26.09.2017

Guerra na Rocinha: criminosos saíram da cadeia com autorização da Justiça

Parte dos bandidos que estão em guerra hoje na Rocinha foram libertados da cadeia com autorização de Justiça. Na lista está a mulher de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, o chefe do tráfico na favela, e oito criminosos de sua quadrilha. Um deles é Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, acusado de ser um dos responsáveis pela guerra hoje na Rocinha. Danúbia de Souza Rangel, mulher de Nem, foi solta pelo Desembargador Siro Darlan em março do ano passado. Na semana seguinte, ela foi julgada e condenada a 28 anos de prisão por tráfico de drogas, associação com o tráfico e corrupção. Passou, então, a ser foragida e nunca mais foi presa.

Clique aqui e assista ao vídeo

 

25.09.2017

Cumprimentos da AME/RJ ao novo Comandante-Geral dos Bombeiros

A AME/RJ cumprimenta o Coronel Roberto Robadey pela assunção ao honroso cargo de Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, ao mesmo tempo desejando uma gestão repleta de grandes realizações em favor da Categoria e de nosso Estado.

Na oportunidade, queremos consignar que nosso objetivo maior é o de apoiá-lo ininterrupta e incondicionalmente. Gostaríamos que considerasse a AME/RJ como prolongamento do Gabinete de V.Sa, por ser este o nosso sentimento.

Por derradeiro, auguramos ao Grande Arquiteto do Universo para que lhe proporcione sabedoria, equilíbrio, saúde, coragem e bênçãos hoje e sempre, extensivas aos seus entes queridos e a toda a sua equipe de trabalho.

Cordial e Fraternalmente,

Diretoria da AME/RJ

Gestão 2017-2019

 

21.09.2017

TJ de São Paulo cassa liminar que suspendeu a resolução do TJM do mesmo Estado

Na data 12 de setembro de 2017, o Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo cassou a liminar que suspendia a Resolução nº 54 do Tribunal de Justiça Militar, que determina a Polícia Militar o fiel cumprimento da Constituição, da Lei federal Decreto-Lei nº 1002 de 1969, Código de Processo Penal Militar e da decisão do Supremo Tribunal Federal na ADI 1494, que julgou essa matéria.

A partir dessa decisão, o respeito à Constituição, à Lei e ao Supremo é restabelecida, e a Resolução nº 54 do TJM e a Portaria nº 1 de 2017 do Conselho Nacional dos Comandantes Gerais e Nota Técnica da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais - FENEME (conjunta) publicada na revista da Associação dos Magistrados da Justiças Militares Estaduais - AMAJME estão em pleno vigor, garantindo o poder de investigação da polícia judiciária militar nos crimes dolosos contra a vida.

Acompanhe também: http://www.conjur.com.br/2017-set-13/norma-permite-pm-mexa-cena-crime-volta-valer

Clique aqui para ver a Nota Técnica

 

21.09.2017

NOTA TÉCNICA - Atuação urgente das Entidades e demais Oficiais em votação de Projeto de Lei

Prezados dirigentes de entidades filiadas à Federação de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) e demais Oficiais,

Solicitamos atuar conforme abaixo:

NOTA TÉCNICA

ASSUNTO: PL nº 1208/2011, que teve origem no Senado Federal, PLS nº 385/2008, de autoria do Senador Antônio Carlos Valadares - PSB/SE

CONTEÚDO DO PROJETO: Altera o art. 5º da Lei nº 9.796, de 5 de maio de 1999, que dispõe sobre a compensação financeira entre o regime geral de previdência social e os regimes de previdência dos servidores da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, nos casos de contagem recíproca de tempo de contribuição para efeito de aposentadoria; e revoga o art. 12 da Lei nº 10.666, de 8 de maio de 2003.

APENSADO: PL 6987/2013 – Autor: Ademir Camilo - PROS/MG – mesmo conteúdo do PL 1208 de 2011

HISTÓRICO: O Relator na comissão de Seguridade Social da Câmara (Deputado Sola – PT-BA), atendendo pedido do Secretário de Administração da Bahia, apresentou parecer em forma de substitutivo ao Projeto de Lei nº 5838 de 2016, do Deputado Moses Rodrigues – PMDB-CE, e incluiu nesse projeto os Militares Federais e Estaduais.

Em reunião com o Deputado Moses-CE e o Deputado Cabo Sabino-CE foi definido e retirado o Projeto de Lei nº 5838 de 2016, para não tratar os Militares numa proposta de Servidores Públicos, uma vez que Militar não tem Regime Previdenciário similar ao Servidor Público. Mesmo retirando o Projeto 5838 de 2016, que dava fundamento ao Relator, ainda assim, o referido Relator manteve o texto incluindo mesmo não ser Servidor Militares na proposta.

CONSEQUÊNCIAS PARA OS MILITARES DOS ESTADOS E DO DISTRITO FEDERAL, E OS MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS:

- Institui por Lei Regime Previdenciário para os Militares, que não existe na Constituição Federal;

- Institui por Lei Contribuição Previdenciária para os Militares, que não existe na Constituição Federal;

- Condiciona a contagem recíproca de contribuição e tempo dos regimes, se comprovada a contribuição e a compensação financeira entre os entes;

Portanto, faz Emenda Constitucional via lei ordinária, flagrantemente inconstitucional, violando todo o trabalho desempenhado na PEC 287, Reforma da Previdência.

MEDIDAS PROPOSTAS:

1. Apresentar voto em separado rejeitando o parecer do Relator e aprovando o projeto oriundo do Senado Federal (PL nº 1208/2011), que altera a Lei nº 9.796, de 5 de maio de 1999, que trata exclusivamente de Servidor Público e não dos Militares;

2. Contato com todos os membros da comissão de seguridade social e família, relação anexa, para que apoiem o voto em separado que será apresentado.

Segue anexo:

1. Relação de membros da comissão a contatar;

2. Voto em separado que deve ser apresentado e defendido.

Solicitamos dentro do possível o retorno dos contatos mantidos.

A DIRETORIA.

Clique aqui para ver os anexos supracitados

 

20.09.2017

Nota de esclarecimento do Comandante-Geral da PMERJ

Esclarecimento do Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Coronel Wolney Dias, sobre os acontecimentos ocorridos entre facções rivais na Favela da Rocinha.

Eis a nota:

"Sobre os últimos confrontos entre facções rivais de criminosos na comunidade da Rocinha, na Zona Sul, o Comando-Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro vem a público esclarecer algumas informações.

A Coordenadoria de Inteligência da PMERJ tinha informações sobre a possibilidade de confrontos armados na Rocinha, assim como monitora inquietações entre grupos rivais em outras comunidades do estado. Contudo, dificilmente os dados coletados revelam com precisão datas e horários de possíveis invasões. Seria tecnicamente inviável montar uma estratégia de policiamento preventivo, com o emprego de centenas de homens, para evitar invasões numa região metropolitana que contabiliza mais de mil comunidades conflagradas.

No domingo de manhã, a PMERJ reforçou o contingente de policiais na Rocinha para intervir na guerra que se iniciava entre criminosos e estabilizar o terreno, seguindo protocolo técnico de atuação que nos orienta a priorizar a preservação de vidas. A partir da madrugada desta segunda-feira, a Corporação empreendeu operações planejadas com a participação de policiais de unidades especializadas e com apoio de agentes da Polícia Civil para identificação e prisão de criminosos, assim como apreensão e acautelamento de armas e munições. Vale ressaltar que essas operações se estenderam ainda a outras comunidades, de onde partiram comboios de criminosos armados para retomar pontos de venda de drogas na Rocinha. O reforço de policiamento na Rocinha será mantido por tempo indeterminado.

A respeito dos vídeos mostrando a fuga e circulação de criminosos, a Polícia Militar esclarece que as imagens estão sendo analisadas pelo setor de inteligência da Corporação. Essas imagens ratificam a tese defendida pelo Comando da PMERJ de que a sociedade brasileira precisa rever sua estratégia de repressão ao tráfico internacional de armas, como também discutir profundamente uma mudança no código de processo penal.

É inadmissível interpretarmos com naturalidade a cena de criminosos portando fuzis com alto poder de destruição. Em qualquer país civilizado, esses criminosos seriam enquadrados como terroristas".

Fonte: PMERJ 

 

13.09.2017

Atividades Legislativas da FENEME (28 AGO – 01 SET)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ‘NOTÍCIAS DE BRASÍLIA’, com informações de interesse envolvendo a Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 28 de agosto a 1º de setembro do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento completo

 

13.09.2017

Policiais do Rio correm mais risco de morte que policiais de SP

O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ), que investigou mortes de policiais, concluiu que agentes do Estado do Rio correm seis vezes mais risco de morrer do que policiais de São Paulo. A informação foi passada aos deputados que integraram à CPI pela pesquisadora da Maria Cecília de Souza Minayo, da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). De acordo com a especialista, o Rio alcançou, em 2014, uma taxa de 265 mortes por 100 mil policiais. Já em São Paulo, no ano anterior, a mesma taxa foi de 41,8 por 100 mil policiais.

Clique aqui e leia a matéria completa

 


11.09.2017

FENEME recebe visita de Adidos Policiais da França, Espanha e Itália

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), através do seu Presidente Coronel Marlon e do Diretor de Assuntos Parlamentares, Coronel Miler, realizaram palestra aos Comandantes Gerais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar durante a Reunião do CNCG – Conselho Nacional de Comandantes Gerais PM/BM que ocorreu no dia 31 de agosto, no Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília-DF.

Na ocasião, ambos descreveram as ações da FENEME, destacando os projetos de interesse para a Segurança Pública e Instituições Militares Estaduais e do DF e seus integrantes, que estão tramitando no Congresso Nacional, bem como de várias ações da Federação, dentre as quais ações judiciais de interesse.

No mesmo dia, a sede da FENEME recebeu a visita dos Adidos Policiais da Itália: Coronel Carabinieri Fabrizio; da França: Capitão Gendarme Filipe Joaquim; e da Espanha: Major-Comandante Guarda Civil José Angel. Na ocasião, foram trocadas experiência das Polícias Militares acima mencionadas e a Polícia Militar Brasileira, um pouco de seus respectivos históricos e associativismo nas referidas instituições militares.

Ficou também definido que haverá outros encontros para a troca de experiências.

Clique aqui e veja mais fotos do evento

Fonte: FENEME

 

06.09.2017

Governo do RJ promete quitar salários de servidores em até 60 dias

De acordo com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, os salários de Servidores Ativos, Inativos e Pensionistas deverão ser regularizados em até 60 dias. A declaração foi dada durante a cerimônia de apresentação do Plano de Recuperação Fiscal. Com a regularização do processo, o Rio poderá contrair empréstimos de até R$ 3,5 bilhões. A expectativa é a de que os pagamentos voltem a acontecer em prazos regulares.

Clique aqui e leia a matéria completa

 

05.09.2017

Homologado Decreto de Recuperação Fiscal do Estado do RJ

Presidente da República em exercício, o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, homologou nesta terça-feira (5) o acordo de Recuperação Fiscal do Estado do Rio de Janeiro com a União. Entre outros pontos, o plano prevê ajustes de R$ 63 bilhões até 2020, aumento de receitas, redução de despesas, empréstimos e suspensão da dívida do Estado com a União. Ao aderir ao regime fiscal, o Governo do Rio projeta ter condições de enfrentar a crise financeira que assola o Estado, tendo como uma das prioridades colocar em dia o salário dos servidores públicos.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

05.09.2017

"Preferiria dinheiro do RAS às Forças Armadas”, diz Secretário de Segurança do RJ

Durante uma audiência pública realizada na Assembleia Legislativa (ALERJ), o Secretário de Segurança do Rio de Janeiro, Roberto Sá, disse que não pediu a vinda das Forças Armadas para o Estado e que preferiria dinheiro para pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS). Ainda segundo ele, enquanto estiver no cargo, as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) não irão acabar.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

04.09.2017

Vencida burocracia, Rio de Janeiro assina Recuperação Fiscal nesta terça-feira

O Estado do Rio de Janeiro e a União agendaram para amanhã (5), solenidade para a homologação do Regime de Recuperação Fiscal do Estado. O Governador Luiz Fernando Pezão e o Presidente em exercício, Rodrigo Maia, serão os responsáveis pelo o início do regime diferenciado para o Rio de Janeiro. Não está definido, porém, o local da assinatura, que pode acontecer no Rio ou em Brasília.

Com isso, começam a valer, a partir da publicação da homologação, medidas fiscais que, segundo o Governo do Rio, darão alívio às contas públicos. Questões como a liberação no pagamento de dívidas com a União e o fim de arrestos e bloqueios das contas estaduais são algumas das vantagens.

Outra garantia obtida pelo Rio será a liberação para contrair empréstimos bancários. Essa liberação vai permitir, por exemplo, o leilão que dará como garantia as ações da CEDAE. O Estado espera obter, com a operação, até R$ 3,5 bilhões, valor que pagará o décimo terceiro de 2016 e mais as folhas futuras.

A Recuperação Fiscal tem duração de três anos e o prazo é prorrogável pelo mesmo período. A partir da adesão ao Regime, o efeito mais imediato para o Estado será o do empréstimo, pois possibilitará acertar a folha do Funcionalismo.

Fonte: G1

 

04.09.2017

PM de São Paulo revoga licitação internacional para compra de armas

O Comando da Polícia Militar de São Paulo decidiu revogar a licitação internacional, ainda em andamento, para compra de 5.000 pistolas .40 destinadas aos policiais do Batalhão de Choque. A revogação ocorre em meio a suspeitas de direcionamento na disputa, que estão sendo investigadas pela Corregedoria da instituição desde julho passado.

A decisão de cancelamento da licitação – antes mesmo de sua conclusão– foi tomada após questionamentos feitos pela FOLHA sobre possíveis irregularidades na disputa. Essa é a primeira licitação aberta para a compra de armas após 20 anos de monopólio de fabricante nacional.

O inquérito da Corregedoria foi aberto após denúncia de oficiais da própria instituição que afirmam haver indícios de "cartas marcadas". O edital teria sido montado de forma tal a favorecer a empresa italiana Beretta. As denúncias de oficiais foram feitas em julho, quando nenhuma empresa tinha ainda apresentado propostas de venda – o que ocorreria somente no mês seguinte.

As dúvidas cresceram no dia 9 de agosto, quando só duas empresas entregaram proposta: a italiana e a turca Girsan, conhecida no setor por fabricar armas licenciadas da própria Beretta. Em 18 de agosto, porém, a empresa turca foi desqualificada do processo ao não conseguir entregar nem as dez pistolas necessárias para a etapa de testes.

Depois disso, a italiana Beretta passou a depender somente de si mesma para vencer. A empresa precisaria entregar em 24 de agosto a dezena de pistolas para ser submetida a provas. Essa entrega não irá mais acontecer. A revogação será feita pela PM antes que a Beretta deposite os valores da munição para testes – algo em torno de R$ 260 mil.

Entenda o caso. A Polícia Militar de São Paulo desiste de licitação para compra de armas em meio a suspeitas de favorecimento.

OUT.2016 – Empresa brasileira Taurus, que tinha o monopólio da venda de pistolas para a PM há 20 anos, é proibida de participar de novas licitações após problemas em uma concorrência.

MAR.2017 – PM realiza audiência pública com sete empresas para anunciar especificações das armas que pretende adquirir. Estado abre concorrência internacional para a compra de 5.000 pistolas.

JUL.2017 – Corregedoria abre investigação por suspeita de direcionamento em benefício da Beretta.

9.AGO.2017 – Apenas duas oferecem seus produtos: a italiana Beretta, por R$ 1.609, e a turca Girsan, por R$ 1.176 -elas são conhecidas por serem parceiras.

18.AGO.2017 – Girsan não consegue apresentar dez armas necessárias para testes no prazo e é desclassificada.

23.AGO.2017 – Após questionamento da FOLHA, PM desiste de licitação.

Restrição. Um novo edital deve ser lançado pela Corporação nos próximos dias. Ele deverá ser menos restritivo que o documento atual e, assim, com a possibilidade de atrair mais empresas interessadas.

Sobre o possível direcionamento, oficiais ouvidos pela FOLHA afirmam que a Beretta possui armas com qualidade reconhecida e tem condições de vencer qualquer disputa.

Ocorre, porém, que o edital foi redigido com exigências sem justificativas técnicas plausíveis, o que só dificultou a participação de diferentes empresas concorrentes. O próprio representante da empresa italiana no país, Carlos Aberto Churiquiello, disse à reportagem, no dia 9 de agosto, que só ela conseguiu atender em 100% o edital.

Duas dessas exigências são as que mais causaram estranheza: o carregador de munição deveria ser de totalmente de aço, e as travas externas, aparentes no corpo da arma.

Sobre a exigência de tal trava, em resposta à FOLHA, a PM havia dito que esse pedido foi feito "após extenso estudo realizado por técnicos da instituição", por ir "ao encontro do Método Giraldi de Tiro de Proteção da Vida".

Ocorre, porém, que essa explicação contradiz parecer do próprio Coronel da Reserva Nilson Giraldi, autor do método citado, que já manifestou em diferentes oportunidades ser favorável a pistolas com a trava interna.

Tanto que a norma produzida por ele, e que rege o treinamento de tiro da corporação, a M-19-PM, aponta a pistola Glock, modelo com sistema de trava interna, como "a melhor pistola semiautomática para fins policiais".

Na prática, o treinamento da PM com travas externas seria apenas uma adaptação à obrigatoriedade do uso de pistolas da Taurus – que monopolizou as vendas à PM nas duas últimas décadas.

Quanto ao carregador de aço, essa seria uma exigência para atingir principalmente a austríaca Glock, uma das melhores armas do mundo, que produz carregadores próprios revestidos de polímero. Especialistas em armas dizem que esse tipo de material deixa o equipamento mais resistente e mais seguro em relação aos produzidos apenas de aço. Ainda assim, foi vetado pela comissão da PM.

PMs ouvidos pela FOLHA também dizem que um indicativo de direcionamento da licitação está na quantidade de empresas que se apresentaram para disputar um cliente com 90 mil agentes, orçamento de R$ 14,8 bilhões ao ano e que desembolsou R$ 29 milhões em cinco anos em compra de armas.

Em março deste ano, quando a PM realizou audiência pública para apresentação das exigências técnicas para realização da compra, sete empresas foram à sessão – entre elas HK, Walther, Sig Sauer, Steyr e Glock. Nenhuma delas apresentou proposta à PM. 

A Glock até tentou, mas foi impedida de participar. Ela tentou impugnar a licitação, sob a alegação de haver exigências restritivas, mas os argumentos não foram aceitos pela PM. A austríaca tem 14 milhões de unidades vendidas em 160 países, e clientes como o FBI, Polícia Federal brasileira e até para polícias da Itália.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública do Governo Geraldo Alckmin afirmou que o processo seguiu os "requisitos previstos em lei" e a revogação ocorre em "respeito ao princípio da competitividade, uma vez que restaram apenas duas empresas no certame." Procurada, a empresa italiana Beretta não se manifestou.

O monopólio da Taurus com a PM paulista terminou no começo deste ano quando o Exército autorizou a licitação internacional, após a Taurus ser impedida de licitar com o Governo paulista.

A sanção foi imposta no final do ano passado após a Taurus vender 6.000 submetralhadoras, no valor perto de R$ 30 milhões, que continuam dentro de caixas por graves falhas de funcionamento. 

Fonte: Folha de S.Paulo


Excesso de exigências dificultou participação de empresas

 

01.09.2017

Justiça da São Paulo suspende norma limita apuração de crimes de PMs

A Resolução nº 54/2017, do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJM-SP), determina que a Polícia Militar deverá apreender todos os objetos que tenham relação com a apuração de crimes militares quando dolosos e contra a vida de civis.

Entretanto, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) concedeu uma liminar (decisão provisória), na última segunda-feira (28), para suspender a Resolução do TJM. De acordo com a Constituição, o Código de Processo Penal e a Lei 12.830/2013, compete à Polícia Civil o poder de investigar crimes dolosos contra a vida de civis praticados por militares.

A resolução foi baixada no dia 18 de agosto pelo Presidente do TJM, Silvio Hiroshi Oyama, e gerou muita polêmica. A cúpula da Polícia Civil, Ministério Público do Estado de SP (MP-SP) e Entidades de Classe que representam Delegados entraram com ações e pedidos para suspender a norma.

Segundo o Desembargador Silveira Paulilo, que concedeu a liminar, há fundamento relevante no pedido, pois a Constituição (artigos 5º, XXXVIII, “d”; 125, parágrafo 4º; e 144, parágrafo 4º), o CPP (artigo 6º) e a Lei 12.830/2013 (artigo 6º) fixam a competência do tribunal do júri para crimes de militares contra a vida de civis. Além disso, o Magistrado avaliou que o cumprimento da Resolução 54/2017 poderia prejudicar investigações de crimes cometidos por Policiais Militares paulistas.

Fonte: Agência Brasil Consultor Jurídico

Clique aqui para ler a decisão (liminar) na íntegra

Clique aqui para ler a Resolução 54/2017


01.09.2017

FENEME cumpre agenda em Salvador

No dia 17 agosto de 2017 o Presidente da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), Coronel Marlon, cumpriu agenda em Salvador - Bahia, visitando e se reunindo com o Presidente da Associação de Oficiais Militares da Bahia (FORÇA INVICTA), Major Elsimar, e seus Diretores.

Além de reunião, na sede entidade filiada à FENEME, foram discutidos vários temas de interesse dos Militares da Bahia e do Brasil, sendo realizado um panorama e exposto as estratégias da Federação para, em conjunto com todas as filiadas, enfrentá-los de forma adequada.

Também, no mesmo dia, uma comitiva de Oficiais, acompanhando os presidentes, cumpriram agenda na Assembleia Legislativa e no Quartel do Comando Geral, nos aflitos, onde foram recebidos pelo Comandante Geral da PM-BA Coronel Anselmo. Foi exposto o trabalho que a FENEME e a FORÇA INVICTA vem realizando, bem como foram tratados de temas importantes para as instituições militares estaduais e seus integrantes.

Fonte: FENEME


Clique aqui e veja mais fotos do evento

 

01.09.2017

Com apoio da FENEME, Associação PM/BM do Paraná realizou curso de Assessoria Parlamentar

De 21 a 24 de agosto de 2017 a Associação de Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná (ASSOFEPAR), com apoio da Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), realizou o curso de assessores parlamentares para oficiais, em Curitiba - Paraná.

Durante o curso, além de disciplinas ministradas em sala de aula, houve visitas a Assembleia Legislativa Paranaense, destacando visitas a parlamentares, visando estreitar laços entre os militares e os referidos parlamentares.

O Presidente, Diretores e Assessores da FENEME estiveram entre os palestrantes durante a semana e presentes na formatura da turma. Participaram do curso 24 Oficiais do Estado do Paraná e, como convidados, 02 Oficiais do Estado de São Paulo e 02 do Estado de Santa Catarina.

A formatura ocorreu no dia 24 de agosto, contando com a presença dos Presidentes da ASSOFEPAR (Coronel Farias), da ACORS-SC (Coronel Sell) e da FENEME (Coronel Marlon), os quais estavam acompanhados de Diretores e Assessores das respectivas entidades.

Fonte: FENEME

Veja também os links:

http://www.assofepar.org.br//pagina/244/formatura-dos-oficiais-acontece-hoje

http://www.assofepar.org.br//pagina/240/penuacuteltimo-dia-de-curso-realizado-pela-assofep

http://www.assofepar.org.br//pagina/239/curso-da-assofepar-sobre-assessoria-parlamentar-co

http://www.assofepar.org.br//pagina/238/iniciado-curso-de-assessoria-parlamentar-da-assofe

http://www.feneme.org.br//pagina/1634/assofepar-com-apoio-da-feneme-realizou-curso-de-asse

 

31.08.2017

Boechat critica Fundo Eleitoral: “banque sua campanha, político!”

O jornalista Ricardo Boechat deu uma aula de cidadania ao comentar a tentativa da Câmara Federal de impor ao país um fundo de R$ 3,6 bilhões a serem gastos, exclusivamente, em campanhas eleitorais dos políticos brasileiros.

Um cidadão que quer ser médico, engenheiro, marceneiro, jornalista estuda de manhã, de tarde, de noite, trabalha, pega dinheiro da família, o pai ajuda. Por que para ser deputado, senador, ele tem que pegar dinheiro dos outros, no caso os contribuintes? –questionou o jornalista.

Para Boechat, aquele que quer ser deputado, senador, político, tem que buscar dinheiro entre os que acreditam em seu projeto, na sua família, e meter a mão no próprio bolso.

Clique aqui e assista ao vídeo.

 

31.08.2017

Esclarecimento sobre extinção da Coordenação de Atendimento no RJ

Em um e-mail enviado pelo Tenente-Coronel PM RR Paulo Fontes, o Sócio da AME/RJ pede à Coordenação Geral de Gestão de Pessoal Civil e Militar esclarecimentos sobre uma possível extinção da Coordenação de Atendimento no Rio de Janeiro. 

Em 28 de agosto de 2017, Patrícia Maria de Sousa Pedreira escreveu:

Prezado Coronel Paulo, boa tarde!

Em atenção a mensagem encaminhada, esclareço que é improcedente a informação quanto à extinção da Coordenação de Atendimento no Rio de Janeiro. O que está ocorrendo são mudanças definidas no âmbito deste Ministério, no sentido de melhorias no atendimento e otimização dos processos de trabalho desta Coordenação-Geral. Desta forma, não se preocupe, pois a Coordenação de Atendimento no Rio de Janeiro permanece em funcionamento normal de suas atividades, no mesmo endereço, horário de atendimento, e atendendo a todos os reformados e pensionistas vinculados a este Órgão, com compromisso e presteza.

Atenciosamente,

Patrícia Maria de Sousa Pedreira

Coordenadora-Geral

Coordenação-Geral de Gestão de Pessoal Civil e Militar do Antigo Distrito Federal

Departamento de Órgãos Extintos/SE/MP

Tel: (61) 2020-2981

 

25.08.2017

Desembargador e parlamentares fazem visita de cortesia a AME/RJ

No último dia 21, a Associação teve a honra de receber visitas ilustres. 

A esquerda do Coronel Fernando Belo (Presidente da AME/RJ), o Dr. GERSON ARRAES, Major da Polícia Militar do Rio de Janeiro e Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça (TJ-RJ). Em seguida, o Deputado Federal MARCELO DELAROLI, ex-Policial Militar do Rio de Janeiro, integrante da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e ferrenho defensor das instituições PMERJ e CBMERJ. 

A direita do Coronel Fernando Belo, o MAJOR OLIVEIRA, Assessor Parlamentar do Comandante Geral da PMERJ.

A AME/RJ sente-se muito feliz com a visita dos nobres amigosdignos de nossa admiração, apreço e respeito. Estaremos sempre de portas abertas para recebê-los e atendê-los na melhor forma possível. Que Deus continue a protegê-los - disse o Coronel Fernando Belo.

 

25.08.2017

Logística das UPPs se agrava com a crise financeira do Estado

Quase 70% das viaturas operacionais das 39 UPPs apresentavam problemas mecânicos. 23% do total de fuzis estavam baixados e, dos coletes balísticos, 32% encontravam-se avariados. Segundo a Polícia Militar, “a perda de recursos materiais ocorre em todas as unidades da Corporação e é um desafio que está sendo enfrentado pelo comando”.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

24.08.2017

Hábitos que prejudicam a eficácia dos medicamentos

Encontrar o medicamento certo não garante, por si só, a eficácia no tratamento de doenças. O modo como ele é tomado, a frequência e até mesmo como as engrenagens do nosso corpo (ou nosso relógio biológico) reagem aos remédios em cada hora do dia, ajudam a acelerar a recuperação e a cura. A Cronofarmacologia procura descobrir em que horários há liberação de neurotransmissores e hormônios para assim usar remédios com maior eficiência. Esse é um dos motivos para levar a sério as recomendações do horário prescrito pelo médico. No entanto, outras quatro dicas podem ajudar a melhorar a eficácia dos medicamentos.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

24.08.2017

Histórias da pacificação: a policial e os animais

Na vida de um Policial Militar não existe rotina. Se o local de trabalho for às Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) aí que o cotidiano é cheio de surpresas.

Lotada na UPP Fé e Sereno, a Policial Cíntia Vargas chegava para trabalhar quando escutou choro de um cachorro vindo do lado de fora da base. Preocupada, o Soldado que exerce a função de Secretária da Unidade abriu a janela e se deparou com um filhote com o rabinho todo cheio de bicho.

Diante da cena triste, e comovida com o sofrimento do animal, a Policial viabilizou com recursos próprios a consulta veterinária e as medicações. No entanto, como na PM a relação com cachorros é estreita, a história não parou por aí.

Sem condições de estrutura domiciliar para adotar a cadela, a Policial tem arcado com as despesas de alimentação e hospedagem. Tanta dedicação e empenho curaram a filhote que agradeceu com o amor e carinho.

HISTÓRIAS DOS NOSSOS HERÓIS DE FARDA. ESSA É A PMERJ!

Fonte: Blog Cel. Erir

 

23.08.2017

Fim da pacificação? PM vai enviar 3 mil policiais das UPPs para as ruas

A Secretaria Estadual de Segurança anunciou uma reformulação no projeto de pacificação das comunidades do Rio de Janeiro. O Secretário de Segurança Pública, Roberto Sá, afirmou que as Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) permanecerão nas comunidades, mas haverá uma otimização da estratégia e disposição dos efetivos. Com as mudanças, que incluem a criação de um Batalhão de Polícia Pacificadora para a região da Penha e Alemão, na Zona Norte da Capital, a Secretaria vai liberar três mil Policiais Militares que atualmente cumprem funções administrativas nas UPPs para as ruas.

"Todas as UPPs serão mantidas na sua essência. Digo pra cada morador que acreditou, vamos continuar presentes, cumprindo o nosso serviço", disse o Secretário Sá.

"Com esse diagnóstico e melhor gestão dos recursos humanos das UPPs, será possível colocar nas ruas mais 3 mil agentes nas ruas sem que prejudique a atividade das UPPs", completou.

"Esse estudo teve origem na necessidade de remodelarmos o projeto. Esse trabalho foi iniciado no nosso Estado Maior, levou cerca de 60 dias e elaboramos a conclusão. Ele leva em consideração a realidade administrativa e operacional dentro do atua contexto da segurança pública do Estado", explicou o Comandante Geral da PM, Coronel Wolney Dias.

Segundo o Coronel Wolney, a reformulação tem seis premissas: manutenção da PM em todas as comunidades; subordinação das UPPS aos batalhões de cada área; criação de um batalhão de Policia Pacificadora para região da Penha e Alemão; CPP para de nível tático para estratégico; padronização das escalas de serviço; realocação de efetivo para a Região Metropolitana.

"A atividade fim não vai sofrer qualquer tipo de prejuízo. Não vai haver mudança no efetivo considerado essencial. Haverá a transferência de três mil homens para atividades operacionais, representa 33,3% do efetivo. A maioria desses homens desempenhavam atividades burocráticas. O importante é que vamos colocar mais três mil policiais em áreas que estavam necessitando de policiamento", acrescenta.

Fonte: G1

 

23.08.2017

Estatuto do idoso: maiores de 80 têm prioridade absoluta

O Presidente da República Michel Temer sancionou, no dia 12 de julho, a Lei 13.466/2017, que altera o Estatuto do Idoso (Lei 10.741) estabelecendo prioridade para os maiores de 80 anos. Foram alterados três artigos.

No artigo 3º, inclui o parágrafo 2º: “Dentre os idosos é assegurada prioridade especial aos maiores de oitenta anos, atendendo-se suas necessidades sempre preferencialmente em relação aos demais idosos”.

No artigo 15, inclui o parágrafo 7º: “Em todo atendimento de saúde, os maiores de oitenta anos terão preferência especial sobre os demais idosos, exceto em caso de emergência”.

No artigo 71, inclui o parágrafo 5º: “Dentre os processos de idosos, dar-se-á prioridade especial aos maiores de oitenta anos”.

O projeto saiu do Senado no dia 21 de junho e seguiu para sanção presidencial. A Relatora foi a Senadora Regina Souza (PT/PI). Ela ressaltou que em contendas judiciais é ainda mais importante a preferência para os octogenários. Os precatórios são o principal ponto em que pessoas acima de 80 anos devem ter prioridade.

Clique aqui e conheça a Lei 13.466/2017

 

22.08.2017

Jornais enaltecem projeto do Instituto Ideal Brasil

Mensagem da Presidente do INSTITUTO IDEAL BRASIL (IIB), Rosana Sodré Pazolini, e do Diretor de Esportes e treinador responsável pelo Núcleo Desportivo de Atletismo (NDA), Ormandino Barcelos, acerca da reportagem “Um salto para o futuro”, publicada nos jornais EXTRA e O GLOBO, em que exaltam o trabalho feito pelo Instituto.

À AME/RJ

Ilmo. Sr. Presidente - Cel. Carlos Fernando Ferreira Belo

A/C Vice-Presidente Administrativo - Cel. José Maria de Oliveira

“Uma imagem vale mais que mil palavras.”

Essa reportagem publicada em 19 de agosto (sábado), nos dois maiores jornais de circulação do Estado do Rio e do Brasil, Jornal EXTRA e O GLOBO, os quais são lidos centenas de milhares de cidadãos, nos credencia como um projeto com credibilidade de Inclusão Social, por meio do Atletismo.

São mais de duas décadas desde a criação do Projeto NDA – Núcleo Desportivo de Atletismo/Ideal Brasil, pelo qual já passaram mais de 6.000 crianças, adolescentes e jovens, os quais chamamos de alunos-atletas, termo este por ser um de nossos objetivos “Preenchimento saudável das horas ociosas destes jovens”, em contraturno, numa extensão pedagógica da escola.

Nestes 21 anos de projeto, foram feitas dezenas de reportagens jornalísticas e televisivas.

Centenas de jovens talentos detectados para o atletismo, que se destacaram em nosso Município, em nosso Estado do Rio de Janeiro, nacional e internacionalmente. O projeto já revelou e, ainda revela vários CAMPEÕES Brasileiros, Sul-Americanos, Pan-Americanos e pódio em Mundial.

Como o segundo objetivo do projeto é “Prevenção à criminalidade”, nunca tivemos conhecimento que algum de nossos alunos-atletas tenha se perdido para a marginalidade. Pelo contrário, as notícias deles pós projeto nos enche de orgulho e de esperança, nos indicando que estamos no caminho certo. Levar objetivos de uma vida melhor para estes jovens.

Essa caminhada e concretização dos objetivos do nosso projeto, até o presente momento não seria possível, ou se tornaria muito difícil, sem a nossa parceria.

Sendo o Instituto Ideal Brasil uma entidade sem fins econômicos e lucrativos, tornam-se fundamentais a continuidade de nossas parcerias, as quais têm suas logomarcas estampadas em nossos uniformes, e que são observadas pelas milhares de pessoas que leem estes jornais, constatando o espírito e filosofia de responsabilidade social de nossos parceiros.

Agradecemos pela credibilidade depositada nesta nossa Missão Social e Desportiva, para com nossos jovens alunos-atletas.

Atenciosamente,

Prof. Ormandino Rodrigues Barcelos

Diretor de Esportes e Treinador Responsável

Rosana Sodré Pazolini

Presidente

Instituto Ideal Brasil 

Para ler a reportagem CLIQUE AQUI

 

21.08.2017

Atividades Legislativas da FENEME (07-11 AGOSTO)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim 'NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 07 a 11 de agosto do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

21.08.2017

Reunião dos representantes da FENEME com Presidente da Comissão de Segurança Pública


Oficiais da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) reuniram-se com o Presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO), Deputado Federal/SP Capitão Augusto, em 09/08, no sentido de encaminhar as demandas da Federação, com respeito ao tramite de projetos de lei que visam a melhoria da Segurança Pública Brasileira, em prol de toda a sociedade.

Ficaram definidos alguns projetos de suma importância que tramitam na Câmara dos Deputados e que, há anos, necessitam de viabilidade para sua promoção. O Deputado Federal Capitão Augusto comprometeu-se, como Presidente da CSPCCO, a trabalhar de imediato junto à Presidência da Câmara, em conjunto com os demais Deputados Militares e Policiais, com intuito de que todas as matérias demandadas pela FENEME tramitem com rapidez e virem uma realidade.

Em breve serão informados detalhes das referidas matérias.

Fonte: FENEME

Clique aqui e veja mais fotos da reunião

 

15.08.2017

Barbárie sem fim: Em 24h, três agentes foram assassinados no RJ

Entre a tarde de sexta-feira (11) e a deste sábado (12), três Policiais Militares foram assassinados no Rio de Janeiro. No sábado, o Soldado Vaine Luiz dos Santos Ferreira, morreu depois de ter sido baleado em Nilópolis, Baixada Fluminense. Menos de 24 horas antes da morte do Soldado, outros dois PMs foram mortos. A Cabo Elisângela Bessa Cordeiro na madrugada de sábado, em Coelho Neto, e o Soldado Samir da Silva Oliveira, na noite de sexta, no Méier. De acordo com a PM, são 97 Policiais Militares mortos de forma violenta no Rio neste ano.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

11.08.2017

PM resgata crianças após roubo de van escolar; Pais enaltecem trabalho dos policiais

Bandidos armados roubaram uma van escolar no início da manhã desta sexta-feira (11) em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Na fuga eles renderam o motorista e levaram o veículo com duas crianças — de um ano e meio e outra de dois anos e meio —, que seguiam para a creche. Militares do 12º BPM (Niterói) e 7º BPM (São Gonçalo) resgataram os menores com segurança. Delegada e responsáveis enalteceram atuação dos policiais.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

09.08.2017

Ofício de agradecimento pelo apoio na realização do 11º Encontro do FBSP

“Em nome de toda a equipe do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), encaminhamos mensagem de agradecimento pelo apoio da FEDERAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS - FENEME à realização do 11º Encontro do FBSP. Obrigada por acreditar em nosso trabalho e ajudar a tornar este encontro possível!

Atenciosamente,

Equipe FBSP”.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA

www.forumseguranca.org.br

Clique aqui e leia o ofício na íntegra

 

09.08.2017

Fique por dentro das notícias da Associação dos Oficiais/MG

A Associação dos Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais (AOPMBM) disponibiliza para seus associados e família PM/BM, o acesso ao site www.aopmbm.org.br, que permite a consulta das principais notícias sobre a instituição. Siga também a AOPMBM nas redes sociais e fique por dentro de todas as ações da Associação.

Selecionamos algumas notícias:

1) Presidente visita Ponte Nova para reforçar representatividade no interior do Estado – Clique aqui

2) AOPMBM participa do 11ª encontro  do Fórum Brasileiro de Segurança Pública em SP – Clique aqui

3) Coronel Peres assume comando da 5ª RPM – Clique aqui

4) “Militares em ação” – Assista a 5ª edição na íntegra – Clique aqui

 


08.08.2017

Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros do Paraná – CARTA ABERTA

A Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná (ASSOFEPAR) enviou à imprensa uma carta aberta sugerindo a demissão do Secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita. Na carta, a Associação sugere ao Governador Beto Richa que substitua o Secretário, em razão do desrespeito e do desprestígio com que este vem agindo há tempos contra a Polícia Militar do Paraná.

Clique aqui e veja a íntegra da Carta Aberta

 


08.08.2017 

Atividades Legislativas da FENEME (24-28 JULHO)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim 'NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 24 a 28 de julho do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

08.08.2017

PM registra o primeiro Termo Circunstanciado em Porto Velho

A guarnição da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito, RPL 090, comandada pelo 3º sargento PM R. Lima, atendeu ocorrência de trânsito com vítima de lesão corporal.

Na averiguação foi constatado que uma das partes avançou a via, configurando, ocorrência de lesão corporal culposa no trânsito (art. 303 do CTB).  O 2º tenente PM Araújo compareceu no local, instruindo e orientando a realização do TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrência. Este é o primeiro TCO registrado em Porto Velho. Ele é um registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo, ou seja, os crimes de menor relevância, que tenham a pena máxima cominada em até dois anos de cerceamento de liberdade ou multa.

Fonte: PMRO.GOV

 

07.08.2017

Solidariedade: Policiais do Estado doam cestas básicas para servidores sem salários

Enquanto o Governo do Rio aposta na receita extra – cerca de R$ 1,4 bilhão –, prevista pela venda da operação da folha para quitar a dívida que o Estado possui sobre as folhas mensais dos Servidores, o grupo "SOS Polícia", formado por Agentes Reformados ou na Reserva da Polícia Militar do Rio, promoveu a entrega de cestas básicas a funcionários públicos que estão com seus salários atrasados. A campanha "FOME ZERO SERVIDOR" se soma a outras campanhas criadas por movimentos de servidores.

Segundo os líderes do "SOS", mais de 40 cestas básicas foram entregues. As doações estão sendo feitas no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. O grupo pede para pessoas em condições de doar, possam ajudar na campanha.

Fonte: Extra

 

07.08.2017

Número de Policiais Militares mortos no RJ sobre para 94

O número de Policiais Mortos no Estado do Rio de Janeiro não para de aumentar. O Sargento Márcio Thomé Ribeiro foi morto a tiros, na noite da última sexta-feira (4), em Realengo, na Zona Oeste do Rio. O Policial, lotado no 15º BPM (Duque de Caxias), não estava a trabalho, quando foi abordado por criminosos em seu automóvel na Rua Bernardo de Vasconcelos. A informação foi confirmada pela Corporação

Fatalidade. Durante a megaoperação Onerat, que tinha como objetivo o combate ao roubo de cargas e ao tráfico de drogas, realizada no último sábado (5), um PM morreu e outro ficou ferido em um acidente de trânsito. Os policiais transportavam dois presos para a Cidade da Polícia, quando foram atingidos por um ônibus. De acordo com a PM, o Sargento Anderson Dias Pereira, do Batalhão de Ação com Cães (BAC), sofreu um trauma de face e veio a falecer. Ele é o 94º Policial Militar morto em 2017 no Estado do Rio de Janeiro.

Fonte: G1

 

07.08.2017

Bombeiros do RJ fizeram um atendimento a cada minuto e meio em 2016

Um atendimento a cada minuto e meio. Assim foi a rotina dos Bombeiros no Estado do Rio no ano de 2016. O número não contabiliza o número de saídas para os trotes que representaram quase metade das ligações realizadas para os números 192 e o 193. As estatísticas constam na primeira edição do Anuário do Corpo de Bombeiros Militar, que traz dados sobre a operação e a administração da Corporação e está disponível no site www.cbmerj.rj.gov.br.

Entre os 266.516 socorros realizados, mais da metade (55,8%) foi em relação a ‘atendimentos pré-hospitalares’. Na mesma categoria, outro número aparece em segundo lugar e é alarmante: o número de atendimentos realizados em decorrência de ‘acidentes de trânsito’: 55.094 - o que equivale à população do município de Rio Bonito. Ou seja, uma média de 153 pessoas feridas em acidentes por conta do trânsito por dia no Estado.

Os Bombeiros também resgataram uma média de 65 pessoas por dia do mar; socorreram 2.090 pessoas vítimas de ‘escapamento de gás’; e atenderam 9.556 pessoas ‘portadores de deficiência mental’. Em terceiro lugar na categoria ‘socorros realizados’ foram 27.655 pessoas salvas de incêndios.

Sobre o efetivo, o Corpo de Bombeiros sofreu redução. Em 2015 havia 15.637 militares ativos. Já no final de dezembro de 2016, 14.797, ou seja, menos 5,4%. Aposentadoria foi a principal causa para a redução. O indicador bombeiro/habitantes é de 0.9 para cada 1.000 habitantes. 

Fonte: O Dia

 

03.08.2017

Recadastramento do FUSPOM - PMs Inativos e Dependentes

 

03.08.2017

Comandante-Geral da PMERJ enaltece valores transmitidos aos PMs

Ao discursar durante audiência pública promovida pelo Ministério Público Estadual na última segunda-feira (31/7), o Comandante-Geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Coronel Wolney Dias, disse que as escolas de formação profissional da Corporação transmitem valores de cidadania.

– Não ensinamos em nossas academias ninguém a ser truculento, corrupto ou a cometer qualquer outro desvio de conduta – disse o Coronel Dias, em resposta às críticas de alguns participantes do evento segundo as quais a política de segurança do Estado é voltada para o confronto e muitos policiais cometem irregularidades.

O Secretário de Segurança Pública, Roberto Sá, ratificou a posição de que a estratégia de segurança não se baseia no confronto.

– Em qualquer ação, nossos policiais tropeçam em armas – afirmou, referindo-se à grande quantidade de armas em circulação. A área de segurança foi representada ainda na mesa pelo Chefe de Polícia Civil, Carlos Augusto Leba.

Presidida pelo Procurador-Geral de Justiça, Eduardo Gussen, a audiência pública reuniu por mais de três horas representantes do setor público, da academia e de entidades civis. O objetivo foi colher visões diferentes para aperfeiçoar a política de segurança do Estado.

A audiência foi contou com a participação de dezenas de cadetes da Academia de Policia Militar D. João VI. Assim como representantes da sociedade civil que expuseram suas visões sobre segurança, muitos cadetes fizeram uso da palavra, todos eles ressaltando a expectativa de trabalhar para aproximar cada vez mais a Polícia Militar da sociedade.

Fonte: PMERJ

 

01.08.2017

Comandante-Geral da PMERJ presente em audiência pública sobre segurança

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (GAESP/MPRJ), da Assessoria de Direitos Humanos e de Minorias e da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Proteção à Educação da Capital realizou audiência pública, na tarde de ontem (31/7), no auditório do edifício-sede do MPRJ, com o tema Segurança Pública. O Comandante-Geral da Polícia Militar do Rio, Coronel Wolney Dias, foi um dos convidados.

A audiência, realizada pelo MPRJ por meio do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (GAESP/MPRJ), da Assessoria de Direitos Humanos e de Minorias e da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Proteção à Educação da Capital, foi aberta à população e teve como objetivo promover a discussão, junto a especialistas, autoridades públicas e representantes da sociedade civil, sobre o atual cenário da política de segurança pública e sua compatibilização com a proteção dos cidadãos.

Foram abordados temas como a necessidade de controle das ações de Segurança Pública; o dever de se implementar um plano de segurança cidadã com redução de danos decorrentes do uso irracional da força letal; a dinâmica de enfrentamento ao tráfico de drogas em comunidades; o aprimoramento do processo de pacificação e da política de proximidade; a obstrução do direito de acesso à educação em razão da realização de operações dentro das comunidades e em horários escolares; e a vitimização dos profissionais da Segurança Pública.

Considerando os documentos e contribuições apresentados na audiência pública, o MPRJ pode expedir recomendações aos gestores públicos, propor Termos de Ajustamentos de Conduta (TAC) e ajuizar Ação Civil Pública (ACP).

Fonte: MPRJ

 

31.07.2017

CBMERJ e Defesa Civil participam de exercício simulado de preparação para desastres

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro e a Secretaria de Defesa Civil (SEDEC-RJ) participam, entre os dias 31 de julho e 4 de agosto, de um Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (ECADEC), nas instalações do 32º Batalhão de Infantaria, em Petrópolis. O evento vai reunir órgãos federais, estaduais e municipais. Trata-se de uma iniciativa dos ministérios da Defesa, Integração e Saúde, organizado no âmbito estadual pela equipe da SEDEC-RJ. O objetivo é simular um evento real de desastre e todas as ações pertinentes a cada uma das instituições envolvidas no treinamento. Nesta edição, a tragédia das chuvas de 2011, na Região Serrana, é a ocorrência alvo do projeto.

De acordo com o Superintendente Operacional da SEDEC-RJ, Coronel Marcelo Hess, o trabalho vai envolver aproximadamente 200 pessoas. As edições anteriores foram realizadas em Santa Catarina e no Espírito Santo. Entre os órgãos do Estado envolvidos estão as secretarias de Saúde, de Meio Ambiente, de Ciência e Tecnologia; a Liga Brasileira de Radioamadores, a Cruz Vermelha, entre outros.

– Na programação, estão incluídos exercícios de mesa, palestras e também ações reais, como a checagem com a regulação médica de leitos disponíveis em hospitais. Com este encontro, vai ser possível, além de integrar os órgãos, cada um apresentar suas atribuições e definir as responsabilidades dentro de um cenário de tragédia. Estarmos preparados e conhecer a expertise do outro é fundamental para uma rápida resposta ao desastre – disse Hess.

Para Luiz Alberto Sampaio, Presidente da Cruz Vermelha Brasileira-RJ, a instituição terá um papel determinante no processo de coleta de donativos.

– Esse é um exercício que vai colocar em prática os recursos humanos e materiais que dispomos, de forma a dimensionar as ações que serão executadas, caso sejam necessárias. A Cruz Vermelha Brasileira – filial Rio de Janeiro compõe essa matriz de responsabilidade que envolve vários organismos dentro de um mesmo propósito, que é o de salvar vidas. Uma dessas ações que caberá à nossa instituição será toda a logística responsável pelo recolhimento das doações que serão encaminhadas para os necessitados – explicou Sampaio.

Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (ECADEC)
Local: 32º Batalhão de Infantaria - Rua Duque de Caxias, S/N - Vila Militar – Petrópolis/RJ
Data: 31 de julho a 4 de agosto
Horário: 9h às 17h

 

31.07.2017

A barbárie continua: mais um PM assassinado no RJ

O número de Policiais Militares mortos no Estado do Rio de Janeiro chegou a 92 neste final de semana. O Subtenente Reformado William dos Santos Pinto, de 54 anos, foi morto a tiros no Morro do Cruzeiro, em São Gonçalo, na Região metropolitana do Rio. O policial estava em um bar quando homens armados passaram atirando e o atingiram. Ele é o 92º PM assassinado no Estado em 2017.

Fonte: G1


 

27.07.2017

Comandante-Geral da PMERJ desabafa: ‘Prisão perpétua para assassinos de policiais'

"Quem atenta contra a vida de um policial atenta contra o Estado. Isso é um ato de terrorismo e eu defendo penas muito severas. Sinceramente, acho que esse tipo de crime deveria ser punido com prisão perpétua”.

Essas palavras foram ditas pelo Comandante-Geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Coronel Wolney Dias, aos jornalistas, após o sepultamento do Soldado Thiago Marzula de Abreu. Uma hora depois, era sepultado o Cabo Bruno dos Santos Leonardo. Thiago, lotado no 7º BPM (São Gonçalo), e Bruno, transferido para a UPP Mangueira, foram mortos a tiros durante serviço de patrulhamento em suas áreas de atuação. O Estado do Rio de Janeiro registra o número de 91 Policiais Militares apenas este ano, o que já supera o número de policiais assassinados em todo o ano passado.

O Coronel Dias, muito emocionado, não conseguia esconder sua indignação por estar sepultando dois jovens da Corporação.

“São dois heróis que nos deixam. Tem que ser dado um peso muito maior a quem pratica crimes contra um policial, contra quem tira a vida de alguém. A sociedade precisa saber o que quer. E discutir essa questão profundamente. Nós estamos derramando o nosso sangue diariamente. A sociedade precisa saber que essa violência é responsabilidade dela também”, disse ainda o Comandante-Geral.

Os dois sepultamentos foram marcados por um clima de forte emoção. Era impossível amenizar o sofrimento de parentes, amigos e companheiros de farda mais próximos com a perda prematura dos dois policiais. Na despedida, ao observar a seu redor o cenário de tristeza, o Coronel Dias comentou com outros oficiais: "Gostaria muito que os ativistas dos direitos humanos estivessem aqui e se manifestassem em defesa da nossa Polícia Militar”.

Fonte: PMERJ

 

26.07.2017

“Por que essa violência não acaba”?, desabafa viúva de 91º PM assassinado no RJ

O corpo do Sargento Hudson Silva de Araujo, o 91º Policial Militar morto em 2017 no Rio de Janeiro, foi enterrado ontem, à tarde, sob forte comoção e protestos de familiares de policiais. O Secretário de Segurança, Roberto Sá, esteve na cerimônia, e ao oferecer condolências à viúva, Fernanda Araujo, ouviu dela questionamentos: “POR QUE ISSO NÃO ACABA? POR QUE ESSA VIOLÊNCIA NÃO ACABA? EU SÓ QUERIA RESPOSTAS”, disse Fernanda.

Sá, que compareceu ao enterro ao lado do Comandante-Geral da PM, Coronel Wolney Dias, respondeu: “A gente não vai descansar. A gente não vai parar um minuto para mudar esse cenário. Tudo está contra nós, mas eles são uns heróis.”

O Secretário voltou a responsabilizar a impunidade e o elevado número de armas nas mãos de criminosos pela violência que atinge os policiais. “Violência o mundo inteiro tem, todo policial enfrenta violência no mundo inteiro, mas não armas de guerra como enfrentamos aqui. Não essa impunidade. O adolescente que matou o Jaime Gold foi preso novamente roubando. Quantos criminosos a gente prende toda hora? A gente tem que desarmar o criminoso. Estamos incansáveis nas ruas para tentar prender, prevenir e proteger a sociedade”, disse o Secretário.

Um grupo de esposas de PMs protestou na cerimônia. Uma mulher disse que o marido estava no patrulhamento com Hudson, no Vidigal, quando o Sargento foi atingido, no sábado, à noite. “Ele não pôde vir porque está trabalhando. Ele estava junto, tomou tiro junto, estava lá em cima e hoje ele teve que sair às 4h para assumir o serviço”, reclamou. A polícia procura três suspeitos do ataque a Hudson, um deles é Ivan Martins, que foi figurante no filme ‘Cidade de Deus’.

Mais um ferido. E a violência contra policiais não para. Ontem, pela manhã, um PM foi baleado na barriga em confronto no Morro da Mangueira. O policial foi socorrido e levado para o Hospital Quinta D’Or. O estado de saúde não foi informado. O tiroteio assustou os moradores da Mangueira ontem. De acordo com a PM, o confronto começou após bandidos atacarem policiais da UPP, na localidade ‘Buraco Quente’. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi acionado e a Rua Visconde de Niterói ficou interditada.

Fonte: O Dia

 

26.07.2017

Combate às drogas: PROERD, da Polícia Militar do Rio, beneficia mais de 1 milhão de jovens

O Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, já beneficiou 1,4 milhão de jovens de escolas públicas. Pioneiro no país, o projeto percorreu, apenas no primeiro semestre deste ano, mais de 700 colégios, atendendo a 65.405 pessoas. O objetivo é prevenir o uso abusivo de entorpecentes e a prática de atos de violência por meio de atividades educativas em sala de aula. O foco são os jovens cursando o 5º ano do Ensino Fundamental, mas quando solicitados, alguns dos 178 instrutores visitam turmas de Educação Infantil.

O PROERD abraçou o programa internacional Drug Abuse Resistence Education (D.A.R.E.), criado em 1983 nos Estados Unidos, há 25 anos e, desde então, tem capacitado policias de outros estados brasileiros.

– Em cada batalhão há pelo menos um PM educador social do PROERD. Em locais mais críticos, fazemos um trabalho continuado, realizando os encontros em temporadas seguidas. O primeiro passo é uma reunião com os pais ou responsáveis e diretores escolares. A cartilha que utilizamos é aprovada pelo D.A.R.E., e os ensinamentos rendem de 10 a 13 encontros com os estudantes, quando são transmitidas mensagens sobre a importância de se manter longe das drogas e da violência. Ao final, há uma formatura simbólica – explicou o Major Carlos Eduardo Pimenta, Coordenador Estadual do PROERD.

Novos policiais serão formados este ano. Assim como a cartilha, a formação dos instrutores seguem as orientações do D.A.R.E.. O Rio de Janeiro é o pioneiro, mas hoje existem mais seis Centros de Treinamentos no Brasil: São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Este ano, o PROERD PMERJ já foi responsável pela formação de novos instrutores em Rondônia e no Paraná. Além disso, está previsto um novo curso no Rio, que disponibilizará vagas para outros estados. Já estão confirmados para a capacitação policiais do Pará, Amazonas, Rio Grande do Norte, Paraná e Alagoas.

Fonte: D.O (Imprensa Oficial do Estado RJ)

Área de anexos

 

26.07.2017

Aplicativo criado por PMs concorre a prêmio

Selecionado entre as melhores iniciativas de boas práticas, o aplicativo BOM BEM foi desenvolvido por Policiais Militares com a proposta de capacitação continuada para profissionais de segurança. Finalista do XIV Prêmio Innovare, na categoria Justiça e Cidadania, o game possui mais de 600 questões de múltipla escolha sobre os temas que mais interessam aos policiais que procuram aprimoramento, como Procedimentos de Abordagem, Legislação Penal e de Trânsito, Primeiros Socorros, Direitos Humanos, Cidadania e Armamentos, entre outros.

O aplicativo – criado pelo Sargento Carlos Eduardo Gama, a Subtenente Adinea Trubat e o Professor Ricardo Rosa – foi lançado em 2016.

– A ideia é que o policial possa construir sua própria formação. A gameficação das matérias transforma a educação continuada em algo prazeroso. O aplicativo está em constante atualização, por isso é importante o feedback dos usuários do jogo – contou Gama.

A ideia surgiu de um bate-papo sobre qualificação entre os dois PMs. Com Ricardo Rosa, foi possível uma soma de saberes que ajudaram o projeto: Gama tem especialização em História Militar Brasileira; Adinea tem experiência na área de Direitos Humanos e Cidadania; e Reis tem especialização em Neurociência.

Cerca de 4,5 mil downloads. O jogo está disponível para sistema Android e é gratuito. Cerca de 4,5 mil pessoas já baixaram o quiz, sendo que 55% dos jogadores são Policiais Militares. Até agora, a maior adesão vem dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Cerca de 90% dos usuários são homens. Em média, as pessoas jogam de 15 a 20 minutos por dia.

O resultado do Prêmio Innovare será anunciado em dezembro. Antes disso, o trio participará da feira Lasec (Latin America Security Expo), em outubro, na capital paulista, onde pretende lançar um desdobramento do projeto, voltado para empresas de segurança e vigilância. Esta é uma forma de monetizar a iniciativa e ter investimentos suficientes para aperfeiçoar o App original, que permanecerá grátis.

Fonte: D.O (Imprensa Oficial do Estado RJ)

 

24.07.2017

Familiares de PMs mortos participam de manifestação em Copacabana

Desta vez, as armas deles não eram fuzis ou pistolas, mas sim cartazes, faixas e palavras que pediam justiça. Centenas de Policiais Militares e familiares se uniram à ‘Marcha Nacional Pela Vida dos PMs’ que, no Rio de Janeiro, aconteceu neste domingo (23), na Praia de Copacabana, na Zona Sul. O grupo se concentrou em frente ao Posto 5 e seguiu em passeata pela orla. Manifestantes exibiram faixas pedindo providências para acabar com as mortes de policiais e carregaram cruzes pretas, com os nomes dos agentes mortos.

Entre as pessoas que participaram do ato, estava Cláudia Nascimento, que lembrava do marido com lágrimas nos olhos. O agente foi morto há dezesseis anos durante um assalto em Niterói, na Região Metropolitana, quando voltava para casa e, além de saudade, deixou dois filhos. Cláudia lamenta que a profissão do marido seja desvalorizada.

— É uma dor muito, muito grande porque eles são homens heróis. Porque você sair sabendo que você tem 90% de chance de não voltar para casa, você lutar para defender uma população que você nem conhece... é uma profissão, hoje em dia, desvalorizada. Como você vai sair de casa sabendo que você pode morrer na esquina? —disse Cláudia.

Mãe de um PM, Rose (que não quis dar o sobrenome) disse temer pela vida do filho todos os dias.

— Espero que a apareça alguém que dê um jeito nessa situação. Não é só o PM que está morrendo. O povo está morrendo. Você sai de madrugada e não sabe se volta para casa — disse.

Já o marido de Bianca Barros, outro PM, ficou gravemente ferido durante um tiroteio no Morro do Salgueiro, em São Gonçalo, no final de 2014. Depois de ser baleado na cabeça, ele teve graves sequelas e teve todo o lado direito de seu corpo paralisado.

— Estamos falando muito de mortes, mas não podemos nos esquecer dos feridos. Os policiais e suas famílias sofrem muito com isso — disse.

O Soldado Rafael Cabral não entrou para a triste estatística de PMs mortos, mas considera o fato de estar vivo um milagre. Em janeiro deste ano, ele foi atingido por uma granada e diversos tiros na Vila Cruzeiro, Zona Norte do Rio. O policial teve a perna amputada depois do ataque. No entanto, para ele, o que mais dói é nem sempre ser visto com bons olhos pela sociedade.

— Eu não me arrependo de ter perdido a perna fazendo o que eu fazia porque eu sei a importância do meu trabalho. Mas não ser acarinhado pela sociedade que a gente defende é muito desmotivador. Nós temos que andar armados, e andamos mal armados. Sem respaldo jurídico. Sem leis que nos defenda. Sem equipamento —afirmou Rafael.

Durante a caminhada as mais de 90* cruzes pretas que estavam fixadas nas areias de uma das praias mais famosas do mundo foram distribuídas entre os presentes. Elas simbolizavam os Agentes de Segurança da Ativa e Aposentados que morreram no Estado este ano.

Fonte: R7 e BandNews

*Até o momento 91 Policiais Militares foram assassinados no Estado do Rio de Janeiro.


Fernando Frazão/Agência Brasil


Sandro Vox/Agência O Dia


BandNews

 

24.07.2017

FENEME e Polícia Rodoviária Federal trocam experiências sobre Termo Circunstanciado

O Coronel Martinez, representando a Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), esteve na sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no dia 13/07, onde participou de reunião com o Coordenador Nacional dos Termos Circunstanciados (TCO) daquele órgão, Inspetor Djairlon, a fim de dar seguimento a parceria nas discussões sobre Ciclo Completo de Polícia e expansão do Termo Circunstanciado de Ocorrência no Brasil.

A PRF já lavra o TCO em 24 estados e no DF. Participaram também o Inspetor Caamaño e Inspetora Andreia. Também na reunião foi trocado experiências em relação aos procedimentos operacionais e uso de tecnologia, pois a PRF dispõe de um programa “MOBILE” muito semelhante ao PMSC Mobile usado pela Polícia Militar Catarinense e em expansão.


Inspetores Andreia e Djairlon (PRF), com o Cel Martinez (FENEME)


Inspetor Caamaño (de terno), da PRF

Fonte: FENEME

 

21.07.2017

MARCHA NACIONAL PELA VIDA DE POLICIAIS MILITARES - DOMINGO - 23 DE JULHO

No próximo domingo, dia 23, será realizada simultaneamente em várias cidades do país, incluindo capitais e municípios do interior a MARCHA NACIONAL PELA VIDA DOS POLICIAIS MILITARES, que tem o objetivo de conscientizar a população e autoridades do perigo que os PMs passam no dia a dia de seu trabalho em ações contra a criminalidade. No Rio de Janeiro, o local escolhido é a Praia de Copacabana, das 10h as 12h, em frente ao posto 5. 

De janeiro de 2016 a julho de 2017 mais de 800 PMs foram mortos em todo o país. No Rio de Janeiro, apenas em 2017, já chega a 90 o número de policiais assassinados.

“A sociedade e o governo não podem aceitar passivamente que policiais sejam mortos. A indignação precisa ser externada publicamente. A marcha de domingo agora é para dizer que não aceitamos que agentes de segurança pública sejam assassinados. A sociedade precisa de heróis vivos”, afirma o Deputado Federal Marcelo Delaroli, um dos apoiadores do movimento.

Segundo Delaroli, quando um policial é morto, todas as forças precisam se unir para prender quem o matou e evitar novas mortes. E providências precisam ser tomadas para proteger o policial que está trabalhando.

“Como Deputado Federal, eu tenho cobrado a necessidade do Legislativo aprovar medidas para dar respaldo jurídico aos policiais. Nessa direção, aprovamos um projeto de lei de minha relatoria na Câmara dos Deputados para blindagem das viaturas policiais. Ainda para proteção dos agentes de segurança pública, apresentei projeto de lei de isenção de IPI na compra de veículos, devido ao risco daqueles que se deslocam em transporte público”, afirma o parlamentar.

Delaroli alerta que problemas de falta de efetivo fazem com que muitas ocorrências sejam atendidas com número menor do que o necessário de policiais, aumentando o risco para os agentes. “Nosso mandato destinou R$ 7 milhões à Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio para os 4 mil aprovados no concurso da PM serem chamados e iniciarem os treinamentos. Não dá para chorar todo dia a morte de policiais e civis inocentes, temos que dar um basta nisso”.

Marcelo Delaroli também considera urgente a reformulação do Código Penal. “Quem mata um policial não pode ser tratado como criminoso comum, é terrorista, tem que ficar preso em regime fechado de segurança máxima por muitos anos. É urgente a reformulação do Código Penal para que o rigor da lei possa intimidar quem atenta contra a vida de um policial. A pena tem que ser severa. Países como o Reino Unido possuem prisão perpétua para um número muito restrito de crimes hediondos, inclusive morte de policial. Quando os nossos governantes vão entender que estamos vivendo uma guerra? Quando irão acordar?”, conclui o Deputado Federal.

Fonte: maricainfo.com

FAMÍLIA PMERJ, ATIVOS (FOLGA), INATIVOS E PENSIONISTAS, SOCIEDADE CIVIL,COMPAREÇAM!!! BASTA DE VIOLÊNCIA E MORTES CONTRA POLICIAIS MILITARES!!!

21.07.2017

Triste estatística: chega a 90 o número de PMs mortos no Estado do Rio

A violência contra Policiais Militares só aumenta no Estado do Rio de Janeiro. Na manhã desta sexta-feira (21), mais um PM foi assassinado por bandidos durante uma tentativa de assalto, no bairro Jardim Tropical, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O Soldado Fabiano de Brito e Silva é o 90ª militar assassinado neste ano. Fabiano tinha 35 anos e estava na Corporação havia três anos. Lotado no 20º BPM (Mesquita), ele era casado e deixa três filhas.

No próximo domingo (23), está marcada uma Marcha Nacional pela Vida dos Policiais Militares, que pedirá providências para a morte de policiais em todo o país. No Rio de Janeiro, a mobilização ocorrerá na Praia de Copacabana, a partir das 10h, em frente ao Posto 5.

Fonte: Extra

 

21.07.2017

Em parceria com a sociedade, PMERJ lança o aplicativo “Linha Direta PM’

Em meio a toda violência no Rio de Janeiro, o carioca ganhou um novo recurso para tentar se defender. A Polícia Militar– por meio de uma parceria entre a sua Coordenadoria de Assuntos Estratégicos (CAEs), o 31º BPM (Recreio) e a sociedade civil – lançou o aplicativo ‘Linha Direta PM’, que permite o contato direto do cidadão com a PM. Através dele, o usuário consegue marcar o ponto onde está, envia um áudio de até 10 segundos, e a mensagem vai direto para a Corporação. 

Trata-se de um projeto piloto criado por Leonardo Gandelman, morador da Barra da Tijuca, a custo zero para a PM. Inicialmente, o aplicativo será usado na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. O ‘Linha Direta PM’ não substituirá o 190, mas será um facilitador para acionamento da PM em emergências dentro de residências e estabelecimentos comerciais. Mais pra frente, a ideia é estender o recurso para outros bairros.

“Muito mais do que minha própria segurança, eu queria criar um bem para meus vizinhos, para a sociedade”, explicou Leonardo, que afirma ter tido uma inspiração cinematográfica para tirar a o aplicativo do papel. “É uma espécie de linha direta do Batman com o comissário Gordon”, contou. 

Segundo o Coronel Anderson Maciel, da CAEs, além de gerar sinergia entre moradores e melhorar o tempo de resposta nos atendimentos, o aplicativo reduzirá drasticamente os trotes, devido ao acesso que exige localização do usuário.

Por enquanto, o ‘Linha Direta PM’ está disponível apenas para sistema Android, mas em breve já poderá ser baixado também no sistema IOS para Iphone.  Para mais informações acesse http://www.linhadiretapm.com.

Fonte: PMERJ e G1

 

21.07.2017

Conheça o Centro Cultural da PMERJ

Com exposições e atividades voltadas ao público infanto-juvenil, a Polícia Militar do Rio de Janeiro busca apresentar, a partir da cultura, a história da instituição e sua importância.

A exposição permanente, conta a história do Brasil e da PM desde o século XIX até a atualidade, além de contar com projetos educativos, arquivos históricos para pesquisa, centro de preservação audiovisual e biblioteca. Para crianças e jovens, são oferecidas atividades como Teatro de Fantoches, Jogo de Tabuleiro com perguntas e respostas sobre a corporação, Oficina de Pintura e Camarim de Mini Fardas com manequins de 3 a 14 anos.

O Centro Cultural fica aberto para visitação de terça à sexta-feira, das 9h às 17h. E oferece visitas guiadas para escolas. Basta agendar pelos telefones (21) 2242-4059 ou 2332-6668 ou pelo e-mailcentrocultural.pmerj@gmail.com.

Fonte: PMERJ

 

20.07.2017

'Quem mata policial comete um ato terrorista', diz Comandante-Geral da PMERJ

Somente nos sete primeiros de 2017, 89 PMs foram mortos. Durante 2016, foram mortos 146 Policiais. O Coronel Wolney Dias, comandante-Geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, defendeu penas mais duras para quem matar agentes de Segurança Pública."Quem atenta contra a vida de um policial atenta contra o Estado. Isso é um ato de terrorismo e eu defendo penas muito severas. Sinceramente, acho que para esse tipo de crime deveria ser prisão perpétua", afirmou.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

20.07.2017

PM do Rio brilha no Mundial de Atletismo

Jonas Licurgo, Sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro e atleta paralímpico, transformou a cadeira de rodas em uma ferramenta de superação e se tornou recordista em lançamento de dardo, disco e arremesso de peso. Neste fim de semana, o policial recebeu mais uma medalha para sua coleção, dessa vez de prata, conquistada no lançamento de dardos no Mundial de Atletismo, em Londres.

Jonas também foi ouro no lançamento de dardo nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015 e bronze no Mundial do Catar do mesmo ano, se tornando recordista brasileiro. Além das conquistas no esporte, desde 2009, Jonas é agente da Lei Seca. Vítima de acidente de trânsito, ele participa da equipe de educação, que conscientiza motoristas sobre o perigo da mistura de álcool e direção.

– Esta competição foi a que mais me desgastei, fisicamente e psicologicamente. Cada medalha tem uma história e um sabor diferente. Acredito que essa tenha sido a mais difícil de todas e a que tive mais prazer em ganhar. A felicidade é imensa em poder representar mais uma vez meu país e ganhar mais uma medalha é uma grande conquista – disse o atleta.

Fonte: Governo do Estado

A AME/RJ parabeniza o PM e atleta Jonas Licurgo por sua brilhante carreira no Atletismo. Sua força de vontade, dedicação e amor pelo esporte servem de exemplo e inspiração para todos nós.

Clique aqui e leia a entrevista que a Associação fez com o Sargento Jonas Licurgo e que foi publicada na Revista da AME/RJ (edição nº 10)

 

19.07.2017

Morte de Policiais Militares - Esclarecimentos da PMERJ

A Coordenadoria de Comunicação Social (CComsoc) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro esclarece que, ao contrário do que tem sido divulgado, o número de Policiais Militares mortos por ação violenta neste ano é inferior ao registrado no ano passado. Durante 2016, foram mortos 146 policiais. Até a presente data (19/07), houve 89 mortes. 

É provável que no final deste ano, o número seja maior do que o registrado em 2016. Isso porque a partir de 2017, a CComsoc  passou a adotar a metodologia da Organização Mundial de Saúde (OMS), que utiliza um universo de coleta de dados mais abrangente.

A CComsoc esclarece ainda que o número de 77 policiais mortos durante 2016 refere-se apenas às vítimas de armas de fogo em serviço ou em dias de folga. A metodologia anterior não computava outros casos de mortes violentas  nem incluía no universo de vítimas os policiais reformados.

Fonte: PMERJ

 

12.07.2017

PMs Ativos : Recadastramento do FUSPOM

Policial Militar da Ativa, usuário do Fundo de Saúde (FUSPOM) que ainda não se recadastrou: a Diretoria Geral de Saúde (DGS) da Corporação manterá aberto o link - sids.pmerj.rj.gov.br - do recadastramento durante todo o mês de julho. 

O Policial também poderá optar por recadastrar-se na própria DGS, no posto de atendimento instalado no terceiro andar do Quartel-General (Rua Evaristo da Veiga, 78, de segunda a sexta, das 9h as 16h). Brevemente o link será disponibilizado para recadastramento dos inativos.

Fonte: PMERJ

 

12.07.2017

Estado paga, na sexta-feira, salário de junho da Segurança e dos Ativos da Educação

Por meio de nota, o Governo do Rio de Janeiro confirmou que paga, na próxima sexta-feira (14), o salário de junho dos Servidores Ativos, Aposentados e Pensionistas da Segurança Pública, além dos Ativos da Educação, através dos recursos do FUNDEB.

Com isso, o Estado mantém a política de priorizar os Servidores das duas áreas. O prazo máximo para o pagamento dos salários é o 10º dia útil do mês seguinte ao trabalhado. No caso de junho, a data limite é a próxima sexta.

Fonte: Extra

 

11.07.2017

ACRJ apresenta nova diretoria para o biênio 2017/2019


Prezados (as) Senhores (as),

Honrada ao assumir a Presidência da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), para biênio 2017/2019, reafirmo o compromisso com os objetivos institucionais da Entidade de colaboração com o desenvolvimento econômico, social, político e ético da nossa Cidade, do Estado e do País.

Agradeço o apoio e a presença dos membros dos Conselhos Superior, Diretor, Fiscal, Empresarial, Vice-Presidentes, Conselheiros, Associados da ACRJ, Autoridades, Lideranças e Amigos no momento em que registramos um novo capítulo na história da Casa de Mauá.

Conto com a participação de todos os empresários dos diversos setores da indústria, comércio, agricultura, financeiro, transporte, saúde, serviços, para juntos, indicarmos aos governantes o que aprendemos no dia a dia das empresas, nossos gargalos, nossas angustias e nossas propostas.

Unidos somos mais forte e fazemos ecoar a nossa voz, a favor do desenvolvimento, marca histórica na construção de bases solidas para implementação de novos e edificantes projetos em favor do fortalecimento da representação empresarial.

Agradecimento especial à nova Diretoria Empossada, pelo apoio e confiança permanentes, indispensáveis na busca da governança da nossa Casa de Mauá, nesses próximos dois anos.

O sucesso das nossas iniciativas passa pela sua importante liderança.

Conto com você!

Abraço cordial,

Angela Maria Machado da Costa

Presidente da ACRJ – Biênio 2017/2019

NOVA DIRETORIA ACRJ -  Clique aqui


 

10.07.2017 

FENEME: em Porto Alegre, realizada última audiência pública sobre revisão da Legislação Penal militar

A última audiência pública da subcomissão das Comissões de Relações Exteriores da Câmaras dos Deputados (CREDEN), para tratar da reforma da Legislação Penal Militar, cuja relatoria está à cargo do Deputado Federal Subtenente Gonzaga – MG, ocorreu em Porto Alegre – RS, na tarde do dia 03/07, na Câmara de Vereadores da mesma Capital.

A FENEME esteve representada pelo seu Presidente, acompanhado de Oficiais Assessores, e contou com vários expositores das Justiças Militares da União e dos Estados, destacando-se os Presidentes dos Tribunais de Justiça Militar do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais e de São Paulo, além de representantes do Ministério Público, Vereadores, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Entidades representativas de Militares e do Conselho Nacional de Comandantes Gerais e Militares (CNCG) da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar daquele Estado.

Os debates de estenderam por toda a tarde e, ao final, todos foram unânimes da necessidade de adaptar a legislação penal militar à Constituição Federal de 1988, dentre outras alterações pontuais para dinamizar e modernizar a atual legislação contidas no Código Penal Militar e Código de Processo Penal Militar.

 

10.07.2017 

FENEME: penúltima audiência pública sobre reforma da Legislação Penal militar

Desta vez, a Audiência Pública sobre a reforma da Legislação Penal Militar da CREDEN - Comissão de Defesa Nacional e Relações Exteriores, relatadas pelo Deputado Subtenente Gonzaga-MG, foi em Florianópolis (SC).

O local da referida audiência foi a Assembleia Legislativa de Santa Catarina e contou com a presença  de membros do Poder Judiciário, do Ministério  Público, OAB e militares (Oficiais e Praças) estaduais dos Estados de Santa Catarina, Paraná  e Rio Grande do Sul.

A FENEME foi representada por vários Oficias, fazendo o uso da palavra o seu presidente Coronel Marlon, em nome da Entidade. Também mereceu destaque a presença e manifestação do Desembargador Getúlio Corrêa, presidente da Associação dos Magistrados das Justiças  Militares Estaduais (AMAJME), dentre outros. A audiência estendeu-se por toda a tarde com a participação de todos os presentes.

Clique aqui e veja mais fotos da audiência

 

10.07.2017

FENEME participa de audiência pública sobre reforma dos Códigos Militares

A Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), em parceria com a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, se fez presente em debate sobre as reformas necessárias ao Código Penal Militar e ao Código de Processo Penal Militar, ocorrido em Fortaleza (CE). Participaram do evento, além de representantes dos Comandos das Instituições Militares e representantes dos Oficiais e de Praças, Membros do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil e Membros do Poder Judiciário. Em seu posicionamento, a FENEME reconhece a necessidade de revisão dos Códigos Militares.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

07.07.2017

Taxa de incêndio – Nota oficial do CBMERJ

Esclarecimentos sobre a taxa de incêndio 2017

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBMERJ) informa aos contribuintes que a taxa de incêndio recebida no endereço do imóvel pelos Correios NÃO SE TRATA DE FRAUDE.Os boletos com a descrição “Documento Não Compensável – Pagável somente no Bradesco” e com código de barras iniciado por “00096”SÃO LEGÍTIMOS para PAGAMENTO EXCLUSIVO NO BANCO BRADESCO. Esse modelo foi adotado para o contribuinte que não possui o CPF ou CNPJ cadastrado no banco de dados do FUNESBOM.

Esclareça dúvidas:

- O contribuinte que recebeu o boleto com o código identificador do banco Bradesco “237” pode pagar a taxa em qualquer instituição bancária;

- O contribuinte que recebeu em seu endereço mais de uma cobrança da taxa de incêndio deve ficar atento ao ANO DE EXERCÍCIO das contas. Este caso pode acontecer se houver débitos anteriores para o mesmo imóvel. Sendo assim, são enviados boletos referentes às pendências. É preciso efetuar o pagamento dos valores em aberto para a regularização junto ao FUNESBOM;

 - O contribuinte que efetuou o pagamento com valor superior ao descrito no boleto pode se dirigir a um dos postos do FUNESBOM em todo o Estado
http://www.funesbom.rj.gov.br/modules.php?name=Content&pa=showpage&pid=72 Será aberto um processo administrativo para o ressarcimento da diferença. Para estes casos, a Corporação esclarece que houve uma incompatibilidade de registros na base de dados do banco, que já foi solucionada.

O Corpo de Bombeiros reforça que os vencimentos da taxa de incêndio estão agendados para este mês, entre os dias 10 e 14 de julho.

É importante manter os dados cadastrais atualizados. Basta acessar o site www.funesbom.rj.gov.br ou se dirigir a um dos postos de atendimento do FUNESBOM.

A taxa de incêndio é uma obrigação tributária estadual, instituída no Código Tributário do Estado do Rio de Janeiro. Os recursos são aplicados no reequipamento e na manutenção operacional, na capacitação e na atualização de recursos humanos do Corpo de Bombeiros e dos órgãos da Secretaria de Estado de Defesa Civil.

Fonte: CBMERJ

 

07.07.2017

“PMERJ não deve ser a única instituição a ser cobrada”, diz Secretário de Segurança

Em meio aos constantes tiroteios, confrontos e vítimas inocentes da violência no Rio, o Secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá disse que a Polícia Militar não deve ser a única instituição a ser cobrada quando o assunto é violência urbana. Segundo ele, há um equívoco quando dizem que a política da PM fluminense é a do confronto.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

04.07.2017

CBMERJ lança novo código de segurança contra incêndio

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro lançou nesta terça-feira (4) o novo Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico (COSCIP). A ideia é simplificar as ações de combate ao fogo e modernizar as normas técnicas, já que o código atual é de 1976, como explica o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Ronaldo Alcântara.

Entre as principais mudanças está a atualização da legislação em vigor no estado do Rio. São 46 normas técnicas independentes que dão uma nova estrutura ao Código de Segurança. Ao longo dos anos foram feitas diversas modernizações que tornaram o código atual de difícil interpretação”, disse o Coronel.

Entre as mudanças, o Comandante-Geral dos Bombeiros, destacou a utilização de material de revestimento externos dos prédios, que serão verificados para que não se use material combustível e ocorram problemas como o incêndio que destruiu um prédio e causou dezenas de mortes num incêndio em junho, em Londres.

“Outra questão a ser abordada é sobre o sistema de combate a incêndio nos prédios, que hoje é feito por mangueiras que precisam ser encaixadas, às vezes com alguma força. Vamos simplificar esse sistema passando a utilizar mangotes. Ou seja, basta a pessoa abrir o registro e puxar o mangote para combater o fogo. E aí, o porteiro, o zelador e até o próprio morador pode começar a combater o incêndio antes da chegada do Corpo de Bombeiros”, enfatizou o Coronel Alcântara.

Fonte: G1

Clique aqui para consultar o novo COSCIP

 

03.07.2017

FENEME participa de Seminário em Porto Alegre

No dia 23 de junho, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Diretores da FENEME participaram de Seminário alusivo ao 19º aniversário do Departamento Administrativo (DA) da Brigada Militar, cujo evento foi apoiado e promovido pela Associação de Oficiais da Brigada Militar (ASOFBM), no auditório do Ministério Público do Rio Grande do Sul, contando com a presença de Oficiais e Praças da Brigada Militar e Corpo de Bombeiros Militar.

Na ocasião o Diretor do DA, Coronel BMRS Botelho, realizou a abertura do Seminário e na sequência proferiram palestras sobre a Reforma da Previdência e os Militares Estaduais e do DF os Deputados Federais Onyx Lorenzoni – DEM/RS, Major Olímpio – SD/SP e Sutenente Gozaga – PDT/MG. No período da tarde foi a vez das palestras dos Oficiais da FENEME Coronel PMSC Marlon (Presidente da FENEME), Coronel PMESP Miler (Diretor Assuntos Legislativos) e o Presidente da ASOFBM Coronel BMRS Frota (Diretor Regional Sul).

Ao final o Coronel Frota, Presidente da ASOFBM foi agraciado com a medalha Mérito Nacional FENEME pelos serviços relevantes que prestou e presta à causa nacional dos militares estaduais. Também participaram do evento Major BMRS Specht (Diretor da FENEME), Major BMRS Monteiro, Coronel BMRS Altair, Coronel PMSC Bridi.

Cabe registro ainda que, no dia 22 de junho, o Comandante-Geral da Brigada Militar, Coronel Andreis Silvio Dal´Lago, recebeu em seu gabinete o presidente da FENEME e sua comitiva, onde debateram temas estratégicos atuais e importantes para as instituições militares estaduais e do DF, sendo acompanhados  na audiência pelo Cel Botelho (Diretor do DA) e o Major Specht ( Chefe da Assessoria Parlamentar do Comandante-Geral).

Fonte: FENEME

Clique aqui e veja mais fotos do evento

 

03.07.2017

Atividades Legislativas da FENEME (19-23 JUNHO)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim 'NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 19 a 23 de junho do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

29.06.2017

Presidente da AME/RJ visita Corregedor-Geral da Justiça

O Presidente da Associação de Oficiais Militares do Rio (AME/RJ), Coronel Fernando Belo, esteve na última terça-feira (27/6) no gabinete do Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador Cláudio de Mello Tavares.


A partir da esq.: Desembargador Mello Serra, Desembargador Cláudio de Mello Tavares, Cel PM Fernando Belo e Cel PM Wanderby Medeiros

A Polícia Militar não deixa de ser uma longa manus do Judiciário já que a ação, na prática, começa quando alguém disca 190. Estamos ajustados com a proposta do Corregedor de tornar a Justiça mais célere para o cidadão – disse o Coronel Belo, que estava acompanhado do Chefe da Seção Jurídica da PMERJ, Coronel Wanderby Braga de Medeiros.

Fonte: http://cgj.tjrj.jus.br

 

27.06.2017

Com parceria da AME/RJ, atleta do Instituto Ideal Brasil se torna Campeão Brasileiro em Salto em Distância

“Ao Ilmo. Sr. Presidente da AME/RJ: Cel PM Carlos Fernando Ferreira Belo

A/C Sr.Vice-Presidente Administrativo : Cel PM José Maria de Oliveira

Prezados Senhores,

Temos a alegria de informar que nosso aluno-atleta BRAYON CASTRO sagrou-se CAMPEÃO BRASILEIRO na prova do SALTO EM DISTÂCIA, com a marca de 7,10m, quando da nossa participação no Campeonato Brasileiro Sub-18, em Bragança Paulista/SP, de 23 a 25 do mês corrente, com mais de 24 Estados e o Distrito Federal.

O SALTO CAMPEÃO de Brayon foi registrado por fotos em dois belos momentos pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), as quais seguem anexas. Vale a pena vê-las.

Tal feito, além de evidenciar a concretização dos objetivos do nosso Projeto Social Desportivo, também evidencia a nossa parceria para todo o Brasil, quando os nomes ‘AME/RJ’ e ‘INSTITUTO IDEAL BRASIL’ ficam em destaque no uniforme do atleta campeão. Pois “Uma imagem vale mais que mil palavras.”

Reiteramos os nossos mais sinceros agradecimentos.

Um forte e cordial abraço a todos.

Prof. Ormandino Barcelos e Rosana Pazolini

Diretor de Esportes e Presidente do IIB/”.

A AME/RJ parabeniza a conquista do aluno-atleta Brayon Castro e se sente honrada em contribuir para o sucesso do Instituto Ideal Brasil, que promove a inclusão e o desenvolvimento social dos jovens por meio do desporto.

 

 

26.06.2017

Atividades Legislativas da FENEME (12-16 Junho)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim 'NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 12 a 16 de junho do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

22.06.2017

Consumidor poderá ser ressarcido quando encontrar à venda produtos vencidos

O consumidor poderá, a partir de agora, ser ressarcido quando encontrar nos estabelecimentos comerciais produtos expostos com a data de validade vencida. O programa “De Olho no Vencimento” vai garantir esse direito ao cliente, segundo determina a Lei 7.633/17, sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão e publicada no Diário Oficial do Poder Executivo na última terça-feira (20).

De acordo com a norma, o comércio varejista poderá aderir de forma voluntária ao programa. Nele, o consumidor poderá ter, gratuitamente, outro produto dentro do prazo de validade, idêntico ou similar de valor igual ao produto vencido Só que a ação só valerá antes da efetivação da compra. Caso o consumidor já tenha pago pelo produto, deverá ser ressarcido em dinheiro, nas formas previstas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). Os comerciantes que participarem do programa terão o selo “Estabelecimento Responsável”.

Autor da proposta, o deputado Átila Nunes (PMDB) diz que a medida vai incentivar a fiscalização pelos estabelecimentos comerciais quanto à validade dos produtos. O parlamentar ressalta que é de dever do fornecedor de produtos manter essa constante fiscalização e controle, impedindo que os consumidores venham a adquirir uma mercadoria imprópria ao consumo.

Fonte: Gazeta Online

 

22.06.2017

Pioneiro no Brasil, GOOP/CBMERJ oferece formação especializada

O Grupamento de Operações com Produtos Perigosos (GOPP) do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro é referência de treinamento para outros estados e também para as Forças Armadas. A unidade, além de atender diversos casos de vazamento de inflamáveis e de produtos tóxicos, também oferece formação especializada. Recentemente, representantes do Corpo de Bombeiros da Bahia estiveram no Rio em busca de parcerias para futuros cursos.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

21.06.2017

Artigo do Comandante-Geral da PMERJ

Artigo publicado em 18/06/17, jornal O Globo, editoria: Opinião, de autoria do Coronel Wolney Dias, Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

“Violência e economia

Em período de crescimento, reduzimos a taxa de homicídios para 28,7 em 2012. A partir do ano passado, no entanto, os homicídios voltaram a ter trajetória de alta

Historicamente, os indicadores de violência acompanham o desempenho da economia. Embora seja impossível quantificar essa constatação com números de ciência exata — tal a quantidade de variáveis em jogo —, podemos afirmar que nas crises econômicas, como a atual, a violência se expande. E, pior, quando a violência se expande, empurra para baixo a economia, produzindo um ciclo desastroso para toda a sociedade.

É possível observar esse cenário nas últimas quatro décadas. O primeiro grande boom de violência foi vivido no estado nas décadas 1980 e 1990, período em que se registrou um forte esvaziamento no setor industrial, especialmente na Zona Norte carioca — Penha, Bonsucesso, Benfica, Caju, Jacaré e outros bairros. Grandes empresas fecharam e deixaram para trás edificações e terrenos, que, em seguida, serviram para expansão de favelas. A ocupação desordenada do solo, por sua vez, agravou a violência. Em 1994, a taxa de homicídio chegou a 64,8 por cem mil habitantes, um recorde da série histórica.

Na primeira década do novo século, os indicadores tanto da economia quanto da violência começaram a se reverter. Beneficiado pelo preço das commodities no mercado internacional, o país se expandiu, houve grandes investimentos em infraestrutura e uma vigorosa política de inclusão social. O Rio de Janeiro, com a expansão da indústria do petróleo, viveu um momento muito especial. Nesse período de crescimento, conseguimos reduzir a taxa de homicídios para 28,7 em 2012. A partir do ano passado, no entanto, os homicídios voltaram a registrar trajetória de alta.

Não cabe aqui discutir se demoramos a nos preparar para enfrentar as consequências da crise financeira internacional, que explodiu nos EUA em 2008 e espalhou-se rapidamente pela Europa e mercados da Ásia. Mas não há dúvida de que a quebra de Wall Street é um dos fatores determinantes da recessão brasileira. E hoje pagamos um preço alto, com mais de 13 milhões de desempregados. Se observarmos as curvas da série histórica dos homicídios no estado, entre 1991 e 2016, é possível estabelecer um paralelo com a economia.

O Rio foi o estado mais prejudicado com a queda vertiginosa da indústria do petróleo, seu maior ativo econômico. No curto prazo, as consequências da crise na segurança são evidentes, com a perda de homens e equipamentos. Para citar um exemplo, deixamos de contar, por falta de recursos, com um reforço diário de 600 policiais que eram pagos pelo programa Regime Adicional de Serviço (RAS).

No médio e longo prazo, temos um desafio muito grande para impedir que novas áreas da região metropolitana — como Itaboraí, Xerém, Itaguaí — virem grandes favelas, como aconteceu a 20 anos na Zona Norte carioca. O governo do estado vem atuando com determinação para equacionar o impasse financeiro, como medida emergencial. E, em seguida, criar mecanismo de recuperação da crise, diversificando a economia com investimentos em serviço, infraestrutura e meio ambiente, além da retomada de setores tradicionais como a indústria naval.

Nesse complexo quadro socioenômico, não podemos deixar de enaltecer o trabalho das forças de segurança do estado, em particular dos policiais militares. Apesar de todas as dificuldades financeiras e materiais, nossa tropa não perdeu o entusiasmo de cumprir o lema da corporação: “Servir e proteger”.".

 

21.06.2017

Comandante-Geral da PM do Rio agradece homenagem prestada pela ALERJ

Palavras de agradecimento do Coronel Wolney Dias, Comandante-Geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro à homenagem prestada pela Assembleia Legislativa (ALERJ) aos 208 anos de existência da Corporação.

“Uma justa homenagem da ALERJ à nossa Corporação

Foi muito gratificante representar a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro na homenagem prestada pela Assembleia Legislativa (ALERJ) para marcar os 208 anos de fundação de nossa Corporação.

Realizada na manhã do dia 19 de junho no plenário da ALERJ, a sessão solene comemorativa dos mais de dois séculos de existência da PM foi proposta pelos deputados Fatinha e Carlos Osório com apoio unânime de todos os parlamentares do legislativo fluminense. Tanto Fatinha como Carlos Osório ressaltaram o caráter imprescindível de nossa instituição.

“É preciso defender a ampliação dos direitos dos policiais militares. É nosso dever prestar o apoio a todas as medidas em favor dos policiais”, disse a deputada Fatinha ao abrir a sessão.

“Vocês são os verdadeiros heróis da população do Rio de Janeiro. É a PM que permite que o nosso estado possa funcionar”, discursou em seguida o deputado Osório.

As placas comemorativas recebidas por mim e pelos demais colegas de farda homenageados devem ser estendidas a todos os 45.429 policiais militares, homens e mulheres que trabalham diuturnamente em defesa da sociedade. Devem ser estendidas também, em memória, aos nossos companheiros que foram mortos.

No discurso que proferi em nome de toda a Corporação, ressaltei o nosso espírito guerreiro, a nossa inigualável capacidade de superação nos momentos mais difíceis e a nossa convicção de que contaremos com o apoio do poder legislativo para superar as dificuldades que estamos enfrentando.

Sobre a sessão solene, vale registrar a presença massiva de policiais militares de diferentes patentes no plenário da ALERJ, a participação sempre competente da Banda da Polícia Militar e a bonita apresentação do coral do maestro Sidney Marzullo, composto por cantores deficientes visuais”.

Fonte: PMERJ

 

19.06.2017

Por falta de verba, viaturas da PMERJ estão paradas

Mais de um terço das viaturas dos batalhões da PM do Rio de Janeiro estão paradas por falta de manutenção. De um total de 2.657 carros policiais, 990 encontram-se parados, à espera de manutenção. Ou seja, 37,2% da frota, o que compromete o policiamento adequado.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

16.06.2017

PT, partido que protege bandidos!

Durante a abertura do 6º Congresso do PT de São Paulo, Luiz Inácio Lula da Silva disse que, caso eleito, vai “mandar prender jornalistas”, como se, numa democracia, Presidente da República fosse dotado desse poder. Não é. As declarações fazem saltar a veia totalitária de Lula e escancaram, para quem quiser ver e ouvir o que nos espera caso o petista retorne ao poder.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

16.06.2017

FENEME participa de audiência pública na Câmara dos Deputados

Em 06 de junho do corrente Ano, a Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) participou de debate em Audiência Pública sobre o do Projeto de Lei 6.662/2016, que dispõe sobre a Lei Orgânica da Segurança Pública ocorrida na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO).

O Coronel Miler, Diretor de Assuntos Legislativos da FENEME enfatizou a solicitação ao Presidente da Casa para pautar este projeto, em razão do amadurecimento das discussões o que ocorreu ao longo do tempo. Outras entidades estiveram presentes nas discussões, dentre elas o Conselho Nacional de Comandantes Gerais – CNCG PM/BM, cujo presidente foi representado pelo também Diretor da FENEME e Assessor Político-Institucional do CNCG, Major Specht, que ressaltou a importância deste projeto para o Ciclo Completo e a regulamentação de preceito constitucional.


O Coronel PMESP Elias Miler representou a FENEME

Fonte: FENEME

 

16.06.2017

Catilinárias de Cícero, em 42 a.C. – Muito atual

Primeiros dois parágrafos da oração primeira das Catilinárias, de Marco Túlio Cícero Roma - ano 42 a.C. Muito atual!!! Podem trocar o nome Catilina por Lula, Palatino por Planalto, Senado é o mesmo, e República também. Roma está oculta, mas podem substituir por Brasília.

"Até quando, Catilina, abusarás de nossa paciência? Quanto zombará de nós ainda esse teu atrevimento? Onde vai dar tua desenfreada insolência? É possível que nenhum abalo te façam nem as sentinelas noturnas do Palatino, nem as vigias da cidade, nem o temor do povo, nem a uniformidade de todos os bens, nem este seguríssimo lugar do Senado, nem a presença e semblante dos que aqui estão? Não pressentes manifestos teus conselhos? Não vês a todos inteirados da tua já reprimida conjuração? Julgas que algum de nós ignora o que obraste na noite próxima e na antecedente, onde estiveste, a quem convocaste, que resolução tomaste?

Oh tempos! Oh costumes! Percebe estas coisas o Senado, o cônsul as vê, e ainda assim vive semelhante homem! Que digo, vive? Antes vem ao Senado, é participante do conselho público, assinala e designa com os olhos, para a morte, a cada um de nós. E nós, homens de valor, nos parece ter satisfeito à República, evitando as suas armas e a sua insolência. Muito tempo há, Catilina, que tu devias ser morto por ordem de cônsul, e cair sobre ti a ruína que há tanto maquinas contra todos nós."

Marco Túlio Cícero nasceu em Arpino, no ano 106 a.C. Morreu no ano 43 a.C., aos sessenta e três anos de idade. (106–43 a.C.); em latim: Marcus Tullius Cícero. Foi advogado, político, escritor, orador e filósofo da gens Túlia da República Romana eleito cônsul em 63 a.C.  Cícero nasceu numa rica família municipal de Roma de ordem equestre e foi um dos maiores oradores e escritores em prosa da Roma Antiga. 

 

14.06.2017

FENEME e CNCG PM/BM recebidos em audiência pelo secretário da SENASP


Em 11 de maio do corrente ano, Oficiais da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) e do Conselho Nacional de Comandantes Gerais (CNCG PM/BM) foram recebidos em audiência pelo Secretário Nacional de Segurança Pública (SENASP), General Carlos Alberto dos Santos Cruz e pelo Secretário Substituto, Almirante Alexandre Araújo Mota. A comitiva foi composta pelo Coronel Marlon (Presidente da FENEME) e Coronel Nunes (Comandante-Geral da PMDF e Presidente do CNCG), acompanhados pelo Coronel PMESP Miler, Coronel PMMG Ronaldo e Coronel PMDF Gouveia.

Na oportunidade foram tratados vários temas estratégicos para a segurança pública brasileira, bem como a necessidade da aprovação de várias legislações que já tramitam no Congresso Nacional e inovações nos procedimentos policiais e de bombeiro, tudo no sentido de melhorar a segurança da sociedade de todo o País. Ao final, foi encaminhado outros encontros em breve para aprofundamento das questões, visando concretização dos temas tratados.

Fonte: FENEME

 

14.06.2017

PM de São Paulo fará compra de 5 mil pistolas no exterior

Após duas décadas utilizando pistolas da marca Taurus, alvo de muitas críticas, a Polícia Militar de São Paulo prepara licitação internacional para compra de armamento. A intenção da corporação é de adquirir 5 mil pistolas calibre 40. As pistolas serão destinadas às unidades do Choque, como as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA), o Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), que atua em situações com reféns e motins em presídios, e também tropas especializadas em contenções de distúrbios civis.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

14.06.2017

Para refletir: PT no poder?

Texto extraído do Facebook:

“Curioso. A única chance do Lula escapar da prisão é eleger-se presidente do Brasil, antes de ser condenado. E aí dá um golpe e o Brasil vira uma grande Venezuela. Mas precisa ser agora. Até o Financial Times sabe disso, porque publicou uma matéria a esse respeito.

Para o Lula se "salvar" é preciso derrubar o Temer de qualquer maneira. E para um presidente cair tem de renunciar ou sofrer um impeachment. Impeachment demora, vide o da Dilma. E logo agora? Falta um ano e pouco para as eleições.

Quem já protocolou correndo um pedido de impeachment? Alessandro Molon, ex-PT agora Rede, o new-PT. Com o apoio do PT, do PDT, do PCdoB, PSOL et caterva. Todos sabem que lula e Dilma se elegeram fraudando as eleições. A quem querem enganar?

Muita calma nessa hora, pessoas. Não se esqueçam que estamos lidando com uma organização criminosa e que os bandidos são hiper profissionais. A JBS é braço do PT. Não à toa essa bomba explode justo quando Lula está prestes a ser condenado e a caixa preta do BNDES começa a ser aberta.

Às vésperas da aprovação das reformas? A quem interessa tumultuar, agora q o país estava se organizando e tentando se levantar? Coincidência é o Deus dos burros”.

 

14.06.2017

ASSOF divulga nota sobre escutas telefônicas na PM de Mato Grosso

Para conhecimento, repassamos abaixo nota pública da Associação de Oficiais Militares de Mato Grosso (ASSOF) a respeito de escutas telefônicas pela Polícia Militar denunciadas no mês de maio pelo programa Fantástico da Rede Globo de Televisão.

Nota pública referente a denúncia de interceptações telefônicas ilegais realizada por Policiais Militares em MT

A Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso (ASSOF), Entidade de classe que congrega 1.000 (mil) oficiais entre Tenentes e Coronéis da ativa e reserva, vem a público manifestar a indignação e repulsa contra as práticas de interceptações telefônicas ilegais denunciadas no Programa Fantástico da Rede Globo e veiculadas na noite deste domingo (14/05), onde um grupo de policiais militares teria agido à revelia da lei e a mando de políticos de nosso Estado contra personalidades de nossa sociedade.

Os Oficiais da Polícia Militar que se constituem em homens e mulheres cumpridores da lei, da moral e dos bons costumes, defendem a rigorosa apuração e investigação contra os fatos denunciados, pois entendemos que a mera ilação desse tipo de conduta, denigre e macula a imagem de mais de 10 mil policiais militares, que diuturnamente se dedicam a cumprir a lei, preservar a ordem pública e respeitar os direitos individuais.

Neste momento de quebra da ordem pública, onde agentes do Estado são acusados de ordenarem práticas ilegais e inescrupulosas, a Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso não poderia adotar outra postura que não fosse a de se colocar ao lado da sociedade e cobrar severas explicações.

Ao longo da história a Polícia Militar no Brasil e em especial no Estado de Mato Grosso vem desenvolvendo ações que orgulham a sociedade e dignificam o trabalho policial, mas isso só tem sido possível graças a devoção e o respeito à lei que todos nós militares cultuamos como ideal de vida.

A Polícia Militar não pode ser responsabilidade como protagonista de práticas ilegais realizadas por maus profissionais, sob pena do trabalho policial realizado no Estado de Mato Grosso no combate à assaltantes a banco, quadrilhas de tráfico de drogas e armas, se tornarem inviabilizados.

Durante o final de semana vimos autoridades da segurança pública e do governo precipitadamente anunciarem para impressa que iriam determinar a suspensão do acesso da Polícia Militar ao sistema guardião de interceptações telefônicas.

Em primeiro lugar a Associação dos Oficiais destaca que essas autoridades não possuem autorização legal para determinar essa suspensão, segundo ressaltamos que é por demais temerário impedir o acesso da PM a interceptações telefônicas considerando a atuação das inúmeras quadrilhas do crime organizado no Estado.

Por esse motivo a ASSOF defende adoção de medidas que não irão prejudicar as ações de combate ao crime organizado e que paralelamente, darão maior segurança aos procedimentos policiais e para isso, propomos quatro medidas:

1. Rigor e seriedade na apuração e a punição das pessoas que de maneira fraudulenta inseriram números de telefones de pessoas de bem no levantamento de informações por meio de interceptações telefônicas;

2. Responsabilização dos agentes públicos que determinaram ou autorizaram a realização dessas interceptações telefônicas ilegais;

3. Auditoria por parte do Ministério Público Estadual e Federal em todos os processos de interceptação telefônicas realizados pelos órgãos judiciais e de segurança, que estão em curso ou que foram realizados no Estado de Mato Grosso nos últimos anos, para se verificar a regularidades desses procedimentos;

4. Adoção de protocolos mais rigorosos na autorização e na realização de interceptações telefônicas para todos os órgãos do sistema de segurança pública (Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Ministério Público, etc), para evitar que fraude como a que foi denunciada, volte a ocorrer;

Por fim, a diretoria da Associação dos Oficiais informa a sociedade Mato-Grossense que irá promover competente representação na Corregedoria da Polícia Militar de Mato Grosso para instauração de inquérito policial militar, a fim de se apurar as responsabilidades de todos os policiais militares envolvidos na referida denúncia.

Tenente-Coronel PM Wanderson Nunes da Siqueira

Presidente da ASSOF

 

12.06.2017

Em caso de morte em serviço de agentes de segurança, pensão será paga em dobro

Os familiares de Policiais civis e Militares, Bombeiros, Inspetores Penitenciários e Agentes do DEGASE mortos em serviço terão direito a pensão em dobro. Esta é uma das mudanças aprovadas pela ALERJ nas regras de pensões de Servidores Estaduais, que entraram em vigor hoje (12), com a publicação da Lei 7.268/17.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

08.06.2017

Atletas do IIB seguem conquistando ótimos resultados em competições 

Segue mensagem do Diretor de Esportes e Treinador Responsável pelo Núcleo Desportivo de Atletismo - Instituto Ideal Brasil, Ormandino Barcelos, informando os resultados obtidos pelos atletas em recentes competições oficiais.

“À AME/RJ

Prezados Senhores,

É com satisfação e alegria que informamos os nossos últimos resultados obtidos em competições oficiais realizadas pela Federação Estadual de Atletismo nos meses de Março, Abril e Maio corrente.

Nestas competições fomos VICE-CAMPEÕES, não somente nos diversos Troféus, mas também nos CAMPEONATOS ESTADUAIS SUB-20, SUB-18 E ADULTO, competindo com mais de uma dezena de entidades desportivas (Clubes). Ressaltando que só perdemos para o CLUBE DE REGATAS VASCO DA GAMA, o qual tem grande estrutura, cuja realidade não pode ser comparada com a nossa do INSTITUTO IDEAL BRASIL.

Neste último CAMPEONATO ESTADUAL SUB-18, realizado nos dias 27 e 28/05, fomos VICE-CAMPEÃO, perdendo novamente somente para VASCO DA GAMA no MASCULINO, por apenas 7 PONTOS.

Estes excelentes resultados devem-se principalmente, a nossa parceria, sem a qual não poderíamos alcançar tais objetivos com os jovens participantes. Vale enfatizar que, por conta destes resultados dos nossos jovens atletas, já estamos credenciados a participar de várias competições nacionais, abaixo listadas, e nas quais nossa equipe estará uniformizada dando visibilidade à logomarca de nossa parceria.

- TROFÉU BRASIL DE ATLETISMO 2017
Será de 09 a 11/06 em São Bernardo do Campo/SP e será televisionado pela TV GLOBO, SPORTV e TV CBAT;

- CAMPEONATO BRASILEIRO DE ATLETISMO SUB-18
Será de 23 a 25/06 em Bragança Paulista/SP 

- CAMPEONATO BRASILEIRO DE ATLETISMO SUB-23
Será de 25 a 27/08 em Porto Alegre/RS.

Fato importante também aconteceu nestes meses de ABRIL e MAIO, quando ingressaram no projeto uma quantidade expressiva de alunos-atletas, aproximadamente 35 (TRINTA E CINCO) NOVAS INSCRIÇÕES DE ALUNOS-ATLETAS. De forma que, alcançamos a marca de 100 (CEM) participantes somente neste 1º SEMESTRE e, estimamos que aconteçam mais 100 (CEM) inscrições novas no 2º SEMESTRE.

Abaixo relacionarmos os atletas de maiores destaques, e aproveitamos para enviar algumas fotos dos mesmos no pódio e com suas medalhas.

Resultado da Equipe Ideal Brasil e seus atletas medalhistas nas últimas competições:
 
2º Lugar Geral no Troféu André Domingos de Atletismo (18/março)

·         1º Lugar Atleta Iuri Rosário Malvestiti – Salto em Altura Sub-23

·         1º Lugar Atleta Everton Igo Nogueira dos Santos – Salto em Altura Sub-20

·         1º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – Lançamento do Dardo Sub-20

·         1º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – Lançamento do Disco Sub-20

·         1º Lugar Atleta Lorena Silva Ribeiro – 1500m Sub-20

·         1º Lugar Atleta Lorena Silva Ribeiro – 400m Sub-20

·         1º Lugar Atleta Juliano Natalina Soares – 1500m Sub-20

·         1º Lugar Atleta Lucas Freitas – Salto em Altura Sub-18

·         1º Lugar Atleta Brayon de Souza Castro – Salto em Distância Sub-18

·         1º Lugar Atleta Hugo de Moura Araújo – 400m Sub-18

·         2º Lugar Atleta Wellerson Ferreira da Cruz – 110m c/ Barreiras Sub-23

·         2º Lugar Atleta Lucas Freitas – Lançamento do Dardo Sub-18

·         2º Lugar Atleta Joyce Francisca – 100m Sub-18

·         3º Lugar Atleta Mayara Egídio Braga – 1500m Sub-23

·         3º Lugar Atleta Vitória de Santana – Salto em Distância Sub-20

·         3º Lugar Atleta Vitória de Santana – 100m Sub-20

 
2º Lugar Geral no Troféu Arnaldo de Oliveira de Atletismo (26/março)

·         1º Lugar Atleta Iuri Rosário Malvestiti – Salto em Altura Sub-23

·         1º Lugar Atleta Rafael Gomes Francisco – 400m Sub-23

·         1º Lugar Atleta Lucas Freitas – Salto em Altura Sub-18

·         1º Lugar Atleta Brayon de Souza Castro – Salto Triplo Sub-18

·         1º Lugar Atleta Luiz Octávio Pimentel – 110m c/ Barreiras Sub-18

·         1º Lugar Atleta Mateus Mendes – 800m Sub-18

·         2º Lugar Atleta Everton Igo Nogueira dos Santos – Salto em Altura Sub-23

·         2º Lugar Atleta João Pedro de Azevedo – Salto Triplo Sub-18

·         2º Lugar Atleta Lucas Freitas – Arremesso do Peso Sub-18

·         2º Lugar Atleta Joyce Francisca – 100m Sub-18

·         2º Lugar Atleta Leonardo Freitas – Salto em Altura Sub-18

·         2º Lugar Atleta Leonardo Freitas – 110m c/ Barreiras Sub-18

·         3º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – Salto Triplo Sub-20

·         3º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – 110m c/ Barreiras Sub-23

·         3º Lugar Atleta Gabriel Firmiano – Arremesso do Peso Sub-23

·         3º Lugar Atleta Yan Lucas Fernandes – 400m Sub-23

·         3º Lugar Atleta Hugo de Moura Araújo – 400m Sub-18


2º Lugares Geral e Masculino no Campeonato Estadual Adulto (06 e 07/maio)

·         1º Lugar Atleta Rafael Gomes Francisco – 400m Sub-23

·         2º Lugar Atleta Iuri Rosário Malvestiti – Salto em Altura Sub-23

·         2º Lugar Atleta Everton Igo N. dos Santos – Salto em Altura Sub-20

·         2º Lugar Atleta Lorena Ribeiro – 800m

·         2º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – Lançamento do Dardo

·         3º Lugar Atleta Mayara Egídio Braga – 3000m c/ Obstáculos

·         3º Lugar Revezamento 4x400m

 
2º Lugar Geral no Troféu Cláudio Roberto de Sousa de Atletismo (13/maio)

·         1º Lugar Atleta Rafael Gomes Francisco – 400m

·         1º Lugar Atleta Brayon Castro – Salto em Distância

·         1º Lugar Atleta Djhulyani Pereira Brito – Arremesso do Peso

·         1º Lugar Atleta Vitória de Santana – Salto em Altura

·         1º Lugar Atleta Matheus Cabral – Arremesso do Peso

·         1º Lugar Atleta Mateus Mendes – 800m

·         2º Lugar Atleta Hugo de Moura – 800m

·         2º Lugar Atleta Leonardo Freitas – Salto em Altura

·         2º Lugar Atleta Hugo de Moura – 400m

·         2º Lugar Atleta Iuri Rosário Malvestiti – Salto em Altura

·         3º Lugar Atleta Everton Igo Nogueira dos Santos – Salto em Altura

·         3º Lugar Atleta Lorena Ribeiro – 800m

·         3º Lugar Atleta Matheus Cabral – Lançamento do Martelo

·         3º Lugar Atleta Lorena Ribeiro – 400m

 
3º Lugar Geral no Troféu Claudinei Quirino de Atletismo (02/abril)

·         1º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – Arremesso do Peso

·         1º Lugar Atleta Everton Igo Nogueira dos Santos – Salto em Altura

·         1º Lugar Atleta Lorena Ribeiro – 800m

·         2º Lugar Atleta Matheus Cabral – Lançamento do Martelo

·         2º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – 110m c/ Barreiras

·         3º Lugar Atleta Brayon Castro – Salto Triplo

·         3º Lugar Atleta Rafael Gomes Francisco – 400m

·         3º Lugar Atleta Gabriel Firmiano da Silva – Arremesso do Peso

 
3º Lugar Geral no Troféu Edson Luciano de Atletismo (20/maio)

·         1º Lugar Atleta Everton Igo Nogueira dos Santos – Salto em Altura Sub-20

·         1º Lugar Atleta Vitor Hugo da Costa – Lançamento do Dardo Sub-20

·         1º Lugar Atleta Leonardo Freitas – Salto em Altura Sub-18

·         1º Lugar Atleta Hugo de Moura – 800m

·         1º Lugar Atleta Juliana Almeida – 800m

·         2º Lugar Atleta Iuri Rosário Malvestiti – Salto em Altura Sub-23

·         2º Lugar Atleta Lucas Freitas – Salto em Altura Sub-18

·         2º Lugar Atleta Nadyanne Moraes – Salto Triplo Sub-18

·         2º Lugar Atleta Lorena Ribeiro – 1500m

·         2º Lugar Atleta Hugo de Moura – 400m

·         3º Lugar Atleta William Luciano – 400m c/ Barreiras


2º Lugar Masculino no Campeonato Estadual Sub-18 (27 e 28/maio)

·         1º Lugar Atleta Brayon de Souza Castro – Salto Triplo

·         1º Lugar Atleta Brayon de Souza Castro – Salto em Distância

·         1º Lugar Atleta Djhulyane Pereira Brito – Arremesso do Peso

·         1º Lugar Atleta Djhulyane Pereira Brito – 400m rasos

·         1º Lugar Atleta Mateus Mendes Barcellos Costa – 2000m c/ Obstáculos

·         1º Lugar Atleta Mateus Mendes Barcelos Costa – 1.500m

·         2º Lugar Atleta Matheus Cabra – Lançamento do Martelo

·         2º Lugar Atleta Hugo de Moura Araújo – 800m

·         2º Lugar Atleta Matheus Almeida – 2000m c/ Obstáculos

·         2º Lugar Atleta Luiz Constantino – Salto com Vara

·         3º Lugar Atleta Matheus Cabral – Arremesso do Peso

·         3º Lugar Atleta Leonardo Freitas – Salto em Atura

·         3º Lugar Atleta Leonardo Freitas – Decatlo

·         3º Lugar Atleta Luiz Octávio Pimentel – 110m c/ Barreiras

 
Fica aqui nossos agradecimentos pela AME/RJ nos ajudar a proporcionar, a estes jovens, estas conquistas.

Um forte e cordial abraço,

Professor Ormandino Barcelos - Diretor de Esportes e Treinador Responsável

Rosana Sodré Pazolini – Presidente.”

 

 

08.06.2017

Dossiê Ursal – 100 motivos para o PT acabar

Aécio Neves – afastado de suas funções de Senador após o escândalo da delação da JBS – teria omitido fatos extremamente graves que certamente abalariam o cenário político do Brasil. Para melhor entendimento e análise, o dossiê Ursal em três partes.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

06.06.2017

Atividades Legislativas da FENEME (15 - 19 Maio)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ' NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal, da semana de 15 a 19 de maio do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

06/06/2017

Reunião mensal do Ministério da Justiça sobre o Termo Circunstanciado - Informações


"Prezados (as) Dirigentes e demais Oficiais da FENEME

Objetivando levar informações a todos, relatamos que na tarde de 30/06/17 houve reunião na Secretaria de Assuntos Legislativos (SAL) do Ministério da Justiça (MJ) com o Secretário, Delegados e PRF sobre Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), sendo a mesma muito tensa.

A SAL/MJ está mediando a elaboração de legislação sobre a lavratura do TCO em todo o País por TODAS as Instituições Policiais através de seus policiais.

Na reunião, os Delegados corporativamente, primeiramente, foram contrários até em discutir qualquer o tema sob qualquer aspecto. Após calorosa e pesada discussão os Delegados iniciaram um diálogo, embora não amistoso.

Ao final não se chegou a um acordo, demonstrando que o caminho será longo, no entanto, "engrenamos" uma nova reunião com a participação de representação do Ministério Público Federal e Estadual.

Tivemos a impressão que os Delegados se sentiram sozinhos no debate pela falta de argumentos, mesmo contrariados. A Reunião foi conduzida pessoalmente pelo Secretário da SAL/MJ Edinho Bez , juntamente com seus assessores diretos.

Estavam presentes e se manifestaram o Deputado Subtenente Gonzaga, representantes do Conselho Nacional dos Delegados, da ADEPOL, Diretores da FENEME e CNCG PM/CBM.

Ao final demonstramos que queremos e vamos avançar em nome da sociedade brasileira, e penso que a SAL/MJ passou a ser aliada no debate.

Peço que a presente informação permaneça restrita, por enquanto, aos senhores e aos seus assessores.Tenham em mente que avançaremos em todo o Brasil a exemplo do que já ocorre em alguns Estados e não cederemos um milímetro neste debate.

Para finalizar, repassamos abaixo um link “Formulário de Contribuição” da Proposta Normativa sobre a Desburocratização da Administração Pública, elaborada pela SAL/MJ e Segurança Pública, com a colaboração do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Para tanto, gostaríamos que divulgassem e todos respondessem, justamente dizendo que o TCO seria o primeiro passo para desburocratizar o atendimento na área da segurança pública ao cidadão, bem como que favorável parcialmente e que o mesmo deverá ser construído com a participação de todos os dirigentes das Instituições e entidades representativas em conjunto com a sociedade.

Link: clique aqui

Um forte abraço a todos,

Cel PMSC Marlon Jorge Teza

Presidente da FENEME".

 

02.06.2017

Seminários da CCJC comprovam conveniência de adoção da Polícia de Ciclo Completo no Brasil

Parlamentares, gestores e trabalhadores da segurança pública, entre outros segmentos da sociedade, demonstraram grande convergência a favor da adoção do Ciclo Completo de Polícia no Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados realizou uma série de seminários para discutir a proposta de uma nova arquitetura para o Sistema de Segurança Pública brasileira, tendo esta como eixo central de atuação das polícias, o “Ciclo Completo de Polícia”.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

31.05.2017

Sexta Lei do Mestre Vidioto

Palavras de nosso eterno Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e Sócio da AME/RJ, Coronel Wilton Soares Ribeiro:

“6ª Lei do Mestre Kim Vidioto:

A síndrome da chinelada na barata.

Toda vez que se der uma chinelada em um grupamento de baratas (traficantes de drogas, usuários de crack, etc), as que restarem, nunca deixarão de ser baratas. Nunca entrarão em uma fila de emprego para mudarem de profissão, com uma Carteira de Trabalho embaixo do braço. Continuarão a ser baratas. Apenas se fracionarão e se deslocarão para outros lugares e continuarão a exercerem suas funções de barata (deslocamento da mancha criminal). Com o tempo criarão outros grupamentos de baratas nos locais para onde foram e, não satisfeitas retornarão para onde inicialmente se viram expulsas. (fenômeno UPP)”.

 

31.05.2017

Comandante-Geral da PMERJ: “Vamos estimular projetos que visem, principalmente, a valorização do PM"

Com 208 anos de existência, comemorados este mês, a Polícia Militar do Rio de Janeiro tem investido em tecnologia e na formação de pessoal. Em entrevista ao D.O. Notícias, o Coronel Wolney Santos, Comandante da Corporação, destaca os projetos da instituição.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra 

 

30.05.2017

Coronel Roberto Robadey, Chefe do EMG dos Bombeiros adere a AME/RJ

De acordo com Coronel Robadey, objetivo da adesão é o de cooperar com o enorme esforço que AME/RJ e FENEME fazem pelos militares estaduais

Em 26/05, o Chefe do Estado-Maior Geral (EMG) e Subcomandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBMERJ), Coronel Roberto Robadey, confirmou sua adesão à Associação de Oficiais Militares Estaduais (AME/RJ). A assinatura aconteceu na presença do Presidente Associação dos Oficiais Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (AOB/RJ), Coronel RR Silvino, e do Presidente da AME/RJ, Coronel RR Fernando Belo.

A Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), da qual tanto a AOB/RJ quanto a AME/RJ fazem parte, tem sido fundamental na manutenção de nossas prerrogativas junto, principalmente, ao Congresso Nacional. O objetivo de me associar é cooperar com esse esforço. Em Santa Catarina, 98% dos militares estaduais são associados. Precisamos contribuir com quem, respeitando a hierarquia e disciplina, nos representa – disse o Coronel Robadey, membro da AOB/RJ desde 1985.

Fonte: CBMERJ


 

29.05.2017 

Quinta Lei do Mestre Vidioto

Palavras de nosso eterno Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e Sócio da AME/RJ, Coronel Wilton Soares Ribeiro:<

“5ª Lei do Mestre Kim Vidioto

Toda vez que Traidores Institucionais pregarem a desmilitarização, a entrada única, a extinção da Academia de Polícia Militar (APM), a venda de Quartéis, a extinção do Colégio Militar de Niterói (CPMERJ), a cessão de largas áreas de nossos territórios sagrados, a mudança de nossas Fardas ou de nossos Brasões e Insígnias, etc, etc, etc, bem como, forem a imprensa para tecerem críticas contra aqueles que estão, no momento, tentando a duras penas corrigirem seus atos incompetentes e eivados de improbidade, cometidos em passado recente, a solução sempre será simples e direta: COÇA, só COÇA".

 

26.05.2017

"A Academia D. João VI retomou a tarefa de formar os oficiais PM”

“Quando muitos falam na formação dos Policiais Militares, a necessidade de desenvolver projetos que a cada dia mais qualifiquem estes profissionais para o desempenho de suas tarefas, quando a Segurança Pública representa, hoje, um grande desafio à nossa sociedade carioca e fluminense, ver a recuperação do Curso de Formação de  Oficiais na Academia Dom João VI, nos enche de orgulho e também de alegria" . Parte do pronunciamento do Deputado Estadual Paulo Ramos no Plenário da ALERJ, no dia 17/05/2017.

Clique aqui e assista ao vídeo

 

26.05.2017

Com baixa procura, vacinação contra a gripe é prorrogada até dia 9 de junho

A campanha de vacinação contra a gripe, que terminaria nesta sexta-feira, foi prorrogada até o dia 9 de junho. As doses começaram a ser aplicadas no público-alvo em 17 de abril, mas ainda é baixa a procura nos postos de saúde. Segundo o Ministério da Saúde, o objetivo é imunizar 3,8 milhões de pessoas no Estado do Rio de Janeiro, mas apenas 49% buscaram atendimento até o momento. Em todo o país, a campanha espera atingir 54,2 milhões de habitantes, mas, desse total, somente 63,6% foram vacinados.

O Rio é segundo estado com a menor procura pela imunização, ficando atrás apenas de Roraima, que vacinou 47,91% das pessoas. O público-alvo da campanha é formado por idosos, crianças de 6 meses a 4 anos, trabalhadores da área de saúde, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto, que são considerados os grupos mais vulneráveis aos quadros graves e complicações da doença, professores das redes pública e privada, população privada de liberdade, trabalhadores do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

O principal objetivo da vacinação em massa é reduzir as internações, complicações e mortes em decorrência das infecções causadas pelo vírus influenza. A vacina é aplicada às vésperas do inverno, período de maior incidência da doença. Estudos apontam que a vacina contra a gripe pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% da mortalidade global e em, aproximadamente 50%, as doenças relacionadas ao influenza.

O que você precisa saber antes de tomar a vacina contra a gripe.

1) Público-alvo. Além das crianças de seis meses a 4 anos, são idosos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, indígenas, presos, doentes crônicos e profissionais de saúde. Também estão no público-alvo este ano os professores das redes pública e privada e os trabalhadores do sistema prisional.

2) Prescrição médica. 
Portadores de doenças crônicas, que fazem parte do público-alvo da vacina, precisarão apresentar uma prescrição médica com a indicação do imunizante antes de se vacinar. As mulheres no pós-parto também devem apresentar algum documento que comprove terem dado à luz no período contemplado pela campanha.

3) Proteção contra três subtipos do vírusA vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (H1N1; H3N2 e influenza B).

4) Contra-indicaçõesApesar de ser segura, nem todos podem tomar a vacina. Pessoas febris, portadores de doenças neurológicas, com história de alergia grave relacionada a ovo e reação a doses anteriores devem consultar um médico antes de tomar a vacina.

5) Cuidados simplesA transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados. Cuidados simples, como lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar e não compartilhar.

Fonte: O Globo

 

25.05.2017

Vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira

Quem faz parte dos chamados grupos prioritários e ainda não se vacinou contra a gripe tem até esta sexta-feira (26) para procurar um posto de saúde e garantir a imunização. Balanço do Ministério da Saúde indica que, até a última segunda-feira, apenas 58,2% do público-alvo havia sido vacinado. A meta do Governo é vacinar 90% de um total de 54,2 milhões de pessoas.

De acordo com o Ministério, é fundamental que as pessoas se vacinem neste momento para estarem protegidas durante o inverno, quando os diversos vírus da influenza começam a circular com maior intensidade. A vacina demora cerca de 15 dias para fazer efeito após aplicada.

Quem deve se vacinar. Desde o dia 17 de abril, a dose está disponível nos postos de vacinação para crianças de 6 meses a menores de 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além de professores da rede pública e particular.

Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e com deficiências específicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina sem necessidade de prescrição médica.

À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

Mesmo as pessoas vacinadas devem procurar o médico ao apresentar os sintomas da gripe: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento do quadro de gripe pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Fonte: Agência Brasil

 

23.05.2017

Taxa de incêndio pode ser paga via internet

O contribuinte que desejar antecipar o pagamento da taxa de incêndio de 2017 poderá fazer isso através do site do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (CBMERJ). Os valores variam entre R$28,21 (imóveis com até 50m²) e R$1.692,87 (imóveis não-residenciais com mais de 1.000m²). 

No site do FUNESBOM (http://funesbom.com.br), contribuintes que não receberam ou quiserem antecipar o boleto poderão imprimi-lo, tendo em mãos o número de inscrição predial, que pode ser consultado no carnê do IPTU. O pagamento poderá ser realizado em qualquer banco ou lotérica até a data do vencimento.

Segundo a legislação vigente, estão isentos da taxa os aposentados, pensionistas, pessoas com deficiência física, proprietários ou locatários de apenas um imóvel residencial no Estado do Rio, com até 120m², igrejas e templos de qualquer culto. Basta apresentar ao CBMERJ a documentação comprobatória. 

Fonte: O Dia

 

18.05.2017

PRESIDENTE TEMER FALA AO BRASIL: NÃO RENUNCIAREI!

O Presidente Michel Temer disse hoje (18) que não irá renunciar ao cargo e exigiu uma investigação rápida na denúncia em que é citado, para que seja esclarecida. "Não renunciarei. Repito não renunciarei", afirmou em pronunciamento, no Palácio do Planalto.

Sei o que fiz e sei da correção dos meus atos, e exijo investigação plena e muito rápida para os esclarecimentos ao povo brasileiro. Essa situação de dúvida não pode persistir por muito tempo”, disse Temer, em pronunciamento. 

Foi a primeira fala do Presidente após divulgação na noite de ontem (17) de reportagem do jornal O Globoem que é citado. A reportagem diz que em encontro gravado, em áudio, pelo empresário Joesley Batista, o Presidente teria sugerido que se mantivesse pagamento de mesada de Batista ao ex-Presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e ao doleiro Lúcio Funaro para que estes ficassem em silêncio. Cunha está preso em Curitiba.

Hoje, o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin homologou a delação premiada dos irmãos Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS, firmada com o Ministério Público Federal (MPF) e abriu inquérito para investigar o Presidente Michel Temer.

Segundo Temer, a investigação do Supremo Tribunal Federal (STF) será território onde surgirão todas as explicações e nunca autorizou ninguém a usar seu nome indevidamente. “No Supremo, demonstrarei não ter nenhum envolvimento com esses fatos”, disse.

No pronunciamento, Temer disse que seu governo "viveu nessa semana seu melhor e seu pior momento". "Indicadores de queda da inflação e números de retorno crescimento econômico e geração de empregos criaram esperança de dias melhores”, disse ao iniciar o discurso.

Temer disse ter solicitado ao STF todas as gravações da delação premiada dos donos da JBS, que serviram de base para a denúncia. “Desde logo ressalto que só falo agora porque os fatos se deram ontem, e porque tentei conhecer primeiramente o conteúdo de gravações que me citam. Solicitei oficialmente ao STF acesso a esses documentos, mas até o presente momento não recebi”.

Fonte: Agência Brasil

 

18.05.2017

Brasil, um país já combalido pela corrupção

O Governo Temer sobreviverá a tais revelações? As reformas podem ser sepultadas? O que acontecerá com a economia? Como fica o cenário político?

O Governo Michel Temer está à beira do abismo. A revelação de que os magnatas da JBS gravaram em acordo com a Operação Lava Jato conversa em que Temer supostamente dá o aval para a compra do silêncio do ex-Deputado preso Eduardo Cunha mancham como nunca a imagem do Presidente e ameaçam implodir o principal trunfo de sua impopular presidência: a supermaioria no Congresso.

Brasília discute se a situação ficará insustentável e aguarda a íntegra das gravações  —a existência dos áudios foi revelada pelo jornal O Globo, mas os registros, parte de um acordo de delação premiada, não foram divulgados pelas autoridades. Seja qual for o desfecho, o certo é que a crise de enorme proporções ameaça enterrar, ao menos, qualquer chance de o Planalto conseguir passar no Parlamento suas reformas liberais ambiciosas.

Temer confirmou ter se encontrado Joesley Batista, o dono da maior empresa de carnes no mundo, no Planalto, mas negou ter chancelado a compra por milhões, do homem-bomba Eduardo Cunha. Artífice do impeachment de Dilma Rousseff e próximo de Presidente no PMDB, Cunha está preso desde outubro passado em Curitiba. Os empresários, alvo de diversas investigações, fizeram tudo, de acordo com O Globo, de maneira "controlada", ou seja, com anuência dos investigadores e da Procuradoria-Geral da República (PGR), num dos lances mais ousados da Operação Lava Jato até agora. Além do áudio de Temer, um ex-assessor próximo do Presidente teria sido gravado recebendo malas de dinheiro. Tudo está à espera agora da homologação da delação pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A denúncia muda a situação de Temer na Lava Jato e, se confirmado, poderia ser a base para um processo criminal contra ele ou um pedido de impeachment. Citado nas delações da Odebrecht, o Presidente não pôde ser investigado pelos supostos crimes que lhe são atribuídos porque eles teriam sido cometidos fora de seu mandato. Agora, conforme noticiado pelo jornal O Globo, a tentativa de obstruir a operação ocorrera já no período em que estava no Planalto, há dois meses. Ou seja, abriu a possibilidade de que pedidos de impeachment fossem apresentados  — o que já aconteceu na noite de ontem (17).

A diferença entre Temer e a antecessora que ele ajudou a derrubar é sobre quem ocupa a Presidência da Câmara no momento da crise política. No caso de Dilma Rousseff, era um adversário político, Eduardo Cunha, quem estava no cargo com o papel crucial de dar a largada em um processo de destituição. Já Temer tem na função alguém que ele lutou para que estivesse lá, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A ligação entre eles é tamanha que Maia foi um dos primeiros a chegar ao Planalto para participar de uma reunião de emergência convocada após as revelações.

Mesmo que o Procurador-Geral, Rodrigo Janot, avaliar que há motivos suficientes para processar o Presidente, a decisão também tem de ser autorizada por dois terços da Câmara. E só nos próximos dias Temer saberá o tamanho do estrago em seu apoio parlamentar recorde. Ninguém na Nova República tinha exibido uma superbase no Congresso de quase 80% dos parlamentares. Nenhum antecessor havia chegado ao número de 61 senadores e 411 deputados.

Até esta semana o Governo não havia perdido nenhuma das importantes batalhas que teve no Legislativo. Aprovou desde o teto de gastos públicos (medida extremamente criticada pelos opositores) até a reforma do ensino médio nas duas Casas, entre outras medidas. Na Câmara, passou a reforma trabalhista e estava em vias de aprová-la no Senado. Seu plano era, até o fim de junho, concluir também a votação da sua principal proposta de mudança legislativa, a impopular reforma da Previdência. Mas tudo parece em suspenso agora. Mesmo que Maia não aceite nenhum dos pedidos de impedimento do presidente ou que os deputados barrem qualquer iniciativa de Janot, Temer pode ter que usar, na melhor das hipóteses, o seu requintado relógio Cartier apenas para contar as horas finais na cadeira presidencial.

"Negociações sobre a reforma da Previdência são agora reféns de uma saída desta crise política. Temer perdeu as condições de negociar a reforma", disse a clientes a consultoria de risco Eurasia Group, que não descarta inclusive um cenário em que Temer, diante da confirmação das denúncias, se veja forçado a renunciar.

A bomba dos irmãos Batista atinge o Planalto às vésperas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) começar a julgar, em 6 de junho, a ação que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer eleita em 2014. Antes desta quarta-feira explosiva, a maioria dos analistas não apostavam que Temer perderia um mandato no processo, mas a possível debandada do apoio no Congresso, a ampla cobertura midiática e os novos protestos que já começaram a pipocar pelo país são novos ingredientes na equação.

Pelas leis atuais, se Temer cair, seja por qualquer via, haveria uma eleição indireta, pelo Congresso, de um novo mandatário no Congresso, mas os pedidos de "Diretas Já", a opção preferida pelos brasileiros segundo a pesquisa Datafolha, já se fazem ouvir nas ruas nem das redes.

Fonte: El Pais

 

17.05.2017

PRF utiliza eficiente sistema no combate ao roubo/furto de veículos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) disponibiliza em seu site um serviço chamado ‘SISTEMA ALERTA’ para registro de carros roubados e furtados.

O Sistema Alerta tem por objetivo divulgar, imediatamente após o registro, informações de ocorrências de furto/roubo de veículos nas últimas 72 horas. O Alerta permite o registro de ocorrências com mais de 72 horas, entretanto, a ocorrência permanecerá na base somente para consultas. O registro de um Alerta também pode ser feito por telefone. Basta ligar para o número da PRF, o 191.

Siga essa dica!

Clique aqui e saiba mais sobre o SISTEMA ALERTA

 


15.05.2017

Missa com Cardeal Orani Tempesta marca os 208 anos da  PMERJ

Por ocasião do aniversário de 208 anos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), o Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, presidiu uma Missa em Ação de Graças pela data e em sufrágio pelos mais de 120 Policiais Militares vitimados em serviço nos últimos 12 meses.

"Este tempo de tanta violência e muitos questionamentos é também um período para nós pedirmos a Deus para que aqueles que têm essa missão, essa responsabilidade da segurança no nosso Estado, tenham todas as luzes necessárias para bem dar segurança ao povo. Ao mesmo tempo, nos solidarizarmos com as famílias que perderam seus entes-queridos servindo ao povo e pedir ao Senhor que possamos encontrar tempos melhores em que os policiais possam ajudar na segurança sim, como sempre fizeram, mas sem essa violência toda que está em nosso estado e na nossa cidade. Ao rezarmos pelos falecidos e suas famílias, pedimos por todos da Polícia Militar, confiantes e esperançosos de que a paz reine em nossas fronteiras e em nosso estado, e que todos nós encontremos caminhos de solução para tudo isso", afirmou o Arcebispo.

A celebração eucarística, realizada na Catedral Metropolitana de São Sebastião em 10 de maio, foi concelebrada pelo Capelão da PMERJ, Padre Marcelo de Assis Paiva. O Comandante-Geral da PMERJ, Coronel Wolney Dias Ferreira, também participou da missa, juntamente com PMs de diversas unidades, familiares e membros da comunidade religiosa. A Banda de Músicos da Corporação também se apresentou durante o ato litúrgico. 

"Dom João VI entendia a importância da segurança pública e hoje em dia mais do que nunca, aqui no Rio de Janeiro com essa violência toda, rezamos pedindo paz para nossa cidade e muita proteção para os nossos guerreiros, nossos bravos policiais militares", disse o Capelão, Padre Marcelo Paiva.

"Nós estamos celebrando o aniversário da Polícia Militar, mas recordamos dos nossos amigos que faleceram combatendo o mal. A nossa missão de servir e proteger mais do que nunca tem sido árdua nesses últimos tempos. É claro que a gente sempre tenta imitar o Cristo, o que hoje em dia tem sido muito mais difícil, mas quando nos unimos para agradecer a Deus e pedir forças a Ele também pedimos forças para consolar as famílias que perderam seus filhos, as esposas que perderam seus maridos e os filhos que perderam seus pais no combate ao crime pelo bem da sociedade", concluiu emocionado o Sargento PM Barcelos.

Fonte: PMERJ

 

15.05.2017

Consumidores recorrem a programas de fidelidade para 'driblar' reajuste de preços de remédios

O preço dor remédios de todo o país aumentaram em até 4,76%. Na contramão desse efeito no bolso, os laboratórios farmacêuticos aumentaram seus programas de fidelidade e oferecem descontos, para clientes cadastrados, não só em remédios usados para doenças crônicas, como também em medicamentos como antibióticos e dermocosméticos. Os abatimentos podem chegar a até 65%.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

15.05.2017

O impacto do estresse na vida do Policial Militar

O estresse está presente no cotidiano do Policial Militar e pode influenciar no seu comportamento dentro e fora de sua atividade profissional. A atuação em ambiente desumano, complexo e hostil levam muitos PMs pedirem afastamento de suas funções. No ano passado, por dia, em média quatro agentes entraram com pedido de afastamento por problemas psiquiátricos, um total de 1.498 militares. O número parte de estudo elaborado pela Comissão de Análise da Vitimização Policial da PM, equivale à quantidade de policiais em dois batalhões de porte médio.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

12.05.2017

ANIVERSÁRIO DE 208 ANOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Neste sábado, 13 de maio de 2017, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, primeira Polícia Militar do Brasil, completa 208 anos de existência.  

A AME/RJ cumprimenta a briosa instituição e seus valorosos integrantes, homens e mulheres tão criticados, vilipendiados, mas com ideais calcados na segurança da sociedade e na proteção do cidadão, 24 horas por dia, sete dias por semana, com o sacrifício da própria vida.

Parabéns Polícia Militar! Siga em frente na nobre missão. A sociedade precisa de você.

 

12.05.2017

Orgulho! Canil do Corpo de Bombeiros do Rio conquista certificação internacional

Lua, a cadela da raça Labrador do canil do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (CBMERJ), conquistou o Certificado Internacional de Cão de Busca e Resgate da Organização Internacional de Cães de Resgate (IRO). É o primeiro cão da Corporação a ser certificado. O animal, de dois anos e cinco meses, mostrou obediência, destreza e habilidade na busca de vítimas em ambientes rurais (matas e florestas), durante prova realizada na cidade de Xanxerê, em Santa Catarina. 

 - O Corpo de Bombeiros escreveu mais uma brilhante linha na sua história. O comprometimento e o profissionalismo da equipe de especialistas do canil da corporação garantiram o sucesso desta missão. Faço uma menção especial à dedicação do binômio (bombeiro e cão) - afirmou o Tenente-Coronel Feliciano Suassuna, Comandante do 2º Grupamento de Socorro Florestal e Meio Ambiente (GSFMA-Magé).

Vinte e seis equipes participaram do processo de certificação. Lua se apresentou ao lado de cães de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Colômbia e Uruguai. As provas foram divididas em duas etapas. A primeira exigia que os animais atendessem comandos dos seus condutores e superassem obstáculos estabelecidos. Na segunda, os cães eram incumbidos de vasculhar toda uma área de mata para encontrar vítimas. Os exercícios aconteceram na área do Centro de Referência em Desastres Urbanos do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. 

Lua vem sendo preparada para este momento desde que chegou ao canil do Corpo de Bombeiros do Rio, com apenas três meses de vida. A certificação é fruto do intenso treinamento realizado, nos últimos dois anos, ao lado do Cabo Silva Gomes, especialista em operações com cães.   

 - Essa é uma vitória muito gratificante. É a recompensa por muitas horas de trabalho e treino. Mas, no fim, quem realmente ganha com essa conquista é a população do Rio de Janeiro - disse o Cabo Gomes, que trabalha na Seção de Operações com Cães do 2º GSFMA.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros do Rio conta com 12 cães, sendo quatro (04) da raça Labrador, sete (07) da raça Pastor Belga Malinois e um (01) da raça Boiadeiro Australiano. O canil da Corporação tem histórico operacional de emprego de animais em desastres naturais e incidentes urbanos, tais como deslizamentos e desabamentos. Os cães do CBMERJ auxiliaram, por exemplo, as buscas por vítimas do Terremoto do Haiti (2010), a tragédia da Região Serrana (2011) e a queda do Edifício Liberdade, na Rua 13 de maio (2012), entre outros.

Fonte: CBMERJ

 

10.05.2017

CBMERJ realiza simpósio sobre incêndios florestais

A Região Serrana, onde estão localizadas grandes Unidades de Conservação da Natureza, vai abrigar o 1º Simpósio de Prevenção e Combate a Incêndios em Florestas (I SPCIF), entre os dias 5 e 8 de junho, com inscrição gratuita. Mesmo sendo direcionado a profissionais de combate a acidentes florestais, gestores públicos, militares e acadêmicos da área de preservação de ecossistemas, pessoas de todas as áreas podem participar. Ao final do simpósio, serão emitidos certificados de participação.

Hoje, a ação humana é a causadora da grande maioria dos incêndios florestais. É o caso de pessoas que põem fogo para limpar terrenos próximos a matas e perdem o controle das chamas; ou visitantes de parques florestais que deixam pelas trilhas vidros e latas que, em contato com a luz solar, acabam causando incêndios; ou ainda quem solta balões e fogos de artifícios.

– Os dois grandes objetivos do simpósio são: divulgar informações para promover prevenção, evitando esse tipo de desastre, e promover uma resposta mais integrada entre o Corpo de Bombeiros e os diversos setores apoiadores, caso um incêndio aconteça. A atuação, seguindo o nosso protocolo, se tornará mais eficiente – disse o organizador do evento, Capitão-Bombeiro Daniel Campos Correia.

O I SPCIF é uma realização do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, através do 15º Grupamento de Bombeiros Militar (Petrópolis), em parceria com organizações governamentais com o suporte de empresas privadas envolvidas no desenvolvimento de tecnologias para resposta aos incêndios florestais.

Na programação, haverá um total de 20 palestras e demonstração de materiais de combate a incêndio, de empresas convidadas. Entre os convidados/palestrantes, estarão representantes dos Ministérios Público Federal e Estadual; de órgãos de proteção ambiental, como ICMBio e Inea; e acadêmicos das áreas de Biologia e Engenharia Florestal e Ambiental, entre outros. Isso garante um espectro amplo do assunto, mesmo aos leigos que frequentam parques e outras áreas verdes.

Estatísticas. Em 2014, houve 256 ocorrências de incêndio em florestas na região de Petrópolis; em 2015, foram 182 casos, contra 150 no ano passado. Apesar desta queda anual, segundo o Capitão Daniel, nada garante que os números vão continuar em declínio. Por isso, é tão importante manter as unidades integradas e as pessoas sempre atentas.

Mais informações e programação completa em http://simposiopcif.org/

 

05.05.2017

‘Uma tentativa ousada demais’, diz Secretário de Segurança do Rio sobre as UPPs

O Secretário Estadual de Segurança, Roberto Sá, destacou que o Rio de Janeiro tem registrado queda no número de homicídios dolosos por 100 mil habitantes, com aumento no ano passado. Fazendo um balanço do projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), ele acredita que o projeto foi "ousado demais".

"A UPP foi uma tentativa ousada demais do Governo Estadual com o instrumento que ele tinha de segurança pública local. A experiência da Colômbia, com um governo federal, com todos os poderes. Fomos ousados demais e talvez estejamos pagando um preço caro por termos tido essa tentativa de levar paz a todas as áreas, inclusive as mais carentes", explicou Sá.

Ele ainda destacou que a Polícia Militar está realizando um estudo aprofundado sobre a situação das UPPs e sobre as possibilidades de que elas atuem de maneira melhor dentro das comunidades.

"Estamos fazendo um diagnóstico, determinei à PM que através de um grupo de estudo analisasse todas as hipóteses. A diretriz é o policiamento comunitário e preservar direitos, mas o crime organizado perde com isso e vai tentar desestimular o poder público de estar presente onde ele perde seu lucro", destacou o Secretário.

Fonte: G1

 

05.05.2017

Reforço da Força Nacional ao Rio pode chegar até 300 homens

Cem homens da Força Nacional reforçarão a segurança no Estado do Rio de Janeiro em um primeiro momento. Isso porque esse apoio pode chegar até 300 homens, de acordo com o Secretário Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, General Carlos Alberto Santos Cruz. Porém, para chegar a esse número, ele afirma que há a necessidade de planejamento logístico. Os homens da Força Nacional devem chegar em até 48 horas.

O Secretário Estadual de Segurança, Roberto Sá, disse que vai pedir para o Governo Federal R$ 8 milhões para atender a área. Segundo ele, com esse recurso a pasta pagaria o Regime Adicional de Serviço (RAS), que reforçaria o policiamento de 17 áreas. Segundo ele, com esse dinheiro, pelo menos 1,3 mil homens seriam utilizados. O aporte também seria usado em batalhões e delegacias.

Fonte: O Dia

 

03.05.2017

CBMERJ prepara recepção especial para crianças autistas

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) preparou uma festa especial para lembrar o mês designado pela ONU para conscientização do autismo. Em parceria com a ONG Mundo Azul, a Corporação vai realizar o evento "Bombeiro por um dia", nesta quinta-feira (04), das 9 às 12 horas, no Complexo de Ensino Coronel Sarmento, em Guadalupe. Cento e cinquenta crianças, que possuem o transtorno, foram previamente inscritas para participar. Elas terão a oportunidade de experimentar um pouco das aventuras que os militares vivenciam em sua rotina.  

As atividades serão lúdicas e supervisionadas. Os pequenos poderão curtir o muro de escalada, a pista de cordas, o plano inclinado e um mini simulado na torre, com rapel. Também haverá oficinas com cães, demonstração de material operacional e aula de capoeira. Pais e responsáveis receberão orientações sobre o transtorno. O objetivo é despertar em todos os envolvidos a importância da inclusão social das crianças especiais como forma de elevar sua qualidade de vida, ao mesmo tempo em que aproxima a comunidade e a corporação.

O evento, organizado pelo Estado-Maior Geral, contará com a participação dos bombeiros do Complexo de Ensino Coronel Sarmento (CECS), Quartel Central, Grupamento de Busca e Salvamento (GBS-Barra), Grupamento de Socorro Florestal (GSFMA), Centro de Instrução Especializada de Bombeiros (CIEB), da Diretoria de Assistência Social (DAS) e Diretoria de Instrução (DI). 

Fonte: Governo do Estado

 

03.05.2017

Governo Federal abandona Estado à própria sorte

Mesmo diante da escalada da violência, agravada pelo aprofundamento da crise financeira, a União ainda não tem planos de socorrer o Rio de Janeiro. Nem mesmo enviar tropas da Força Nacional, como fez em fevereiro, quando houve ocupação de quartéis da PM por parentes de militares. E o que está ruim pode piorar.

Em entrevista à ‘Rádio CBN’ o Governador Luiz Fernando Pezão disse que o pagamento de maio dos servidores da segurança pública deve atrasar. O Governador também voltou a pedir apoio federal para contratação de mais 4 mil PMs, para reforçar o patrulhamento nas ruas. Mas o Ministério da Justiça e Segurança Pública limitou-se a reafirmar que “está analisando o pedido de apoio para determinar a melhor forma de prestar auxílio aos órgãos de segurança pública”.

Para o Cientista político Eurico Figueiredo, da UFF, há “uma desatenção muito grande do poder central em relação ao Rio” e que a falta de solidariedade da União agrava o quadro. “O Governo Federal faz pressão sobre o Legislativo quando é do seu interesse”, afirmou.

“Parece que a União espera que o pior aconteça. Os sinais são evidentes de que todos os indicadores da segurança pública do Estado do Rio pioraram, e que podemos estar próximos de tragédias análogas às que ocorreram no passado recente da nossa história”, lamentou o Presidente da ONG Rio de Paz, Antônio Carlos Costa.

O Deputado Estadual Luis Paulo Corrêa da Rocha reclama do tratamento desigual para o Rio. “Somos o segundo maior contribuinte da União, perdemos apenas para São Paulo. Mas somos o penúltimo na distribuição do Fundo de Participação dos Estados (FPE). A gente subsidia os estados mais pobres”.

Pedido parado desde setembro. Desde o final dos Jogos Olímpicos, há menos 500 policiais por dia nas ruas devido à falta de verba para o RAS (Regime Adicional de Serviço). Em setembro de 2016, a Secretaria de Segurança solicitou a volta dos agentes da Força Nacional do projeto de combate ao crack que estavam há cinco anos no Morro Santo Amaro, no Catete, mas até hoje não obteve resposta.

Em fevereiro, a União enviou agentes da Força Nacional após manifestações em unidades da PM. O reforço, pedido por Luiz Fernando Pezão, era para garantir o patrulhamento no entorno da Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ) para aprovação do projeto de privatização da CEDAE.

Coronel da PM defende fim de UPPs. Um dos artífices do projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), o Ex-Comandante da PM, Coronel Mário Sérgio Duarte defendeu a extinção do programa. “Falta lucidez ao Governo do Estado para acabar com as UPPs. Elas faliram completamente, não dá para salvar”, afirma. 

Duarte comandou a PM entre 2009 e 2011 e na sua gestão foram inauguradas 14 das 17 UPPs. Hoje, são 38. Segundo o Coronel, o projeto se exauriu há pelo menos dois anos, ainda na gestão de José Mariano Beltrame. “Ele (Beltrame) foi embora e deixou a bomba no colo do Roberto Sá (atual Secretário de Segurança)”.

Para Duarte, o Governo Federal não vai ajudar o Rio enquanto o estado insistir na política das UPPs. “O Exército não vai entrar nessa furada”, disse ele. “Está na hora de buscar um novo caminho”.

Fonte: O Dia

 

03.05.2017

Exoneração: funcionários deixam a carreira pública

A crise financeira pela qual passa o Estado do Rio de Janeiro tem feito muitos servidores desistirem do sonho da carreira pública. Com os constantes atrasos de salários, incertezas de data de pagamento, além da perspectiva de não haver reajuste nos próximos anos, centenas de profissionais vêm pedindo a exoneração de seus cargos.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

02.05.2017

Em ação contra guerra do tráfico na Cidade Alta, PMERJ apreende 32 fuzis e prende 45 suspeitos

A Polícia Militar do Rio de Janeiro apreendeu 32 fuzis, quatro pistolas e 11 granadas durante a operação realizada nesta terça-feira (02), na Cidade Alta, em Cordovil, na Zona Norte do Rio. Na ação, 45 pessoas foram detidas suspeitas de participação na guerra entre facções para tomar o controle do tráfico na região. O número de armas de grosso calibre impressionou o Porta-Voz da Corporação, Major Ivan Blaz.

"É espantoso o número de fuzis apreendidos. Isso mostra a facilidade com que eles circulam no país e entram aqui no Rio de Janeiro. Não é atribuição da Polícia Militar fazer o controle dessa circulação e nem coibir a entrada no Estado", disse Blaz.

As operações foram realizadas através do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), do 16°BPM (Olaria) e do 22°BPM (Maré), que estiveram na região da Cidade Alta. Em Parada de Lucas, policiais do Batalhão de Ações com Cães (BAC) participaram da ação e dois dos fuzis apreendidos foram encontrados na comunidade.

Ação orquestrada pelo Comando Vermelho. Segundo o Major Blaz, a ordem de queimar veículos na Avenida Brasil, Rodovia Washington Luiz e em vias próximas partiu de traficantes das favelas Nova Holanda, na Maré, da Kelson's, na Penha, e do Parque das Missões, em Caxias. Pelo menos oito ônibus e dois caminhões foram incendiados.

Os incêndios foram em represália à operação ocorrida na Cidade Alta, após a tentativa de invasão do Comando Vermelho à favela, hoje controlada pela facção Amigo dos Amigos (ADA). Não se sabe se os criminosos obtiveram êxito em tomar a comunidade, vista como estratégica pelos traficantes.

Abaixo, a nota emitida pela PMERJ:

“POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 

PM DETÉM 45 HOMENS E APREENDE 32 FUZIS NA CIDADE ALTA

A Polícia Militar foi acionada, nesta terça-feira (02/05), em razão de um intenso confronto entre criminosos na Cidade Alta, em Cordovil, Zona Norte do Rio. Na ação atuam policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), 16°BPM (Olaria), 22°BPM (Maré) e do Batalhão de Ações com Cães (BAC).

O Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE), o Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), além do Grupamento Aeromóvel (GAM) foram acionados em razão de ações criminosas contra coletivos na Avenida Brasil e na Rodovia Washington Luis (BR-040), onde ônibus foram incendiados.

Até o momento, o saldo parcial da operação está com 45 detidos e apreensão de 32 fuzis, quatro pistolas e 11 granadas. Dois criminosos foram feridos e socorridos ao Hospital Estadual Getúlio Vargas. Três policiais também se feriram, foram levados ao Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), sem gravidade.  As ocorrências seguem para registro na 22ª DP, 38ª DP e Cidade da Polícia.

O Secretário de Estado de Segurança, Roberto Sá, o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Coronel Wolney Dias e o Chefe de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Carlos Augusto Leba, receberão a imprensa nesta terça-feira (02/05), às 16h, no CICC”.


 

02.05.2017

Presidente da FENEME: Agradecimento a todos pela presença no XVI ENEME

Mensagem de agradecimento do Presidente da FENEME, Cel PMSC Marlon Jorge Teza, aos Oficiais e Praças das Policiais Militares e Corpo de Bombeiros Militares de todo Brasil, bem como aos Dirigentes de Entidades filiadas à Federação, pela presença, participação e apoio ao XVI Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (XVI ENEME), em Goiânia (GO):

“Senhores boa noite. Hoje 28 de abril de 2017, às 21h50. Quem fala é Coronel PMSC Marlon, Presidente da FENEME. Na oportunidade gostaria de repassar a todos os Oficiais e Dirigentes de Entidades filiadas à FENEME e demais Oficiais que participaram do XVI ENEME, em primeiro lugar, o meu agradecimento pela presença. Sem os senhores seria impossível fazermos o encontro do quilate do que foi este ENEME aqui em Goiânia. Em segundo lugar, gostaria de agradecer de forma muito especial as autoridades e parlamentares que nos prestigiaram, e os palestrantes, que engrandeceram o conhecimento de todos a respeito do tema segurança pública. Igualmente, gostaria de agradecer profundamente os Dirigentes de Entidades que vieram para Goiânia, que enviaram representantes ou mesmo que permaneceram em seus respectivos estados, mas que estiveram aqui em pensamento, acompanhando o nosso trabalho. De fato tivemos um ENEME excelente. Agradeço o Tenente-Coronel Alessandri, pelo empenho e organização., desde o momento em que os visitantes chegaram ao aeroporto até o retorno, todos foram assistidos de forma magnífica por sua laborosa equipe. Saímos daqui muito melhores do que chegamos. E esse é o objetivo: trocarmos ideias, crescermos e fazermos as instituições PM e CBM funcionarem bem. Queremos também a retribuição pelo reconhecimento. Só assim faremos cada vez melhor os serviços que a sociedade tanto necessita. Agora vamos à luta! Semana que vem estaremos em Brasília acompanhando a votação do relatório da Reforma da Previdência. Graças a Deus estamos caminhando bem. Todos os detalhes serão postados no site da FENEME e via e-mail. Uma vez mais muito obrigado a todos”.

 

02.05.2017

AME/RJ participa do XVI ENEME em Goiânia

Confira as propostas apresentadas no XVI Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais

Nos dia 27 e 28 de abril realizou-se na cidade de Goiânia-GO o XVI ENEME - Encontro Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais e do Distrito Federal (DF), evento promovido pela FENEME (Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais) e organizado pela ASSOF-GO (Associação de Oficiais Militares de Goiás).

O encontro contou coma presença de 450 Oficiais, Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, Pensionistas de Militares e Civis, sendo cerca de 130 participantes de outros Estados e do DF, dentre Dirigentes de Entidades Filiadas e Delegações por eles organizadas.

Várias autoridades prestigiaram o evento, além de contar, ainda, com a presença de Parlamentares Federais e Estaduais, dentre eles o Deputado Federal Subtenente Gonzaga (MG), o Deputado Federal Jair Bolsonaro (RJ) e o Deputado Estadual Capitão Samuel (SE).  A AME/RJ foi representada pelo seu Presidente, Coronel Fernando Belo.

O XVI ENEME contou com extensa programação, onde foram discutidos temas de importância para as instituições militares estaduais e seus integrantes, pensionistas e a própria sociedade, destacando os seguintes: Gestão Governamental pelo Vice-Governador de Rondônia; Modelo e atuação Policial de Ciclo Completo na Europa por Oficiais de Instituições Policiais de Investidura Militar da Guarda Civil da Espanha, da Gendarmeria da França e dos Carabineiros da Itália; A Previdência e os Militares Estaduais e do DF; O Termo circunstanciado lavrado pela Polícia Militar - aspectos de sua implantação e tecnologia avançada – PMSC MOBILE; Legislação de interesse da segurança pública que tramita no Congresso Nacional e suas consequências para as instituições, para seus integrantes, pensionistas e para o conjunto da sociedade.

Paralelamente, ocorreu a Assembleia Geral da FENEME, com a presença dos Dirigentes das Entidades Filiadas, onde foram discutidos assuntos de âmbito interno da Federação, bem como, estratégias para enfrentar o momento atual com a necessidade de melhora da atividade Policial e de Bombeiro em prol da sociedade brasileira. Na ocasião a FENEME, como ocorre em todos os ENEMES, juntamente com a ASSOF-GO condecorou vários civis e militares com a medalha “MÉRITO NACIONAL FENEME” e medalha “ASSOF-GO”, respectivamente.

No encerramento do XVI ENEME, com a presença do Secretário de Segurança Pública de Goiás, Ricardo Balestreri, foi realizado pelo próprio Secretário, pelo Tenente-Coronel Alessandri da Rocha (Presidente da ASSOF-GO) e pelo Coronel Marlon Jorge Teza (Presidente da FENEME), uma avaliação do encontro, com os agradecimentos da presença de todos que o prestigiaram, sendo exaltado a necessidade da aproximação das instituições com a sociedade, com a leitura do documento resultante do encontro denominado “CARTA DE GOIÂNIA”.

Fonte: FENEME

CLIQUE AQUI para acessar a Carta

 

27.04.2017

Emílio Odebrecht, o novo “Rei Sol”

Por Luis Felipe Schittini

Emílio Odebrecht, o novo Rei Sol (“O Estado sou eu”), do século XXI

Emílio Odebrecht foi bem claro na sua delação premiada: durante o Regime Militar (1964 a 1985) não havia conversas, pois os presidentes militares não aceitavam propinas. Após o seu fim todos os presidentes civis de 1985 - Sarney até 2015 - Dilma Rousseff estiveram em suas mãos. Ele comprou obras, medidas provisórias, diretorias em estatais, silêncio de políticos, manipulação de pastores, policiamento em canteiros, movimentos sindicais para brecar greves, índios para não invadirem obras e até a imprensa do Brasil. 

Durante o Regime Militar, os presidentes militares eram eleitos indiretamente pelo Colégio Eleitoral (deputados e senadores). Após o fim do Regime Militar, foi eleito indiretamente pelo Colégio Eleitoral, Tancredo Neves, que não chegou a assumir a presidência, devido ao seu óbito. Sarney que era o Vice- Presidente assumiu e depois vieram através de eleições diretas, Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso (dois mandatos), Lula (dois mandatos) e Dilma Rousseff (dois mandatos, sendo cassada no segundo).

Esses presidentes eleitos pelo povo eram apenas “figuras decorativas”, pois quem realmente mandou e desmandou no país foi o Emílio Odebrecht, o Rei Sol (“O ESTADO SOU EU", da VI República Brasileira. O Rei Sol era o nome dado a Luís XIV, o maior dos Reis absolutistas da França (1643 a 1715) que governava sozinho e detinha os três poderes do Estado. Ficou conhecido pela frase: "O ESTADO SOU EU". Segundo ele os seus poderes eram provenientes do Direito Divino. Por conseguinte, ele seria o representante direto de Deus na terra.

Luiz Felipe Schittini é Tenente-Coronel da Polícia Militar do RJ e Sócio da AME/RJ

 

DIA DO BASTA – 28 DE ABRIL (GREVE GERAL)

Nesta sexta-feira, 28 de abril, diversas categorias de trabalhadores devem paralisar as atividades, em decorrência da greve geral que está sendo organizada por todas as centrais sindicais do país, frentes, como a Brasil Popular, Povo Sem Medo e Esquerda Socialista, organizações políticas e entidades ligadas aos movimentos sociais. No Rio de Janeiro, assembleias vêm referendando a construção do movimento, que tem por objetivo lutar contra as reformas propostas pelo Governo do Presidente Michel Temer.

O movimento de mulheres que organizou o 8 de Março, também aderiu à convocação da Greve Geral. Os Rodoviários fluminenses votaram em assembléia na segunda-feira e, a partir da 0h do dia 28, vão paralisar as atividades.

Piquetes, paralisação de estradas, entre outras inciativas devem marcar a data. Ainda, será realizado um ato às 14h, na Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ), convocado pelo movimento dos servidores, o MUSPE, pelo Sindicato dos Educadores, o SEPE-RJ, pelas frentes Povo Sem Medo e Esquerda Socialista, entre outros setores.

Às 17h acontecerá um ato-show na Cinelândia, organizado, entre outros movimentos, pela Brasil Popular. Comitês como o da Praia Vermelham da UFRJ, que reúne estudantes e funcionários da universidade são iniciativas que estão organizando o movimento pela base. 

CLIQUE AQUI e veja quais setores já decidiram aderir à construção da greve geral na capital carioca e no conjunto das cidades fluminenses.


 

26.04.2017

Iminência de Guerra Civil na Venezuela

Por Luiz Felipe Schittini

Maduro quer dar um fuzil para cada um integrante das milícias chavistas, estimada em um efetivo de 500.000 pessoas. Em discurso em cadeia nacional, ele assegurou que as milícias constituem a FORÇA ARMADA NACIONAL BOLIVARIANA (FANB) que vai defender o seu governo, até o fim.

A Oposição afirma que o governo Maduro “deu um golpe de Estado que continua vigente". Entre os dias 04 e 16 de abril foram contabilizadas 538 detenções de pessoas que participaram de marchas contra o governo, além de 06 mortes.

Por pouco o Brasil não passou por isso. Lembra-se do Exército do MST de Stédile que fez ameaças aos que se opunham ao governo petista? Lembra-se de integrantes do MST manuseando fuzis? Lembra-se que houve suspeitas de que as Forças Armadas Revolucionárias Colombianas (FARC's) estariam treinando integrantes do MST ? Lembra-se que no programa Mais Médicos com o governo Cubano, vieram agentes secretos infiltrados?

Com o impeachment de Dilma Roussef e o enfraquecimento do “Lulapetismo” face às graves corrupções, o perigo diminuiu, mas não acabou. Segundo o ex- presidente Dutra: “esquecimento é uma das maiores virtudes dos brasileiros e também, um dos seus piores defeitos”.

Luiz Felipe Schittini é Tenente-Coronel da Polícia Militar do RJ e Sócio da AME/RJ

 


Fonte: Fonte: O Globo - 18/04/2017

 

26.04.2017

Nota Técnica-Manifesto conjunto sobre a PEC 287 (Reforma da Previdência)

A Diretoria da Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminha para conhecimento dos dirigentes de entidades filiadas e demais Oficiais da Federação, ações (junto às autoridades e parlamentares) e divulgação, NOTA TÉCNICA/MANIFESTO CONJUNTO SOBRE A PEC 287/16 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA,  LISTA DAS LIDERANÇAS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS e LISTA DE DEPUTADOS QUE COMPÕES A COMISSÃO ESPECIAL DA PEC 287/16.

Nos próximos dias o relator, Deputado Arthur de Oliveira Maia (BA), deverá apresentar o relatório da referida PEC, por isso a importância de mais essa ação conjunto de todos à partir de agora por todos os meio possíveis.

NOTA TÉCNICA/MANIFESTO - Clique aqui

LIDERANÇAS/CÂMARA DEPUTADOS - Clique aqui

MEMBROS/COMISSÃO ESPECIAL - Clique aqui

 

25.04.2017

Aniversário PM “Treme Terra” – Ordem do dia

Ordem do dia publicado no Boletim da Polícia Militar do Rio de Janeiro nº 069, onde o Comandante Geral parabeniza os Oficiais e Praças que fizeram parte da Polícia Militar do antigo Estado do Rio de Janeiro – “Treme Terra”, pelo seu 182º aniversário de criação, comemorado em 14 de abril passado.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

20.04.2017

Reforma da Previdência: entenda os principais pontos do novo texto

De acordo com as mudanças apresentadas pelo Deputado Arthur Oliveira Maia, relator da reforma da previdência, haverá pontos de partida e de chegada distintos para trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao INSS, servidores públicos federais, além de categorias especiais, como policiais e professores.

Clique aqui e confira o que muda na Previdência

 

20.04.2017

A “farsa” chamada déficit da Previdência

ANFIP contradiz o Governo: Previdência é superavitária e não há rombo

O Governo Federal vem dizendo que precisa fazer a reforma previdenciária porque a Previdência Social está falida.

MENTIRA!

De acordo com os dados levantados pela ANFIP (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), com base em dados oficiais do Governo Federal, a seguridade social segue superavitária, apesar do aumento da Desvinculação de Receitas da União (DRU) e das desonerações à empresas e setores.

O que a PEC 287/2016 quer é quebrar o princípio da solidariedade e da responsabilidade do Estado para com os seus cidadãos e proteger os fundos financeiros, com seus planos individuais de previdência privada e fundos de previdência de natureza aberta, sujeitos ao comportamento do mercado financeiro.

Quando iremos encarar o grande desequilíbrio e rombo nas contas do Governo, a dívida pública? A previsão de gastos com os juros e amortizações da dívida pública em 2017 superam 50% dos recursos do orçamento, enquanto pastas como saúde e educação sofrem reduções.

Defender o pagamento da dívida sem auditá-la é privilegiar mais uma vez um setor já largamente amparado. BASTA!

Fonte: Auditoria Cidadã da dívida/Facebook

 

19.04.2017

Aprovado projeto de "socorro" aos Estados endividados

Após quatro adiamentos e uma série de tentativas de obstrução pela oposição, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 301 votos favoráveis e 127 contrários, o texto base do Projeto de Lei que socorre os Estados mais endividados. Ainda será necessário votar 16 destaques que tentam modificar o texto, o que só deve ocorrer nesta quarta-feira (19). Após isso, a proposta seguirá para o Senado Federal.

O Presidente da Casa, Rodrigo Maia, pautou a proposta diversas vezes nas últimas semanas, mas não conseguiu quórum para votá-la. O projeto foi desenhado pela equipe econômica para socorrer, sobretudo RIO DE JANEIRO, RIO GRANDE DO SUL e MINAS GERAIS, que estão em uma situação fiscal e financeira complicada. Tanto que o Governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, acompanhou de perto a votação, no Plenário.

O Governo teve que elaborar uma proposta especial para esses Estados porque a simples renegociação das dívidas não seria suficiente para melhorar a situação das três unidades da federação. O Projeto enviado pelo Ministério da Fazenda permite que Estados que se enquadrarem em situação fiscal grave possam suspender o pagamento das dívidas com a União por três anos desde que se comprometam com medidas de ajuste fiscal, entre elas a venda de estatais, redução de renúncias fiscais, congelamento de salários de Servidores e aumento da contribuição previdenciária para 14%.

O Relator da proposta, Deputado Pedro Paulo, incluiu em seu parecer algumas mudanças para amenizar as contrapartidas exigidas pelo Governo. Ele diminuiu, por exemplo, o percentual de redução de renúncias fiscais exigida dos estados que aderirem ao regime, de 20% para 10%. Além disso, quer permitir que os estados substituam convênios mais caros por novos, mais baratos.

O relator também ampliou o rol de estatais que poderiam ser privatizadas, para além das áreas de saneamento, energia e financeira. Segundo o relatório, ficará a critério do Estado “definir que outras empresas deseja privatizar com fins de arrecadar recursos para a quitação de passivos”.

O projeto de socorro aos estados tem enfrentado dificuldades no Parlamento desde quando foi gestado pelo Governo. Inicialmente, o Ministério da Fazenda tentou incluir a proposta no Projeto de Lei que renegociava a dívida de todos os Estados com a União, no fim do ano passado. Na época, os Deputados retiraram todas as contrapartidas, o que levou o Presidente Michel Temer a vetar todo o trecho que criava o regime especial.

Fonte: Extra


19.04.2017

Lei dos 20 minutos passará a valer para Correios e Casas lotéricas

A Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ) resolveu dar uma forcinha para quem não tem tempo a perder — hoje em dia, praticamente todo mundo. A Casa aprovou ontem (18), um projeto que modifica a lei nº 4.223/03, que limita o tempo de espera em bancos a 20 minutos, em dias normais, e 30 minutos, em vésperas e depois de feriados.

Caso o projeto do Deputado Estadual Carlos Minc seja sancionado pelo Governador Luiz Fernando Pezão, casas lotéricas e agências dos Correios serão incluídas na antiga lei, e passarão a ter que cumprir as mesmas regras.

Ao ver seu projeto aprovado pelos colegas, o Deputado afirmou que estava atendendo a uma reivindicação dos bancários por isonomia entre os serviços. Até aí, tudo bem. Mas fica a pergunta: será que a lei vai pegar?

Mesmo correndo o risco de receber multas de até 50 mil UFIR's (quase R$ 160 mil), não faltam reclamações de clientes que ficaram ‘mofando ‘ em agências bancárias.

Fonte: Extra

 

17.04.2017

182 anos de glória, parabéns PM Treme Terra!

Até o último Treme Terra! A Polícia Militar do Antigo Estado do Rio de Janeiro comemorou na última sexta-feira (14) seu 182° aniversário. Criada em 14 de abril de 1835 pelo então Governador (Presidente de Província) Joaquim José Rodrigues Torres, através da Lei n° 16, teve como seu primeiro Comandante Geral o Brigadeiro João Nepomuceno Castrioto e recebeu a alcunha de Treme Terra, em alusão a força e a coragem demonstrada pelos membros daquela corporação.

A PM Treme Terra tem em seu passado de glórias, o desempenho de várias missões de importância capital para a ordem pública Fluminense e a soberania nacional. A AME/RJ parabeniza a honrada instituição pelos 182 anos de glória.

 

13.04.2017

Ordem dos Advogados do Brasil convoca AME/RJ para Sessão Extraordinária

O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (Seção do Estado do Rio de Janeiro) convocou a AME/RJ para participar da Sessão Extraordinária a ser realizada no dia 18 do corrente mês, às 11h, com o objetivo de discutir a situação de calamidade enfrentada pelo Estado. O Coronel Fernando Belo, Presidente da AME/RJ, se fará presente nesse evento.

DATA: 18.04.2017 - HORÁRIO: 11hs - LOCAL: Av. Marechal Câmara, nº 150, 4º andar - Plenário Evandro Lins e Silva

CLIQUE AQUI e veja o convite na íntegra

 

11.04.2017

Policiais de UPPs têm mais risco de serem baleados e mortos do que PMs de batalhões, revela estudo

Policiais Militares que trabalham em áreas com Unidades de Polícia Pacificadora são mais vulneráveis em situações de confronto do que os lotados em batalhões. Um estudo da PM sobre vitimização de policiais revela que, apesar do efetivo das UPPs compreender cerca de 21% do total de policiais da corporação, 37% das mortes de agentes durante tiroteios, em 2016, aconteceram nessas regiões.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

10.04.2017

Atividades Legislativas da FENEME (27-31 Mar)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ' NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da Segurança Pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal da semana de 27 a 31 de março do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

10.04.2017

Fronteiras no MS são porta de entrada para armas no país

A pacata Ponta Porã, na divisa com Pedro Juan Caballero, é uma das principais portas de entrada para revólveres e fuzis que abastecem o crime organizado no país. Como a venda é legalizada em território paraguaio, a fronteira com o Mato Grosso do Sul (MS) virou uma das principais rotas do tráfico internacional de armas. Levantamento feito pela Polícia Militar do Rio apontou a presença de fuzis modelo AR-10 entre os apreendidos, armamento potente de uso do BOPE, a tropa de elite da corporação. Um fuzil AK-47, vendido por cerca de R$ 5 mil no Paraguai, é repassado a traficantes por até R$ 40 mil no mercado paralelo, despertando a cobiça de quem busca enriquecimento rápido.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

07.04.2017

Atletas do IIB conquistam índice para disputa do Troféu Brasil de Atletismo

Segue mensagem do Diretor de Esportes e Treinador Responsável pelo Núcleo Desportivo de Atletismo - Instituto Ideal Brasil, Ormandino Barcelos, exaltando mais uma conquista dos jovens atletas que obtiveram índices para participar da mais importante competição do Atletismo Nacional, o Troféu Brasil de Atletismo.

“À AME/RJ

At. Senhor Presidente Cel PM Carlos Fernando Ferreira Belo

A/C Vice-Presidente Cel PM José Maria de Oliveira

Prezados Senhores,

O Instituto Ideal Brasil (IIB) vem, com muita alegria, informar que nossos jovens atletas abaixo relacionados, ALCANÇARAM O DIFÍCIL ÍNDICE para participarem da mais importante competição do atletismo nacional, que é o TROFÉU BRASIL DE ATLETISMO, que será realizado em Junho próximo, aqui no Rio de Janeiro.

Atleta Rafael Gomes Francisco – Sub23

Prova: 400m rasos – Marca 47,66s

Atleta Iuri Rosário Chagas Malvestiti – Sub23

Prova: Salto em Altura – Marca 2,05m

Aluna-Atleta Lorena Silva Ribeiro – Sub20

Prova: 800m rasos – Marca 14.58s

Obs.: Tendo feito este índice Lorena passou também a liderar o Ranking Brasileiro SUB-20 nesta prova.

E também informamos que estaremos viajando no dia 6, em nosso veículo próprio, levando os 04 (quatro) atletas abaixo, para participarem do CAMPEONATO BRASILEIRO DE ATLETISMO SUB-20, em São Bernardo do Campo/SP, com retorno na segunda-feira, dia 10.

- Atleta EVERTON IGO NOGUEIRA DOS SANTOS - Competindo na prova do SALTO EM ALTURA;

- Atleta VITOR HUGO DA COSTA - Competindo na prova do DECATLO;

- Aluno-atleta LORENA SILVA RIBEIRO - Competindo nas provas dos 800m rasos e 1.500m;

- Aluno-atleta MATEUS MENDES BARCELLOS COSTA - Competindo nas provas dos 1.500m e 3.000m c/ obstáculos;

Obs: O Atleta EVERTON IGO alcançou a marca dos 2m de altura na última competição, e com isto também está LIDERANDO o RANKING BRASILEIRO SUB-20 desta prova.

Estaremos enviando fotos após suas participações nestas competições. 

Atenciosamente,
 
Profº Ormandino Rodrigues Barcelos

Diretor de Esportes e Treinador Responsável

INSTITUTO IDEAL BRASIL”.

 

04.04.2017

PM de luto: chega a 50 o número de policiais mortos no Estado do Rio

A violência no Estado do Rio de Janeiro atingiu, nesta terça-feira (4), a triste marca de 50 policiais mortos somente em 2017. Um agente foi assassinado durante operação numa comunidade em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, na Região Metropolitana. Além dele, um PM que estava internado no Hospital da Geral de Nova Iguaçu (HGNI), também na Baixada, morreu.

O policial morto durante a ação atuava no Grupo de Ações Táticas (GAT) do 39º BPM (Belford Roxo). Ele e sua equipe faziam um trabalho de abordagem na comunidade do Parque Floresta, quando um automóvel de modelo não identificado e cor preta furou o bloqueio feito pelos agentes.

Houve perseguição. Os ocupantes do veículo atiraram contra a viatura da PM. Um dos tiros atingiu o sargento Sérgio Cordeiro. O agente chegou a ser levado ao hospital em Nova Iguaçu, mas não resistiu aos ferimentos.

Já o soldado Gilberto Guimarães Pereira Corrêa, de 38 anos, foi baleado na barriga e no queixo durante um confronto com bandidos em Japeri, na Baixada, na noite da última sexta-feira. O PM estava internado em estado gravíssimo e veio a óbito nesta terça.

Por meio de seu perfil no Twitter, a PM lamentou a morte do soldado Guimarães. CLIQUE AQUI

 

30.03.2017

Bombeiros realizam seminário de salvamentos em espaços confinados

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro realiza, entre os dias 3 e 7 de abril, o primeiro seminário do país voltado exclusivamente para salvamentos em espaços confinados. Durante cinco dias, cerca de 80 militares e 20 de outros estados vão participar, no Complexo de Ensino Coronel Sarmento, em Guadalupe, de uma série de palestras técnicas e oficinas práticas sobre o tema.

Inspirado em eventos similares que ocorrem na Europa, o seminário vai oferecer aos alunos a possibilidade de vivenciar situações-problema, simulando atendimentos em galerias subterrâneas, poços, tanques, cisternas, tubulações e silos. O objetivo é melhorar o tempo-resposta dos salvamentos em espaços confinados, com a aplicação de novas técnicas e o uso de equipamentos mais versáteis.

De acordo com o Comandante do Centro de Instrução Especializada de Bombeiros (CIEB), Capitão Fábio Contreiras, as palestras serão ministradas por engenheiros do setor de Segurança do Trabalho, Médicos e Bombeiros Militares.

– As bases práticas vão trabalhar, entre outros, a utilização de detector de gases; o atendimento pré-hospitalar a vítimas em espaços confinados; a utilização de dispositivos de retirada de vítima; a reanimação cardiopulmonar em bombeiros acidentados; e o rapel em condição de baixa visibilidade; o salvamento em cisternas, tubulações aéreas, poços e, ainda, de vítimas submersas. A expectativa é de que os participantes possam transmitir as informações recebidas às suas unidades operacionais de origem, agindo como multiplicadores – disse o Capitão.

Fonte: Governo do Estado

 

28.03.2017

PEC 287/2016 – Esclarecimentos da FENEME

Orientações da Diretoria da FEDERAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS (FENEME) sobre a Proposta de Emenda à Constituição 287/2016, que trata da Reforma da Previdência no Brasil.

“Senhores integrantes da FENEME,

Após conversa com o nosso Presidente, diante da última notícia dada pelo Presidente da República de fazer a Reforma da Previdência somente para a União, temos a esclarecer o seguinte:

1. Até o momento ainda não foi e não pode ser apresentada esta proposta, pois a PEC 287 está na Comissão Especial, ainda na fase de audiência pública, e somente ao final dessas audiências é que o relator apresentará o seu texto, sendo esse texto que valerá para discussão inicial;

2. O Governo somente declarou essa estratégia após ouvir todos os líderes e ter a certeza de que o texto terá dificuldades de passar na Comissão e muito mais dificuldades no Plenário da Câmara;

3. O Governo tem sofrido muitos desgastes e sentiu-se sozinho sem apoio dos governos, razão pela qual resolveu passar a responsabilidade para os governadores e prefeitos;

4. O Governo está utilizando a mesma estratégia que fez na PEC do teto, que foi somente para a União, mas que os Estados já estão fazendo o mesmo, assim, ele alivia a pressão, faz a maldade com os Servidores Estaduais e joga a mesma regra para os governadores;

5. O Governo pode estar investindo no PLP 343, que é a continuação do PLP 257, com as contrapartidas dos Estados endividados (que são todos) para, nesse projeto, aumentar a contribuição para no mínimo 14% e não ultrapassar os direitos dos servidores federais;

6. Os Militares Estaduais devem ficar vigilantes para o projeto de inatividade dos Militares Federais e tentar apresentar projeto no mesmo sentido, com base no art. 22, inciso XXI, da CF, que trata das normas gerais de organização e garantias das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares;

7. Não podemos nos desmobilizar, nada está definido, pois até agora o que vale é o texto que está na Comissão com as emendas por nós apresentadas. Portanto, continuemos a pressão e a vigilância.

A DIRETORIA”.

 

28.03.2017

Saiba quais reações podem aparecer após a vacina contra a febre amarela

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, não há porque se alarmar sobre os possíveis efeitos colaterais da vacina contra a febre amarela. Reações como febre, dor no corpo, mal-estar e dor de cabeça podem acontecer, porém de modo leve.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM), estudos apontam que esse é o percentual de efeitos adversos esperados entre cinco a dez dias após a aplicação da primeira dose da vacina. Já entre os que recebem a segunda dose, esses eventos costumam aparecer em apenas 2% dos imunizados.

Na grande maioria dos casos, a pessoa não apresenta efeito adverso algum. Na pequena parcela em que eles surgem, não se manifestam logo em seguida à aplicação da vacina. No caso da febre amarela, o vírus vacinal precisa de um período de incubação, por isso, os efeitos aparecem de cinco a dez dias após a vacinação e, na grande maioria das vezes, são efeitos leves. Se a pessoa apresentar uma febre alta ou qualquer outro sintoma mais agudo, deve procurar um médico e não perder tempo em casa achando que é reação da vacina - adverte a Presidente da SBIM, Isabella Ballalai.

Quanto à dor no local da aplicação, são raros os relatos.

Uma pequena parcela das pessoas que se vacinaram terão algum efeito colateral, como dor, inchaço e vermelhidão no local da aplicação. Esses eventos locais podem surgir até o segundo dia após a aplicação - explica Cristina Lemos, Superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde do Rio.

Cristina ressalta que os efeitos adversos sistêmicos - febre, mal-estar e prostração - não duram mais do que três dias:

É uma reação rara e autolimitada. Na dúvida, recomendamos que a pessoa volte na unidade de saúde em que tomou a vacina.

Já as reações graves são ainda mais raras. A Sociedade Brasileira de Imunizações informa que, no Brasil, entre 2007 e 2012, a relação foi de 0,42 caso por cem mil vacinados para reações alérgicas, doença neurológica (encefalite, meningite, doenças autoimunes com envolvimento do sistema nervoso central e periférico) e doença em órgãos (infecção pelo vírus vacinal causando danos semelhantes aos da doença). Reações como erupções na pele, urticária e asma acontecem com frequência de um caso para 130 mil a 250 mil vacinados.

São eventos raros, que surgem mais de dez dias após a vacinação. Todos serão notificados e acompanhados - esclarece Cristina, ressaltando que muitas pessoas poderão ligar os sintomas de gripes e resfriados à vacinação.

 - A pessoa pode estar com o vírus da gripe ou do resfriado incubado no momento da vacinação e manifestar a doença logo depois e achar que é efeito da vacina.

Segundo Isabella, nesta época do ano, há uma gama de vírus circulando, como o VSR (vírus sincicial respiratório), responsável pela maior parte dos casos de bronquiolite em menores de 2 anos, e o influenza (gripe):

Se a criança apresentar febre, a mãe deve agir como sempre age independentemente de a criança ter tomado a vacina. Em caso de febre alta, deve-se sempre procurar o pediatra.

Desde o início do ano, mais de 400 mil doses da vacina contra febre amarela já foram aplicadas no município do Rio. Desde esta segunda-feira, a dose está na rotina de imunização das 233 unidades de Atenção Primária (clínicas da família e centros municipais de saúde), que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h.

A vacina da febre amarela não é recomendada para gestantes, mulheres que estejam amamentando crianças menores de 6 meses, pessoas acima de 60 anos, crianças menores de 9 meses e pessoas com alergia a algum componente da vacina e a ovo e derivados. Pacientes em terapias imunossupressoras, portadores de doenças autoimunes, transplantados de medula óssea, com histórico de doença do timo e com problemas neurológicos de natureza desmielizante, como síndrome de Guillain-Barré e ELA, também não devem tomar a vacina. Em caso de dúvidas, o paciente deve conversar com o seu médico.

Fonte: Extra

 

28.03.2017

Solidariedade: Policiais da UPP Fazendinha realizam parto em viatura

Uma moradora do Complexo Alemão deu à luz dentro de uma viatura da Polícia Militar, na manhã de ontem (27). Fabiana Duarte Sobrinho foi auxiliada por oficiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Fazendinha. Os policiais estavam levando à moradora, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão, mas o parto foi realizado ainda dentro do carro. Horas depois, os quatro oficiais visitaram a mãe e a criança, batizada como Caique Luiz Duarte Ferreira.

De acordo com a assessoria das UPPs, policiais já realizaram 19 partos em comunidades desde janeiro de 2015. Foi o primeiro caso deste ano.

Mais uma vez o preparo e a eficiência dos Policiais Militares foram fundamentais para que uma vida viesse ao mundo. Parabéns a todos os PMs envolvidos.

 

27.03.2017

DAS/PMERJ chega aos 55 anos e celebra com ação social

A Diretoria de Assistência Social (DAS) da Polícia Militar do Rio de Janeiro realizou a 2ª Ação Social e comemorou seu 55º Aniversário de criação, no último sábado (25/03), em um dia de festividades no Educandário Nossa Senhora das Dores, em Olaria. O Comandante-Geral da PMERJ, Coronel Wolney Dias, esteve presente prestigiando o evento organizado pela Coronel Aziza Ramalho, Chefe da DAS, e sua equipe formada por Oficiais e Praças.

Policiais militares e seus familiares puderam participar de diversas atividades, como o museu itinerante do Centro Cultural da PMERJ e apresentações do grupo teatral “Disse Que”, do Programa Estadual de Resistência às Drogas. Serviços de corte de cabelo e maquiagem, também, estavam na programação da Ação.

Na oportunidade, o Comandante-Geral esteve em reunião com o grupo Mulheres Parceiras, formado por esposas de policiais de diversas unidades da PMERJ.

A AME/RJ parabeniza a DAS e sua equipe pelo importante papel que desempenha na vida dos Policiais Militares do Estado do Rio de Janeiro, oferecendo-lhes meios e possibilidades para viver com dignidade.


O Comandante Geral da PMERJ, Coronel Wolney Dias e o Deputado Estadual Flávio Bolsonaro prestigiaram o 55º aniversário da DAS


Coronel Aziza Ramalho (no centro) é Chefe da DAS. Na AME/RJ exerce a função de Diretora Social

 

24.03.2017

Comitiva de oficiais da PM mineira visita FENEME

No dia 15 de março passado ocorreu mais uma visita de comitiva de Oficiais. Tratou-se da visita de Oficiais integrantes do Alto Comando da Polícia Militar de Minas Gerais, na sede da FENEME, em Brasília/DF.Na ocasião, a comitiva realizou também diversas agendas junto a parlamentares federais para tratar da Reforma da Previdência dos Militares Estaduais, dentre outros temas.

A comitiva contou com as presenças do Coronel Jesus Milagres – Comandante da 13ª RPM, do Coronel Edvânio Carneiro – Comandante da 12ª RPM e do Coronel Ronaldo de Assis – Chefe da ARIns e Vice-Presidente da FENEME.

Fonte: FENEME

 

24.03.2017

“A  lista de JANOT”

Janot quer investigação contra cinco governadores, diz TV

Além de cinco ministros do Governo Michel Temer e parlamentares importantes da Câmara e do Senado, como os presidentes das Casas, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Eunício Oliveira (PMDB-CE), o Procurador-Geral da República Rodrigo Janot entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedidos de abertura de inquérito contra pelo menos cinco Governadores e mais um Ministro de Temer a partir das 77 delações premiadas dos executivos do Grupo Odebrecht. Os depoimentos dos delatores e a lista enviada por Janot seguem em sigilo no STF.

Segundo o Jornal Nacional veiculou na noite desta quarta-feira, Luiz Fernando Pezão (PMDB), do Rio de Janeiro, Fernando Pimentel (PT), de Minas Gerais, Beto Richa (PSDB), do Paraná, Tião Viana (PT), do Acre, e Renan Filho (PMDB), de Alagoas, estão na “lista de Janot”.

O Ministro da Indústria e Comércio, Marcos Pereira (PRB), também está entre os políticos contra quem o Procurador-Geral pretende abrir inquérito, de acordo com a reportagem.

O jornal divulgou os nomes de mais nove parlamentares que Janot que investigar: os Senadores Marta Suplicy (PMDB-SP), Lindbergh Farias (PT-RJ), Jorge Viana (PT-AC) e Lídice da Mata (PSB-BA); e os Deputados Federais Marco Maia (PT-RS), Andrés Sanchez (PT-SP), Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), José Carlos Aleluia (DEM-BA) e Paes Landim (PTB-PI).

De acordo com o Jornal Nacional, Rodrigo Janot entregou ao STF nomes de mais sete políticos sem foro privilegiado e que, por isso, terão os casos analisados por instâncias inferiores na Justiça: o ex-Ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), o ex-Governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB), preso em Bangu 8 desde novembro,  o ex-Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba desde outubro, o Prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB), o Prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT), o Presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (PMDB), e o ex-Assessor da ex-Presidente Dilma Rousseff Anderson Dornelles.

Os nomes são citados nas 320 peças encaminhadas por Rodrigo Janot ao STF na última terça-feira. Dessas, 83 são pedidos de abertura de inquérito, 211 declínios de competência, 7 arquivamentos e 19 outras providências, que podem ser mandados de prisão, busca e apreensão, colheita de novos depoimentos, quebra de sigilo, bloqueio de bens, entre outras diligências.

O Relator da Operação Lava Jato no Supremo, Ministro Edson Fachin, deve decidir nos próximos dias se instaura ou não as investigações. Devido a procedimentos burocráticos, as petições devem demorar pelo menos três dias para chegar às mãos de Fachin.

CLIQUE AQUI e veja os 38 nomes da “Lista de Janot” entregue ao STF:

Fonte: VEJA

 

24.03.2017

Justiça do RJ dorme no ponto!

Justiça manda 15 traficantes e milicianos de volta para o Rio

A Justiça Federal determinou a volta para o Rio de Janeiro de 12 traficantes e três milicianos de alta periculosidade.Todos estavam presos na unidade federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, desembarcaram na cidade na quarta-feira e foram levados imediatamente para a Penitenciária Laércio da Costa Peregrino, conhecida como Bangu 1, no Complexo Penitenciário de Gericinó.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) confirmou o retorno dos detentos, entre eles os irmãos Natalino José Guimarães, ex-deputado estadual, e Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho, ex-vereador carioca. Ambos comandavam a milícia Liga da Justiça, em Campo Grande, na zona Oeste do Rio. O ex-policial civil André Luiz da Silva Malvar, genro de Jerominho, também está de volta à capital fluminense.

No grupo que retornou, todos os condenados por tráfico são ligados à facção Comando Vermelho, alguns deles importantes lideranças na quadrilha, como Leonardo Marques Da Silva, o Sapinho da Providência, o Luiz Cláudio Gomes, o Pão com Ovo, e Eduardo Luiz Paixão, o Duda ou 2D, do Complexo do Alemão.

Na relação dos criminosos que retornaram estão: Wallace Batista Soalheiro, o Pixote da Coruja; Adilson Gomes da Hora Junior, o Nico, da Furquim Mendes, Ocimar Nunes Robert, o Barbosinha, e José Ricardo Couto e Silva, o Ricardo Paiol, ambos do Turano, Claudemir Silva Paixão, o Negão da Doze, Cleverson de Souza Silva, o Trek, Mauri Alves Ribeiro Filho e José Benemário de Araújo, o Benemário, este último capturado no Paraguai.

Desde 2007, a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro adotou uma política de mandar os traficantes mais perigosos para unidades prisionais federais, onde o regime é mais rígido e o acesso de familiares é considerado mais remoto. Durante esse tempo todo, no entanto, os criminosos continuaram dando as ordens, justamente através dessas visitas ou de advogados.

O juiz da Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio, Rafael Estrela, informou que entrou com pedido de liminar junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que seja determinada a imediata transferência de três criminosos para presídios federais. Os três envolvidos com milícias – Jerônimo Guimarães Filho, Natalino José Guimarães e André Luiz da Silva Malvar – fazem parte de um total de 12 detentos que regressaram anteontem ao Rio por determinação do juiz federal corregedor do presídio federal de Mossoró (RN), a cerca de 2.400 quilômetros do Rio.

Da lista, sete já estavam para retornar ao sistema penitenciário fluminense, pois haviam sido transferidos apenas por ocasião da Olimpíada do Rio. O magistrado do Rio vai examinar a situação de outros dois detentos. A VEP observou também que não foi informada do embarque dos detentos para o Rio e que estava dentro do prazo previsto para avaliar a decisão federal de enviá-los de volta.

Fonte: VEJA

 

22.03.2017

Servidor: Estado e Município sem Reforma

O Presidente da República, Michel Temer, tirou da proposta de Reforma da Previdência enviada ao Congresso Nacional os Servidores Públicos Estaduais. Segundo o Presidente, a decisão reforça o princípio federativo e a autonomia dos Estados, algo que segundo ele é exaltado pelo Governo. A medida também vale para os Municípios. Com a decisão, os Servidores Públicos Estaduais e Municipais saem da reforma discutida atualmente na Câmara dos Deputados.

Vários estados já providenciaram sua reformulação previdenciária. E seria uma relativa invasão de competência, que nós não queremos levar adiante, portanto disciplinando a Previdência apenas para servidores federais”, disse o Presidente, em rápido pronunciamento. A decisão faz com que professores da Rede Pública Estadual e Policiais Civis Estaduais, dentre outras categorias vinculadas aos Governos dos Estados, aguardem uma reforma específica, definida pelos Governadores e Deputados Estaduais.

Continuam dentro da reforma apresentada pelo Governo os Servidores Públicos Federais, bem como os trabalhadores da iniciativa privada, como por exemplo os regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Com isso, o Presidente atende a um pedido da base governista no Congresso.

“Isso agrada a base. É um pleito da base sendo atendido pelo governo. Cada estado trata dos seus funcionários e nós aqui, a nível federal, tratamos dos servidores públicos federais”, disse o Deputado Carlos Marun, Presidente da Comissão Especial criada para analisar a proposta da Reforma da Previdência.

Fonte: O Dia.

 

21.03.2017

Estado do Rio tem 39 PMs mortos em apenas três meses

Em apenas três meses, 39 Policiais Militares morreram em todo Estado do Rio de Janeiro. Apenas seis estavam em serviço.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

Transferências para proteger presos, comissão de direitos humanos, bandido matando PM e fica impune, PM matando bandido e é punido e até expulso da Corporação. Sr.  Governador, Secretário de Segurança, o que está acontecendo?  

 

20.03.2017

AME/RJ é destaque no site da Polícia Militar do Rio de Janeiro

No portal da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (https://www.pmerj.rj.gov.br/)  você consegue acessar o site da AME/RJ. O link está localizado na parte “Destaques” como podemos ver na imagem abaixo:

 

20.03.2017

Atletas do IIB conquistam várias medalhas em competição de Atletismo

Segue mensagem da Presidente do INSTITUTO IDEAL BRASIL (IIB), Rosana Sodré Pazolini, e do Diretor de Esportes e treinador responsável pelo projeto NDA (Núcleo Desportivo de Atletismo), Ormandino Barcelos, destacando a conquista de várias medalhas dos atletas do IIB no Campeonato Estadual de Atletismo Sub-20, realizado nos dias 10, 11 e 12 de março.

“À AME/RJ - At. Sr. Presidente Cel. Carlos Fernando Ferreira Belo

A/C Vice-Presidente Administrativo Cel. José Maria de Oliveira

Extensivo à Equipe AME/RJ.

Prezados Senhores,

É com grande entusiasmo e alegria que informamos os nossos últimos resultados obtidos no CAMPEONATO ESTADUAL DE ATLETISMO SUB-20, realizado nos dias 10, 11 e 12 de março.
 
É A CONCRETIZAÇÃO DE UM TRABALHO SÓCIO-DESPORTIVO ÁRDUO, PORÉM RECOMPENSADOR!

Conquista de 03 (três) TROFÉUS: 3º lugar no Masculino, 3º lugar no Feminino e 3º lugar Geral .

E, mais de uma dezena de medalhas dos nossos jovens atletas:
 
1º LUGAR - Campeão do Decatlo (10 provas combinadas) - VITOR HUGO DA COSTA
1º LUGAR - Campeã dos 800m - LORENA SILVA RIBEIRO
1º LUGAR - Campeão dos 3.000m c/ Obst. - MATHEUS MENDES
1º LUGAR - Campeão do Salto em Altura - EVERTON IGO
1º LUGAR - Campeã dos 2.000m c/Obst. - JULIANA ALMEIDA
2º LUGAR - Vice-campeão do Lançamento do Disco - VITOR HUGO DA COSTA
2º LUGAR - Vice-campeão dos 1.500m - MATHEUS MENDES
2º LUGAR - Vice-campeão do Lançamento do Martelo - GABRIEL FIRMIANO
3º LUGAR - 400m rasos - LORENA SILVA RIBEIRO
3º LUGAR - Salto em Distância - VITÓRIA MONGEROTE
3º LUGAR - Heptatlo (07 provas combinadas) - DJHULYANI PEREIRA
3º LUGAR - Revezamento 4x100m FEMININO
3º LUGAR - Revezamento 4x100m MASCULINO
3º LUGAR - Revezamento 4x400m FEMININO

Nota: Ressaltamos que vários dos atletas acima indicados, pertencem a uma categoria abaixo, SUB-18.

Estas conquistas desportivas são, acima de tudo e, principalmente, sociais. E o mérito é também, sem sombra de dúvidas, da AME/RJ, que está conosco nesta missão há muitos anos!

Por isto, registramos aqui o nosso sincero MUITO OBRIGADO!

Um forte e cordial abraço a todos.

Professor Ormandino Barcelos - Diretor de Esportes e Treinador Responsável

Rosana Sodré Pazolini – Presidente”.

 

17.03.2017

PROCON-RJ tem resultados positivos em 80% dos casos

O PROCON-RJ tem investido em seus serviços de atendimento ao público para estreitar a relação com os consumidores. Os canais de comunicação que recebem reclamações e denúncias e tiram dúvidas têm índice de 80% de casos solucionados. Apenas no ano passado, a autarquia totalizou mais de 266 mil atendimentos em seus quatro canais.

Nos postos do PROCON-RJ, por exemplo, foram registrados 91.355 atendimentos no ano passado. O serviço permite que o consumidor abra reclamações se apresentar seus documentos pessoais (identidade, CPF e comprovante de residência) e os documentos relativos ao problema sobre o qual quer reclamar.

Há ainda o Expressinho, onde representantes das empresas com mais reclamações (como bancos, redes de varejo e concessionárias de telefonia e de serviços públicos de água, luz e gás) ficam nos postos para resolver com mais celeridade os problemas dos consumidores. As unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, em cinco locais.

Além dos postos, o PROCON-RJ atende pelo 151, site da autarquia e aplicativo para celular.

– Os canais estão à disposição da população e contamos com a ajuda dela para desenvolver o trabalho, seja no atendimento ou na fiscalização de estabelecimentos comerciais. Muitas operações de fiscalização são determinadas em função das denúncias recebidas – afirmou o Presidente do PROCON Estadual, José Geraldo Machado Júnior.

Conheça os serviços oferecidos:

Disque PROCON (151) - Por meio deste telefone, é possível fazer denúncias sobre problemas encontrados em estabelecimentos comerciais e tirar dúvidas sobre os direitos do consumidor. Em 2016, foram registrados 93.944 atendimentos pelo serviço.

PROCON Online - No site www.procononline.rj.gov.br, o consumidor pode enviar suas reclamações. Elas são analisadas pelos servidores do PROCON e encaminhadas às empresas. Também por meio do site, o consumidor pode acompanhar o andamento das reclamações. Em 2016, houve 79.586 atendimentos.

Aplicativo Meu PROCON-RJ - O programa recebe denúncias e informa a lista das empresas com mais reclamações, tira dúvidas e explica sobre as regras do comércio eletrônico. O aplicativo está disponível para celulares com Android e iOS. Foram realizados 1.602 atendimentos no ano passado.

Endereço das unidades:

– Av. Rio Branco, 25, 5º andar, Centro; 

– R. Fonseca, 240, Bangu;

– R. Barão da Torre, s/nº, Ipanema;

– Estr. Municipal de São João de Meriti, 111, São João de Meriti; 

– Rua Visconde de Sepetiba, 519, térreo, Niterói;

 

17.03.2017

Trinta e cinco PMs mortos no Rio em menos de três meses

O número de policiais militares mortos no Estado do Rio de Janeiro é alarmante: em menos de três meses de 2017, 35 PMs foram assassinados. De acordo com a corporação, 23 deles estavam de folga quando foram atingidos e sete, em serviço. Entre as vítimas também há cinco militares reformados.

Os dois casos mais recentes ocorreram ontem (16). Um sargento foi morto durante uma tentativa de assalto na Rua São Francisco Xavier, em frente à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) no Maracanã, Zona Norte do Rio. O PM estava adido no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1ª Região. Um morador, que preferiu não ser identificado, contou que um dos assaltantes não conseguiu fugir com a moto do policial.

“Todo dia é a mesma coisa. Os assaltos aqui sempre acontecem no mesmo horário: entre 6h e 8h e depois entre 18h e 20h. São horários de pico. Eles vêm de moto e ninguém consegue pegá-los", completou.

Também na manhã de ontem, um PM foi morto a tiros na Estrada da Mineira, em Piabetá, Magé. De acordo com informações do comando do 34º BPM (Magé), o PM passava perto do pedágio da Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), quando foi atacado por bandidos armados que estavam em duas motos e um carro. 

A vítima tentou fugir, mas foi baleada. Ele ainda foi socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Piabetá, mas não resistiu. Até o momento, nenhum suspeito foi preso. O policial era lotado no 5º BPM (Praça da Harmonia).

Fonte: O Dia

 

16.03.2017

Vacinação da febre amarela – Orientações necessárias

Todos têm acompanhado as notícias sobre este surto de febre amarela que, segundo as últimas estatísticas brasileiras, apresenta o maior número de casos dos últimos 30 anos. Ontem (15), a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro confirmou os dois primeiros casos de febre amarela no Estado, entre elas a primeira morte. Os dois casos foram registrados em Casimiro de Abreu. Atualmente, o Rio registra 36 casos suspeitos de febre amarela.

Existe uma vacina e as filas já começaram. Por isso, alguns esclarecimentos sobre a febre amarela são importantes e se fazem necessários neste momento em que todos ainda tem dúvidas sobre quem pode, quem deve e quem não pode nem deve receber a vacina.

CLIQUE AQUI para saber mais sobre a febre amarela

 

15.03.2017

Relatório das Atividades Legislativas da FENEME (20-24 Fev)

A Federação Nacional de Entidade de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) encaminhou para a AME/RJ o boletim ' NOTÍCIAS DE BRASÍLIA', com notícias de interesse da segurança pública em tramitação nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, no plano Federal da semana de 20 a 24 de fevereiro do corrente ano, para conhecimento das entidades.

Clique aqui e leia o documento na íntegra

 

15.03.2017

Apoio parlamentar às emendas à PEC 287/16 (Agradecimento)

Prezados Dirigentes de Entidade Filiadas e demais Oficiais da FENEME,

Como já é do conhecimento de todos, informamos que as assinaturas de apoiamento dos parlamentares às nossas emendas a PEC 287/16 (Reforma da Previdência) foram conseguidas com certa folga (eram necessárias pelo menos 171) e as mesmas já foram protocolada sob os números 53, 54 e 55.

Diante disso gostaríamos de agradecer o esforço de cada um, especialmente após nosso chamamento para mobilização, tanto aqueles que estiveram pessoalmente representando suas entidades em Brasília, como aqueles que trabalharam em suas bases junto as assessorias ou pessoalmente com o Parlamentar.

Isso demonstrou união e propósito, demonstrando ainda que é possível vencermos as dificuldades que se apresenta e que ainda, por certo, se apresentarão.

Segue (anexo) a relação das emendas com a nominata dos Deputados que assinaram, informando que algumas não foram identificadas e portanto não conferiram e outras foram repetidas, no entanto mesmo assim foi um sucesso.

Nosso muito obrigado à todos e estejamos preparados para os próximos embates.

A Diretoria da FENEME.

Assinaturas – Clique aqui

 

15.03.2017

Mobilização - Apoiamento das emendas à PEC 287/16 (Agradecimento)

Prezados Dirigentes e demais Oficiais da FENEME,

Gostaria de informar que com o esforço de todos, (do Deputado Federal Major Olimpio) emendas à PEC 287/16 (PEC - Reforma da Previdência atingiu as assinaturas necessária de apoiamento para que possa ter seguimento. O esforço de todos foi grande e fundamental, pois a maioria dos Deputados Federais, principalmente da base do Governo, estavam reticentes em assinar as mesmas.

Diante disso e do empenho de todos aqui em Brasília e/ou em seus respectivos Estados nos contatos com parlamentares e suas assessorias, nos cumpre agradecer profundamente aqueles que, de alguma forma, contribuíram para o nosso intento e atenderam nosso chamamento.

Hoje ainda ou amanhã (último prazo), as referidas emendas deverão ser protocoladas na Comissão Especial da Câmara dos Deputados. Agora, temos que continuar acompanhando os acontecimentos e empenhados até o final desta “batalha”, a qual com certeza terão outros desdobramentos e embates.

A Diretoria da FENEME

 

14.03.2017

PEC 287/16 – Orientações

Prezados (as) Dirigentes de entidades filiadas e demais Oficiais,

No sentido de orientar todos quanto aos procedimentos de cada um junto aos Deputados Federais em relação à Proposta de Emenda à Constituição nº 287/16 (REFORMA DA PREVIDÊNCIA), e considerando que muitos Oficiais não virão a Brasília, porém atuam nas bases nos seus respectivos Estados, repassamos os documentos [anexo] para dar suporte a todos nas referidas tratativas.

Para aqueles que virão a Brasília para atuar, as orientações são as mesmas, porém solicitamos passar também no Espaço FENEME verificando se existem novas recomendações.

Quaisquer dúvidas estão à disposição.

A Diretoria.

PEC 287/Documentos – Clique aqui

 

14.03.2017 

Casamento homossexual - Acórdão do Tribunal de Direitos Humanos de Estrasburgo

Por unanimidade, o Tribunal líder mundial dos Direitos Humanos estabeleceu textualmente que "não existe o direito ao casamento homossexual"

Os 47 juízes dos 47 países do Conselho da Europa, que integram o pleno do Tribunal de Estrasburgo emitiram uma declaração de grande relevância que tem sido surpreendentemente silenciada pela Comunicação Social.

Na verdade, por unanimidade, os 47 juízes aprovaram o acórdão que estabelece que "não existe o direito ao casamento homossexual"

A sentença foi baseada num sem número de considerandos da ordem natural e, claro, no direito positivo. Dentro deste último, a sentença foi baseada no artigo 12º da Convenção Europeia dos Direitos Humanos. O dito, é equivalente aos artigos dos tratados de direitos humanos, como no caso do n° 17 do Pacto de San José e n° 23 do Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos.

Nesta histórica, mas nada divulgada, resolução, o Tribunal decidiu que a noção de família não só contempla "o conceito tradicional de casamento, ou seja, a união de um homem e uma mulher", mas também que não devem ser impostas aos Governos a "obrigação de abrir o casamento a pessoas do mesmo sexo".

Quanto ao princípio da não-discriminação, o Tribunal também acrescentou que não existe qualquer discriminação já que "os Estados são livres de reservar o casamento apenasacasais heterossexuais".

Fonte: http://abemdanacao.blogs.sapo.pt/tribunal-dos-direitos-humanos-1710108

 

14.03.2017 

O PMDB é uma (macro) organização criminosa

A 38ª fase da Operação Lava-Jato, denominada Blackout,  mira principalmente, dois operadores financeiros ligados ao PMDB. Eles teriam movimentado ao menos US$ 40 milhões em propina, agindo como intermediários de agente públicos e políticos - entre eles, a maioria senadores, segundo a investigação do MPF.

 Clique aqui

 

09.03.2017

Força feminina na PMERJ: Tropa conta com mais de 4 mil mulheres

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro conta com policiais militares femininas em seus quadros desde março de 1982. Naquele ano, 158 mulheres iniciaram o Curso de Formação de Soldados no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) tornando-se as primeiras praças da Corporação. O ingresso ao oficialato ocorreu no ano seguinte quando 14 alunas foram aprovadas na antiga Escola de Formação de Oficiais (EsFo).

Passados quase 35 anos, a Instituição conta com 4.482 mulheres cumprindo a missão de Servir e Proteger a sociedade nas mais diversas áreas, como Unidades operacionais, administrativas, área de saúde, de ensino, correcional e no planejamento estratégico da Corporação. O efetivo feminino é composto por 1.003 oficiais e 3.479 praças, entre as quais 45% têm ensino superior. As mulheres representam 9,8% da tropa da Polícia Militar. Nas UPP’s, 757 policiais atuam diretamente com polícia de proximidade.

As PMs também ocupam cargos de comando e, atualmente, estão à frente de dezessete Unidades da Polícia Militar. No setor de saúde da Corporação, trabalham 1.386 policiais com formação na área, como médicas e enfermeiras, entre outras especialidades.

Saiba mais:

757 mulheres atuam em UPPs;

17 mulheres estão em cargos de comando;

45% do efetivo feminino tem ensino superior;

55% do efetivo feminino tem entre 31 e 40 anos;

53% do quadro de saúde da PMERJ é feminino.

Fonte: PMERJ

 

08.03.2017

Dia Internacional da Mulher

 

02.03.2017

Hemorio faz campanha para reforçar estoques de sangue

Os estoques de sangue no Rio de Janeiro, que costumam ficar mais baixos durante o Carnaval, precisam de um apoio extra da população. O Hemorio lançou a 14ª edição da campanha “Vista a Fantasia da Solidariedade”, para estimular os voluntários a doar sangue.

De acordo com Simone Fonseca, Chefe responsável pelo Setor de Promoção à Doação de Sangue do Hemorio, o Carnaval é período em que as pessoas têm outras preocupações e acabam deixando de vir doar. 

- Ao mesmo tempo, a cidade recebe muitos turistas, fica mais cheia e, consequentemente, a demanda por sangue aumenta além do normal. Por isso, é muito importante que as pessoas não deixem de vir ao Hemorio, especialmente na quinta e na sexta depois do feriado - disse.

Infelizmente o Brasil não possui uma cultura de doação de sangue. No Rio de Janeiro, assim como no resto do país, menos de 2% da população é doadora habitual de sangue. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o ideal é que entre 3% e 5% da população seja doadora para suprir a necessidade de um país.

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar com autorização dos pais ou responsáveis legais (o modelo da autorização está no site www.hemorio.rj.gov.br). Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação de sangue e bebidas alcoólicas, 12 horas antes.

Para mais informações, o voluntário deve ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço das outras 25 unidades de coleta do Estado. O Hemorio funciona todos os dias, das 7h às 18h, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, n° 8, no Centro.

Fonte: Governo do Estado

 

20.02.2017

Governo do Rio busca alternativas para pagar 13º salário

Diante da negativa do Supremo Tribunal Federal (STF) em antecipar os efeitos do Termo de Compromisso assinado entre o Estado e a União, o que se pensa é que não há saída para o Rio de Janeiro. Isso porque a decisão desfavorável — por ora — inviabiliza o empréstimo de R$ 3,5 bilhões ao Governo ]Estadual para pagar o 13º salário e mais uma folha. Entretanto, o Governador Luiz Fernando Pezão afirma que o Executivo estuda outras alternativas para pagar o abono de Natal do ano passado ao Funcionalismo.

O empréstimo de R$ 3,5 bilhões é previsto no Termo de Compromisso assinado pelo Governo do Rio e a União. Mas para que o Estado faça a operação de crédito é preciso que o Congresso aprove projeto que será enviado pelo Governo Federal para alterar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

Como o Governo Estadual estourou o limite de endividamento previsto pela LRF, está impedido de tomar novos empréstimos — conforme prevê a legislação neste caso. Por isso o Parlamento em Brasília tem que aprovar a alteração da lei. Além disso, a Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ) precisa dar autorização ao Executivo.

Mas o Estado, com urgência em obter o crédito, tentou antecipar os efeitos do acordo no STF. A tentativa não vingou. Apesar disso, o Miinistro Luiz Fux, relator da ação, determinou que o Congresso e a ALERJ votem os projetos de lei no prazo de 30 dias.

A garantia colocada para a liberação de empréstimo de R$ 3,5 bilhões pelos bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal são as ações da CEDAE. O projeto tem sido atacado pelos Servidores e por muitos Deputados e parece não ser tão simples a venda da companhia. Será mais difícil ainda votação na ALERJ das contrapartidas que o Estado terá que dar e que fazem o Servidor pagar a conta da crise. O aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% e, principalmente, a criação de taxa extraordinária para o Rioprevidência de 8% são alvo de contestações dentro e fora da Casa.

Fonte: O Dia/Coluna do Servidor

 

10.02.2017

Selo FBSP de Práticas Inovadoras – Divulgação

O Selo FBSP de Práticas Inovadoras é uma iniciativa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública que tem como objetivo reconhecer práticas desenvolvidas pelas instituições policiais e guardas municipais com potencial de transformação em cenários de vulnerabilidade à violência, sistematizando e disseminando o conhecimento produzido por e para profissionais de segurança pública.

O Edital 2017 “Reconhecendo o Trabalho dos Profissionais de Segurança Pública” irá selecionar iniciativas de enfrentamento à violência contra as mulheres em uma ou mais de suas múltiplas formas – física, psicológica, patrimonial, institucional, ciberviolência, etc.

Na primeira fase serão selecionadas até seis iniciativas finalistas, que serão visitadas por uma equipe de pesquisadores do FBSP. A relatoria dessas visitas será encaminhada para o Comitê de Seleção, que irá escolher as três vencedoras. As experiências vencedoras receberão o Selo FBSP de Práticas Inovadoras – 2017, em uma cerimônia na cidade de São Paulo, no dia 08 de março, dia internacional da mulher.

Além disso, o selo dará origem a uma Casoteca digital – uma coleção online de casos de sucesso – visando a promover o conhecimento e multiplicação das boas práticas desenvolvidas em território nacional.

Considerando o importante papel desempenhado pela Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) em âmbito nacional, solicitamos apoio institucional para divulgação desta iniciativa. Caso tenha, disponibilidade e interesse em colaborar, a pesquisadora Roberta Astolfi está a disposição para auxiliá-los e pode ser contatada por meio do endereço eletrônico e telefone abaixo indicados.

Desde já agradecemos.

Samira Bueno - Diretora Executiva

Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Renato Sérgio de Lima - Diretor Presidente

Fórum Brasileiro de Segurança Pública

E-mail: selofbsp@forumseguranca.org.br

Tel: (11) 3081- 0925

O edital completo e o link para inscrição estão disponíveis no website do FBSP: www.forumseguranca.org.br

 

09.02.2017

Protesto em torno da ALERJ traz cenário de guerra ao Rio

Um ato de servidores estaduais terminou em confronto e tumulto em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Rio (ALERJ), no Centro do Rio, na tarde desta quinta-feira (9). Eles estavam desde cedo no local para protestar contra o projeto de privatização da CEDAE. Policiais e bombeiros também participaram do movimento para pedir melhores condições de trabalho e pagamento dos salários atrasados. Segundo relatos, PMs usaram balas de borracha e gás lacrimogêneo para dispersar o grupo. 

Em nota, a polícia informou que um "grupo de mascarados" atirou pedras, rojões e coquetéis molotov contra as equipes de segurança no entorno da ALERJ. A corporação destacou que seis PMs foram feridos e levados para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM). Um homem foi preso por jogar pedras nos policiais. 

"A Polícia Militar apreendeu grande quantidade de rojões com manifestantes. Também foram incendiadas duas agências bancárias em ruas próximas ao Palácio Tiradentes", completou. 

Houve muita correria e os manifestantes colocaram barricadas em vias próximas da ALERJ, por volta das 15 horas. Um grupo chegou a incendiar uma agência bancária. Por segurança, um dos acessos da estação da Carioca foi parcialmente interditado e o funcionamento do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) também foi interrompido.

Outro confronto mais violento aconteceu volta das 17 horas, quando ocorreu um dos momentos mais tensos do dia: um homem carregando uma cangalha com fogos de artifício disparou os rojões em direção às tropas de segurança.

O Centro de Operações (CET-RIO) informou que algumas vias precisaram ser fechadas, como a Rua Primeiro de Março, a Avenida Rio Branco e a pista lateral da Avenida Presidente Vargas. Os motoristas encontram retenção e congestionamento na região do Centro. Agentes da Força Nacional e do Batalhão de Choque (BPChq) estão no local para reforçar o policiamento.

Durante o protesto, a PM chegou a ser "provocada" pelos servidores, já que muitos deles também são da Segurança. "Sargento, vem com a gente. Larga a viatura e vem com a gente na manifestação. É nossa! Estamos todos juntos na luta!", gritavam os participantes.

Faixas contra Eike e Cabral. Além de se posicionarem contra a privatização da CEDAE e o Governo de Luiz Fernando Pezão, os servidores levaram cartazes contra o ex-Governador Sérgio Cabral e o empresário Eike Batista, que foram presos durante investigações da Operação Lava Jato e estão no Complexo Penitenciário de Bangu.

Em uma das faixas dizia "Fala, Eike, fala! O Rio agradece", em alusão ao empresário ter ficado em silêncio em dois depoimentos na Polícia Federal. Já em outros três cartazes, Cabral, Pezão, Eike e o ex-deputado Federal Eduardo Cunha aparecem "atrás das grades". 

A polícia é ...  a presença mais incômoda e a ausência mais sentida!!!

 

09.02.2017

Cel Nunes assume Presidência do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais

O Comandante-Geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira, assumiu a Presidência do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares (CNCGPM/BM). A posse aconteceu em Brasília, na última segunda-feira, dia 6.

O Coronel Nunes substitui o Coronel Marco Antônio Badaró Bianchini. Ambos os oficiais prestigiaram a reunião geral da Federação Nacional de Oficiais Militares Estaduais (FENEME), ocorrida em Brasília. O evento traçou as estratégias que a Federação deverá adotar a curto e médio prazo.

A AME/RJ parabeniza o Coronel Marco Antônio Nunes de Oliveira, com votos de muito êxito e sucesso na nova jornada que se inicia.


LEGENDA: O Cel PMDF Nunes ao lado do Presidente da FENEME,
Cel PMSC Marlon (de microfone)

 

07.02.2016

Atenção: Greve da PMERJ é boato!!!

A Assessoria da Polícia Militar do Rio de Janeiro garantiu ser falsos os comunicados atribuídos à Corporação que vêm circulando pelas redes sociais. Num deles, uma falsa reprodução do Boletim Interno da PM, um texto supostamente assinado pelo Comandante-Geral, Coronel Wolney Dias, avisa sobre uma “greve geral lícita” a ser iniciada na próxima sexta-feira, data a partir da qual a população deveria evitar “de sair às ruas”.

Na página oficial da Corporação no Facebook, uma nota classifica protestos como “legítimos”, mas pede que a tropa busque “a melhor forma de reivindicar nossos direitos”. “Paralisar um serviço essencial afeta toda a população, incluindo nossas famílias. A quem interessa a barbárie?”, continua o texto.

Por meio de grupos no WhatsApp, parentes de policiais militares do Rio estão organizando um protesto como forma de cobrar o pagamento do 13º salário, do RAS e de metas alcançadas em 2015 devidos aos servidores. Nas trocas de mensagens, eles estão divididos por batalhões. A ideia é que cada grupo chegue cedo a uma determinada unidade para impedir a saída dos agentes para o expediente de serviço, semelhante ao que aconteceu no Espírito Santo, no último fim de semana. Segundo pessoas que estão planejando o ato, a ideia é protestar em frente a todos os batalhões do estado. A manifestação aconteceria a partir da manhã da próxima sexta-feira. Em função do regimento interno, os militares não podem fazer greve.

Leia a íntegra da nota:

“A violência é um grave problema da nossa sociedade. Dentro desse contexto, sabemos que o Rio de Janeiro possui peculiaridades na área da Segurança Pública, só encontradas aqui. Nós, policiais militares, atuamos diuturnamente nesse cenário e sabemos agir nos casos extremos. A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro é a Instituição que garante a “civilidade”, o ir e vir, o trânsito de pessoas. Só nós conhecemos a realidade nua e crua do dia a dia de policiamento. No entanto, é preciso pensar que o impacto da nossa ausência poderá recair sobre nossos ombros, sobre nossas famílias. A nossa falta causaria males incalculáveis e irreparáveis. Temos a certeza que passamos por um momento muito delicado, mas é preciso avaliar as consequências dos nossos atos. Protestos são legítimos, mas precisamos buscar a melhor forma de reivindicar nossos direitos. Paralisar um serviço essencial afeta toda a população, incluindo nossas famílias. A quem interessa a barbárie?” #ValorizeQuemteProtege #ServireProtege

Fonte: Extra

 

06.02.2017

Jovens Oficiais da PM do Rio associam-se à AME/RJ

Na última sexta-feira (3), a AME/RJ recebeu a visita de jovens Oficiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro que, voluntariamente, ingressaram no quadro associativo da entidade.. Acompanhados da Major Monique, Assessora direta do Comandante Geral da Corporação (Coronel Wolney Dias), os oficiais apresentaram diversas sugestões, que foram muito bem recebidas pelo Presidente, Coronel Fernando Belo, e seu Vice-Presidente Administrativo, Coronel José Maria,

“Tive a honra de receber em meu gabinete essa plêiade de jovens Oficiais da PMERJ. Sejam muito bem vindos à Associação de Oficiais Militares Estaduais. Aqui é a casa de vocês”, disse o Coronel Fernando Belo.

Tão mais fortes seremos na representatividade quanto maior for o número de representados. 

Junte-se a nós! Seja Sócio da AME/RJ! Tels: (21) 2233-1144/ 2516-1994

 

03.02.2017

Drones auxiliam trabalho dos Bombeiros do Rio

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro tem utilizado um drone para garantir a prevenção de afogamentos e realizar a busca de vítimas nas praias da orla fluminense. O aparelho, que atinge 30 metros de altura, é operado por bombeiros vinculados à Coordenadoria de Operações com Veículo Aéreo Não Tripulado (COVANT). Com visão privilegiada das áreas de risco, a tecnologia tem ajudado o Grupamento Marítimo (GMAR) da corporação a evitar mortes.

– Somos acionados pelos grupamentos de área para atuarmos na prevenção e nas buscas de vítimas de afogamentos. No primeiro caso, trabalhamos no monitoramento das regiões de risco para que o grupamento possa fazer a sinalização e garantir a prevenção de situações críticas envolvendo banhistas. Identificamos valas, correntes e áreas profundas. Também somos acionados para a busca de corpos, já que a tecnologia permite uma visão privilegiada das áreas. No verão, oferecemos este apoio, já que as praias estão lotadas e muitos banhistas acabam sendo pouco cautelosos no mar – afirmou o Tenente-Coronel Rodrigo Bastos, responsável pela COVANT.

Dois bombeiros por dia, de um total de 14 militares, operam o equipamento, que transmite imagens para um tablet e para o Centro de Operações do Corpo de Bombeiros em tempo real.

Acordo operacional. Os militares que operam o drone foram treinados no Corpo de Bombeiros em um curso de 240 horas. Todos os participantes estão registrados na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC)

– Temos um acordo operacional com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo. Podemos agir de forma emergencial, comunicando a Aeronáutica. No total, 14 homens já se formaram na primeira turma. Eles receberam informações sobre temas como Segurança de Voo, Meteorologia, Filmagem e Edição de Imagens, Posicionamento da Ferramenta, Orientação com GPS e Regras de Controle de Tráfego Aéreo. Nossos profissionais também treinam em simuladores e com o equipamento– acrescentou o militar.

Fonte: Governo do Estado

Parabéns CBMERJ!!! Uma tecnologia que está ajudando os nossos bombeiros a salvar vidas.

 

31.01.2017

Em apenas um ano, PMERJ concedeu mais de 1000 licenças psiquiátricas

O Policial Militar Douglas de Jesus Vieira, de 28 anos, chocou a família e os amigos ao tirar a própria vida, na noite de sábado, durante uma transmissão ao vivo no Facebook. Com um histórico de depressão agravado por uma crise financeira, devido a atrasos de pagamentos dos PMs, o soldado filmou seus últimos momentos em casa e cometeu suicídio com um tiro na cabeça. Pressionados pelo papel institucional e consumidos pelo medo de serem vistos pelos colegas de farda como loucos ou encostados, PMs do Rio de Janeiro sofrem hoje de um mal silencioso que, só no ano passado, foi responsável por 1.398 licenças psiquiátricas. O estresse e a depressão estão entre as principais causas de afastamento do serviço nos quartéis do Estado.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

26.01.2017

Pela 1ª vez, Brasil é líder em ranking de propina nos EUA

O Brasil lidera pela primeira vez um ranking elaborado nos Estados Unidos como o mais citado por empresas globais investigadas naquele país sob suspeita de pagar propina no exterior. O ranking é feito por um site especializado nessa legislação, chamada de FCPA (Foreign Corruption Practices Act, algo como Lei Anticorrupção no Exterior).

O Brasil é mencionado 19 vezes como o país em que empresas que operam globalmente pagaram propina no ranking divulgado nesta quinta (12). A China, segunda colocada na tabela, aparece com 17 menções, enquanto o Iraque está em terceiro lugar, com oito citações. Desde 2015, o número de menções ao Brasil praticamente dobrou, de 10 para 19.

Os dados foram extraídos de investigações do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, equivalente ao Ministério da Justiça brasileiro, e da SEC (Securities and Exchange Commission), o órgão que regula o mercado de capitais naquele país e corresponde à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

A lei conhecida como FCPA foi criada em 1977 e proíbe empresas que mantêm negócios nos Estados Unidos, sejam elas de que países forem, de pagar suborno no exterior. Uma ideia por trás da lei é que a propina mina a concorrência e prejudica grupos e investidores dos EUA.

"Nós estamos nessa lista porque a corrupção brasileira já afeta o investidor americano", diz Paulo Goldschmidt, professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas), onde dirige um grupo de estudos anticorrupção.

É a terceira vez que esse ranking é elaborado pelo site The FCPA Blog (www.fcpablog.com), que, apesar do nome, é mais do que um blog.

Nos dois primeiros anos (2015 e 2016) a China liderava o número de menções, com 28 e 40 citações, respectivamente. O Brasil ficou em segundo lugar nesses dois anos, com 18 e 10 citações, e a Rússia em terceiro, com oito e nove referências. O ranking atual contabiliza menções ao país em que houve pagamento de suborno em apurações que estão em curso entre 31 de dezembro de 2016 e o final de 2017.

Lava jato.  É por essa razão que a Odebrecht e a Braskem não aparecem na lista das 81 empresas que estão sob investigação nos EUA. 

Odebrecht e Braskem fecharam acordos com as autoridades americanas em dezembro do ano passado justamente para encerrar os processos contra elas e vão pagar a maior multa já aplicada pela violação da lei americana anticorrupção no exterior, valor que pode chegar a US$ 3,5 bilhões (R$ 11 bilhões), a serem pagos em 23 anos.

Fazem parte da lista das empresas investigadas nos Estados Unidos a Petrobras, a Eletrobras e uma série de gigantes internacionais que foram apanhadas pela Operação Lava Jato, como a Rolls Royce (Inglaterra), Sevan Marine e Vantage Drilling Company (ambas da Noruega), SBM Offshore (Holanda), Technip SA (França) e Keppel Corporation (Cingapura).

A Petrobras e a Eletrobras estão na lista porque a Justiça americana ainda não decidiu se as empresas são vítimas da corrupção, como ambas afirmam as empresas, ou se participaram do esquema. Todas as outras têm histórias de pagamento de propina narradas por delatores da Lava Jato e algumas já reconheceram isso em acordos que assinaram ou estão em discussão.

É o caso da SBM Offshore. A empresa holandesa era acusada pelos procuradores da Lava Lato de ter pago US$ 42 milhões em propina entre 1997 e 2012 para obter informações técnicas confidenciais da Petrobras. Em julho do ano passado, a empresa fechou acordos com o Ministério Público Federal e a CGU para encerrar as investigações e aceitou pagar uma multa que chega a cerca de R$ 1,1 bilhão.

Lei americana. A lei americana que proíbe o pagamento de propina no exterior, conhecida como FCPA, foi criada após investigações que descobriram que empresas subornavam políticos em países como Japão, Itália, Honduras e Coréia do Sul. Como as corporações usavam fundos secretos, mas os recursos vinham dos EUA, a conclusão dos procuradores foi de que o investidor americano que tinha ações dessas empresas estava sendo enganado.

É considerada uma das mais eficientes leis anticorrupção por causa das multas elevadas que são aplicadas nas empresas.

Já foram punidos gigantes como Wal-Mart, Alstom e Monsanto. A maior multa já paga é a da Siemens, de US$ 800 milhões em 2008. Odebrecht e Braskem estão em 5º lugar no ranking, com US$ 420 milhões, porque só são contabilizados os valores pagos nos EUA. 

Fonte: Folha de S.Paulo

 

26.01.2017

A força das facções criminosas

Eles espalham terror, impõem sua lei nos presídios e têm poder semelhante aos grandes grupos de mafiosos. As facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Primeiro Comando da Capital (PCC) cresceram em importância não só nos estados, mas em todo o País. As atividades dos grupos, inicialmente concentradas nos complexos prisionais, venceram as muralhas das penitenciárias e ganharam as ruas em ações cinematográficas. Nem o mais pessimista especialista em segurança pública poderia prever tamanha expansão desse tipo de organização criminosa. Expansão esta que só tende a crescer, ancorada na omissão do Estado.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra

 

26.01.2017 

As denúncias contra Lula

Em delação premiada, Marcelo Odebrecht confirma pagamentos a Lula

Em seus depoimentos de delação premiada, o herdeiro e ex-presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, confirmou que fez pagamentos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, inclusive em espécie. A informação foi publicada na edição desta quinta-feira do jornal Valor Econômico. Os valores repassados ao petista teriam vindo do chamado Setor de Operações Estruturadas, o departamento de propinas da empreiteira, segundo as investigações.

O Ministério Público e a Polícia Federal apontam que Lula seria o “Amigo” que aparece nas planilhas como beneficiário de 23 milhões de reais. Desse montante, 8 milhões de reais teria sido pagos em 2012, “sob solicitação e coordenação de [Antonio] Palocci”, diz o relatório de indiciamento do ex-ministro dos governos Lula e Dilma, que está preso na Lava Jato.

O apelido também surgiu na troca de e-mails e mensagens de Marcelo Odebrecht como “amigo de EO” e “amigo de meu pai” numa possível referência a Emílio Odebrecht, que também assinou acordo de colaboração premiada com a força-tarefa da Lava Jato.

Marcelo Odebrecht começou a prestar os depoimentos no âmbito da delação premiada na última segunda-feira no edifício da PF em Curitiba. Na terça, o empresário deu o depoimento mais longo até agora de cerca de 10 horas – teve apenas uma pausa de duas horas para o almoço. As oitivas são gravadas em vídeo e acompanhadas por dois advogados de Odebrecht e pelo menos quatro procuradores de Curitiba.

Em nota, a defesa de Lula afirmou ao jornal que não comentaria “especulação de delação”.

Lula tinha ‘controle supremo’ da corrupção na Petrobras, diz MPF

Na denúncia apresentada ao Juiz Federal Sérgio Moro contra o ex-presidente Lula outros oito acusados, a força-tarefa da Operação Lava-jato voltou a ressaltar a posição de comando do petista no petrolão. Os procuradores do Ministério Público Federal afirmam que Lula tinha “controle supremo” do esquema de corrupção e “dominava toda a empreiteira criminosa, com plenos poderes para decidir sobre sua prática, interrupção e circunstâncias”.  Em setembro, na coletiva de imprensa em que detalharam a outra denúncia contra o ex-´presidente, os procuradores haviam se referido a ele como "comandante máximo" e “grande general” do esquema de corrupção na Petrobras.

“É evidente o controle supremo desempenhado por Luiz Inácio Lula da Silva nos atos de corrupção que levaram às fraudes nos procedimentos licitatórios para a execução das obras”, afirma a força-tarefa da Lava Jato.

Os investigadores dizem na peça apresentada a Moro que, enquanto presidente da República e líder máximo do PT, “Lula agiu para a instituição e a manutenção do esquema criminoso, além de ter sido o agente que dele mais se beneficiou”.

No trecho da denúncia intitulado “A ação criminosa de Lula”, os procuradores do Ministério Público Federal enumeram o que chamam de “triplo objetivo” alcançado pelo petista no petrolão: “(a) governabilidade assentada em bases espúrias; (b) fortalecimento de seu partido – PT –, pela formação de uma reserva monetária ilícita para abastecer futuras campanhas, consolidando um projeto, também ilícito, de perpetuação no poder; (c) enriquecimento com valores oriundos de crimes”.

Especificamente em relação aos pagamentos de propina pela Odebrecht a Lula, que baseiam a denúncia, o Ministério Público Federal afirma que o ex-presidente “recebeu, direta e indiretamente, mediante deduções do sistema de caixa geral de propinas do Partido dos Trabalhadores, vantagens indevidas durante e após o término de seu mandato presidencial”.

MPF denuncia Lula e mais oito pessoas na Lava Jato

Réu em três ações penais na Justiça Federal, Lula é acusado dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por supostamente ter sido beneficiado com propina da empreiteira Odebrecht na compra, por 12,4 milhões de reais, de um terreno onde seria construído o Instituto Lula, e na aquisição, por 504.000 reais, de uma cobertura vizinha à sua no edifício onde mora, em São Bernardo do Campo. A operação teria contado com as participações de um testa de ferro, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, e do advogado de Lula, Roberto Teixeira.

Além do ex-presidente, foram formalmente acusados pelo MPF o ex-Ministro Antônio Palocci, também denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o empreiteiro Marcelo Odebrecht, acusado de corrupção ativa e lavagem de dinheiro, a ex-primeira-dama Marisa Letícia e Roberto Teixeira, ambos denunciados por lavagem de dinheiro, e outras quatro pessoas.

Confira a lista dos denunciados e as acusações a eles atribuídas pelo Ministério Público Federal:

-LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, ex-presidente da República: corrupção passiva e lavagem de dinheiro;

-MARCELO ODEBRECHT, ex-presidente da Odebrecht: corrupção ativa e lavagem de dinheiro;

- ANTÔNIO PALOCCIex-ministro nos governos Lula e Dilma: corrupção passiva e lavagem de dinheiro;

-BRANISLAV KONTIC, assessor do ex-ministro Palocci: corrupção passiva e lavagem de dinheiro;

-PAULO MELO, ligado à Odebrecht: lavagem de dinheiro;

-DEMERVAL GUSMÃO, dono da empresa DAG Construtora: lavagem de dinheiro;

-GLAUCOS DA COSTAMARQUES, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, já condenado na Lava Jato: lavagem de dinheiro;

-ROBERTO TEIXEIRA, advogado de Lula: lavagem de dinheiro;

-MARISA LETÍCIA LULA DA SILVA, esposa do Lula: lavagem de dinheiro.

Fontes: Veja/G1

 

25.01.2017

Manifesto sobre o Plano Nacional de Segurança Pública – Posicionamento da FENEME

Segue abaixo, para conhecimento dos associados, o posicionamento da Federação Nacional dos Oficiais Militares Estaduais (FENEME) a respeito do Plano Nacional de Segurança Pública apresentado pelo Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

“Infelizmente não temos como ver sucesso num plano que não tenha ouvido e contemplado a Polícia Militar, um importante ator da segurança pública, aquele que garante a normalidade democrática, presente no dia-a-dia das ruas das cidades, onde ocorre grande parte dos crimes que tanto temor trazem a população, que tem em suas matrizes operacionais a prevenção da violência e da criminalidade”, diz trecho do documento.

“Prezados (as) Dirigentes de Entidade e demais Oficiais da FENEME

Estamos encaminhando anexo MANIFESTO DA FENEME A RESPEITO DO PLANO NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA LANÇADO PELO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, solicitando que seja, na medida do possível divulgado amplamente tanto ao público interno, quanto a sociedade em geral e aos órgãos de imprensa (Nacionais, Regionais e Locais). É a oportunidade de dizer a todos que as Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares desejam ser ouvidos e participar dos destinos da Segurança Pública Brasileira.

A DIRETORIA”.

Clique aqui e leia o manifesto na íntegra

 

18.01.2017

PM e ALERJ farão trabalho conjunto para atender parentes de policiais mortos

Começa na próxima semana uma ação conjunta da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ) com a Polícia Militar fluminense. O objetivo é unir forças na assistência aos parentes de policiais mortos - só este ano, já são 11 policiais (civis e militares) assassinados. (Clique aqui e leia a matéria na íntegra)

O tema foi debatido na última segunda-feira (16) numa reunião entre o Presidente da Comissão, Deputado Marcelo Freixo e o Comandante-Geral da Corporação, Coronel Wolney Dias.

"A Comissão [de Direitos Humanos] já faz um trabalho com a família de policiais mortos, só que isso nunca foi institucionalizado. Sempre tivemos dificuldade para ter acesso às famílias. Agora, elas [as famílias] serão atendidas pela PM e comissão em parceria", afirmou o deputado.

Embora as duas instituições já tivessem serviços de auxílio aos policiais, a institucionalização dessa ajuda é inédita no Rio. O atendimento em conjunto irá contemplar, por exemplo, assistência psicológica, jurídica e social. Também na próxima semana, na terça-feira (24), está prevista uma reunião com representantes da Polícia Civil e Defensoria Pública do Rio.

Fonte: G1

 

12.01.2017

Secretaria de Segurança cria núcleo de inteligência para combater crime no Rio

Com uma política de redução de custos, o Secretário Estadual de Segurança, Roberto Sá, anunciou a criação do Grupo Integrado de Operações de Segurança Pública (GIOSP). Sem recursos financeiros extras do Estado, cerca de 36 policiais, entre civis e militares, serão remanejados para levantar informações sobre as rotas de fabricação e venda de armas de fogo que abastecem o crime no Rio. O Secretário anunciou, também, a criação da Delegacia Especializada em Armamentos, Munições e Explosivos, comparada a extinta Delegacia de Repressão à Armas e Explosivos (Drae) que vai tratar desses casos.

Clique aqui e leia a matéria na integra

 

06.01.2017

Seis PMs foram mortos nos primeiros cinco dias do ano

A vítima mais recente é o PM Marcelo Abdalla Neder, alvo de um ataque na Rodovia Presidente Dutra, Baixada Fluminense, ao tentar impedir um roubo de carga.

clique aqui e leia a reportagem na íntegra

 

06.01.2017

Provimento da Corregedoria do Tribunal de Justiça de Alagoas sobre Termo Circunstanciado

Considerando a deficiência estrutural e a superlotação das unidades penitenciárias e prisionais do Estado de Alagoas, bem como a necessidade de se buscar reduzir a população carcerária e os custos globais para o Estado, a Corregedoria-Geral da Justiça emitiu o provimento de nº 50, que regulamenta a monitoração eletrônica de pessoas no âmbito da Justiça Criminal daquele Estado.

Clique aqui e leia o provimento

 

06.01.2017

Câmara deverá aprovar reforma da Previdência até março

De acordo com o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a reforma da Previdência enviada pelo governo (PEC 287/16) deverá ser aprovada até o final de março na Câmara e terá a votação concluída até junho no Senado. A proposta de emenda à Constituição foi aprovada pela CCJ em dezembro. Segundo ele, a medida é essencial para equilibrar o orçamento do sistema previdenciário, evitando casos de insolvência como no Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

“Com uma projeção de crescimento de despesa da União sem receita, eu tenho certeza de que a maioria absoluta da Câmara dos Deputados vai ter condição de aprovar essa matéria; tenho convicção de que a Casa vai cumprir seu papel”, ressaltou.

Para Maia, a medida terá impacto direto na redução da taxa de juros, que, em sua opinião, cairia para menos de 10% nos meses seguintes à aprovação, sem necessidade de intervenção do Banco Central.

Direitos. O Presidente da Câmara afirmou que a reforma não retira direitos dos trabalhadores, mas permite que o gasto com benefícios previdenciários tenha contrapartida na receita, evitando que o estado fique sem recursos para honrar os pagamentos no futuro.

“Muitos vão dizer que direitos estão sendo tirados, mas isso se falou muito no Rio e no Rio Grande do Sul, mas hoje os servidores [desses estados] vão ter de fazer vaquinha para que outros tenham que comer”, disse.

Renegociação das dívidas. Com relação à renegociação da dívida dos estados, Rodrigo Maia voltou a defender que o governo institua as contrapartidas dos governos estaduais ao refinanciamento de suas dúvidas com a União por meio de decreto.

“Eu acho que é legal aprovarmos uma lei federal dizendo que as contrapartidas estarão garantidas num decerto presidencial. A partir daí, cada estado vai assinar com o Tesouro e o Ministério da Fazenda”.

Na semana passada, o Presidente da República, Michel Temer, decidiu vetar parte do texto aprovado pela Câmara que criava um regime sem contrapartidas dos estados, mantendo a renegociação das dívidas com os estados pelo prazo de 20 anos.

Maia observou que as contrapartidas dos estados caíram na votação da Câmara justamente por serem de responsabilidade das assembleias legislativas e, portanto, não deveriam constar de projeto de lei federal. Ainda assim, ele elogiou o veto parcial ao texto.

“Isso é um grande ganho no momento que a gente sabe que há um desequilíbrio fiscal e que vamos entrar num ano eleitoral em 2018”, disse.

Fonte: Agência Câmara

05.01.2017

Concurso de Oficiais da PMERJ já tem mais de 3,2 mil candidatos

Estão abertas, até o dia 15 de janeiro, as inscrições do concurso para Oficial da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Pela primeira vez, é exigida dos candidatos a formação superior em Direito.

A MUDANÇA FOI BEM RECEBIDA PELA FEDERAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS (FENEME) E PELA ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO (AME/RJ). A novidade acabou virando um atrativo: o edital, lançado em 20 de dezembro, já levou à inscrição mais de 3,2 mil candidatos, quando a média desse tipo de concurso é em torno de 1,3 mil.

Segundo especialistas, a qualificação vai facilitar a comunicação entre a Segurança Pública e os magistrados. O Coronel Roberto Vianna, comandante da Academia de Polícia Militar Dom João VI, acredita que o número de candidatos será superior a 5 mil.

– Essa mudança vai melhorar a prestação de serviço à população. O PM atua na rua como defensor dos direitos. Quando ele se vê diante de situações que envolvem análise de normas legais, o policial recorre ao tenente ou ao capitão. Esses oficiais, com o bacharelado, estarão bem qualificados. E o curso poderá focar mais em outras disciplinas, como técnicas policiais – explicou o Coronel Vianna.

O Rio de Janeiro não é o primeiro estado a exigir esse tipo de diploma. A Polícia Militar de Minas Gerais já fez essa transição. E lá, foi exigido que os antigos oficiais também se tornassem bacharéis. O Coronel Roberto Vianna, que tem formação em Direito, disse que no nosso estado ainda não se optou por essa regra. A exigência só vale para os novos.

As provas objetivas, primeira fase do concurso, serão aplicadas no dia 29 de janeiro. Haverá também testes de aptidão física, exame psicológico, de saúde, social e avaliação de documentos. O resultado final será em 18 de abril. Os concursados serão contratados pelo regime estatutário. Durante o curso de formação de oficiais, os aprovados receberão remuneração de R$ 2.550. Com a conclusão, o valor sobe para R$ 5.321,22, até que se torne 2º Tenente, carreira inicial de Oficial da PMERJ, cujo salário é de R$ 6.595,83.

Inscrições abertas até 15 de janeiro, pelo site do IBADE, organizador da prova (www.ibade.org.br).

Fonte: SESEG

 

02.01.2017

FELIZ ANO NOVO!

MEUS POLICIAIS MILITARES, 

Permitam-me, inicialmente, parabenizar a TODOS VOCÊS pelo excelente resultado alcançado neste Réveillon! 

Conhecendo minha nobre Polícia Militar há mais de três décadas e também o profundo valor, respeito e comprometimento de seus honrados integrantes, JAMAIS tive dúvidas de que êxito seria alcançado.     

Assim, mais uma vez, graças a TODOS vocês, nos superamos!

Fechamos o ano de 2016 e, apesar de todas as dificuldades encontradas, podemos afirmar que JUNTOS vencemos! E  foi com "muita luta", conforme sempre afirma o nosso Chefe do EMG, meu braço-irmão de todas as horas.

Portanto, ao Cel PM LIMA FREIRE, faço um agradecimento especial.

Neste ainda curto espaço de tempo, muitos desafios enfrentamos - e seguramente, enfrentaremos - mas estou seguro de que, com o respeito e a CONFIANÇA de todos vocês, superaremos todas as adversidades que advierem. E, bem sabemos, não serão poucas, mas estejam certos de que ESTAMOS PRONTOS! 

Estou certo disso porque CONFIO nos meus Oficiais, líderes honrados e comprometidos, CONFIO nas minhas Praças, braço forte e destemido de todas as missões, CONFIO nos meus Funcionários Civis, que já carregam, como segunda pele, as cores azul e branco de nossa amada, distinta, briosa e magnífica Corporação, a qual tenho a honra de comandar! 

Finalizando, quero desejar a todos, do fundo de meu coração, um ANO NOVO repleto de ideais, motivação, energia, tenacidade e, principalmente, ESPERANÇA!

Esperança na superação de todas as nossas crises em todos os níveis da Administração Pública;

Esperança na crença de que, com força, honra e coesão, venceremos todos os nossos obstáculos;  

Esperança máxima neste nosso BRASIL, terra abençoada por Deus, como diz o poeta;

Esperança, enfim, num futuro breve em que nossa amada PMERJ seja respeitada e reconhecida, de uma vez por todas, por seu lugar de protagonismo como a grande arma de defesa do cidadão de bem,  ao qual oferecemos, de modo ímpar, diuturnamente, o nosso Bem maior: AS NOSSAS PRÓPRIAS VIDAS! 

OBRIGADO,  MAIS UMA VEZ,  PELA CONFIANÇA! 

NINGUÉM SUPERA UMA INSTITUIÇÃO FORTE E COESA! 

À PMERJ, TUDO! FORÇA E HONRA! 

FELIZ 2017 A TODOS!

Cel PM Wolney Dias
Comandante Geral da PMERJ

 

 

02.01.2017

Funcionários da Embratel realizam confraternização de fim de ano na AME/RJ

Cerca de 100 funcionários da empresa de Telecomunicações Embratel realizaram na AME/RJ, no último dia 16 de dezembro, o seu tradicional almoço de fim de ano. O evento foi regado a muita alegria e descontração. Tanto a qualidade da comida quanto o atendimento estiveram perfeitos e foram motivos de muitos elogios.

Organize seu evento conosco! Nossa missão é proporcionar momentos únicos e inesquecíveis ao lado de quem você mais gosta, em um ambiente familiar, climatizado, seguro e descontraído. Traga seus amigos e venha viver essa experiência com a gente.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 2233-1144 / 2516-1994 ou pessoalmente na sede da Associação, na Rua Camerino, 114, Centro.

Veja as fotos: